Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

26/04/2007 - 08:43

World Economic Forum une esforços com a corporação interamericana de desenvolvimento para lutar contra a corrupção na América Latina

Acordo abre caminho para um compromisso real e efetivo no setor privado da América Latina e Caribe.

Santiago, Chile – Foi assinado dia 25 de abril, em Santiago um memorando de entendimento entre a Iniciativa de Parceria Contra a Corrupção do World Economic Forum (Partnering Against Corruption Initiative - PACI) e a Cooperação Interamericana de Desenvolvimento (IIC - Inter-American Investment Corporation) para combater a corrupção e o suborno. O acordo deve incentivar as empresas a tomar uma postura de “tolerância zero” e implementar programas efetivos contra as práticas corruptas na região. As atividades conjuntas devem ser desenvolvidas principalmente na América Latina e no Caribe.

Durante a solenidade, realizada na reunião latino-americana do World Economic Forum, na capital do Chile, Santiago, Luis Alberto Moreno, presidente da IIC e do Banco Interamericano de Desenvolvimento, de Washington DC, assinou o Memorando de Entendimento com o diretor-geral do World Economic Forum, Richard Samans, membro do Conselho do PACI.

O acordo representa o início do desenvolvimento de uma estrutura da PACI e de ferramentas para as cadeias de fornecimento de empresas multinacionais, especialmente pequenas e médias. As duas partes também pretendem desenvolver um trabalho de conscientização regional e envolver outras companhias na luta ativa contra a corrupção. Além disso, a IIC está revisando suas políticas internas de combate a fraudes para se alinhar com os Princípios de Oposição ao Suborno, desenvolvidos pela PACI.

“Inserir esses princípios no cenário comercial da América Latina representa um avanço significativo na Iniciativa de Parceria Contra a Corrupção”, disse Rick Samans. “O World Economic Forum já concluiu com sucesso uma série de acordos com bancos de desenvolvimento do mundo inteiro objetivando a adoção generalizada de princípios contra a corrupção, desenvolvidos por um grupo de empresas-membros do Forum.

Jacques Rogozinski, gerente-geral da Inter-American Investment Corporation, e Jovem Líder Global do World Economic Forum, disse: “é uma grande oportunidade para desenvolver uma parceria com o World Economic Forum e a sua Iniciativa Contra a Corrupção, para aprender com as práticas bem-sucedidas no desenvolvimento de medidas anticorrupção no setor privado e também para levar esse sucesso às pequenas e médias empresas de países membros do resto do mundo”.

Comentando o acordo, Emilio Loyola, Head para a América Latina do World Economic Forum, e responsável pela organização da reunião em Santiago, disse: “Oitenta por cento de todas as empresas da América Latina são pequenas e médias. Um setor corrompido é um grande freio para o desenvolvimento, a criação de empregos e a qualidade de vida de milhões de pessoas no continente. A assinatura com a IIC não é apenas uma maneira de criar transparência, responsabilidade e boas práticas empresariais, mas também representa um avanço concreto na qualidade de vida da população.

A Iniciativa de Parceria Contra a Corrupção do World Economic Forum (Partnering Against Corruption Initiative - PACI) é um programa global que abrange múltiplas indústrias, desenvolvendo e promovendo a implementação rigorosa contra práticas corruptas, baseadas na integridade, na justiça e na conduta ética, que resultam em uma situação igualitária para as empresas, o que contribui com as metas de boa governança e desenvolvimento econômico. Desde seu lançamento em 2004, mais de 125 grandes corporações e indústrias do mundo inteiro se comprometeram em adotar suas premissas. O PACI faz parte do World Economic Forum, uma organização internacional e independente compromissada em melhorar as condições do mundo, envolvendo lideranças em parcerias para estruturar agendas industriais, regionais e globais.| www.weforum.org/paci.

A Inter-American Investment Corporation é uma organização multilateral que promove o desenvolvimento de seus países-membros na região por meio de incentivos para estabelecer, aumentar e modernizar empresas privadas, especialmente pequenas e médias.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira