Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/07/2009 - 10:11

Primeira concretagem da Usina Hidrelétrica Santo Antônio confirma antecipação de geração de energia

A Santo Antônio Energia e o Consórcio Construtor Santo Antônio realizaram no dia 17 de julho (sexta-feira), a primeira concretagem da Usina Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em Porto Velho (RO). A execução desta etapa garante a antecipação do cronograma de conclusão da obra para maio de 2012. Às 10h ocorreu na obra a solenidade de início da concretagem com participação de Roberto Simões, presidente da Santo Antônio Energia; Felipe Jens, presidente do conselho de administração da Santo Antônio Energia e José Bonifácio Pinto Jr., diretor do Consórcio Construtor Santo Antônio, que receberam Ivo Cassol, governador do Estado de Rondônia, Roberto Sobrinho, prefeito de Porto Velho, o senador Valdir Raupp, autoridades locais e convidados.

A concretagem aconteceu na margem direita do rio Madeira, local onde se encontra uma das áreas de montagem a qual também abriga um grupo de oito turbinas do tipo bulbo, que já estão em fase de produção. “A energia gerada por Santo Antônio será adicionada ao Sistema Interligado Nacional e servirá a aproximadamente 30 milhões de consumidores de Rondônia e de outras regiões do País”, afirma Roberto Simões, presidente da Santo Antônio Energia.

No total, a UHE terá 44 turbinas responsáveis pela potência instalada de 3.150 megawatts (MW), suficientes para o abastecimento de 10 milhões de casas. Esse sistema de turbinas bulbo permite a geração de energia com baixa queda de água dispensando a formação de grandes reservatórios.

Essa etapa consistiu na colocação do concreto estrutural, primeiro aspecto físico da construção civil no canteiro de obras. O processo não provocará impactos ambientais na região, uma vez que o concreto é moldado sobre rocha onde já foram feitas as escavações necessárias para a instalação da estrutura.

O canteiro de obras da hidrelétrica já conta com o trabalho de mais de 5.100 integrantes, dos quais 14% são mulheres e 86% pertencem à mão-de-obra local. A alta taxa de profissionais da região é resultado do Programa de Qualificação Profissional Continuada – Acreditar, realizado pela Odebrecht, acionista da Santo Antônio Energia, em parceria com o SENAI. A marca de cinco mil trabalhadores estava prevista, inicialmente, para novembro deste ano, mas, o avanço dos trabalhos permitiu sua antecipação.

Até a conclusão da obra da UHE serão utilizadas 800 mil toneladas de cimento, o equivalente a 16 milhões de sacos de 50 quilos. Serão usadas, ainda, 138 mil toneladas de barras de aço – com esse material, seria possível levantar 18 Torres Eiffel.

Turbinas bulbo: primeira peça já está pronta - Além da construção civil, outra parte importante da obra já está em andamento: a fabricação das turbinas bulbo da Usina Hidrelétrica Santo Antônio. Assim como previsto no cronograma, a primeira pá de uma das 44 turbinas já está pronta.

A previsão de inicio da geração da primeira turbina, já com testes e comissionamentos (conjunto de todos os componentes elétricos e eletrônicos) realizados, é maio de 2012. Na UHE Santo Antônio serão usadas 24 turbinas com quatro pás e 20 com cinco pás – cada uma dessas estruturas tem cerca de 7,5 metros de comprimento. O primeiro modelo com quatro pás é mais eficiente durante os períodos de alta vazão do rio Madeira (período de cheia), enquanto suas cinco pás tem melhor aproveitamento durante os períodos em que o rio está mais vazio.

O Grupo Industrial do Complexo Rio Madeira (Gicom), formado pelas empresas Alstom, Andritz VaTech Hydro, Areva, Bardella e Siemens, é responsável pela fabricação, transporte, comissionamento e teste dos equipamentos e do sistema de transmissão de uso restrito da Usina Hidrelétrica. No caso das turbinas, 19 serão entregues pela Alstom, a Voith-Siemens fabricará 13 unidades e as outras 12 estão por conta da Andritz. O fornecimento de equipamentos abrange, além das turbinas, geradores, transformadores, reguladores de velocidade da turbina, entre outros.

Usina Hidrelétrica Santo Antônio - Com potência de 3.150 megawatts e investimentos de R$ 13,5 bilhões, a usina entrará em operação em maio de 2012. Considerado referência em construção de hidrelétrica, o projeto envolve tecnologia avançada e menos agressiva ao meio ambiente.

Santo Antônio Energia - É a concessionária responsável pela construção e pela futura operação da Usina Hidrelétrica (UHE) Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em Porto Velho (RO), e pela comercialização da energia a ser gerada. O empreendimento – atualmente em fase de construção e considerado fundamental para o suprimento de energia elétrica necessário ao desenvolvimento do país - tem entre seus acionistas as empresas Furnas, Odebrecht, Andrade Gutierrez, Cemig e o Fundo de Investimentos e Participações Amazônia Energia (FIP) - encabeçado pelos bancos Banif e Santander e pelo Fundo de Investimento do FGTS. A UHE Santo Antônio é uma das principais obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

Consórcio Construtor Santo Antônio (CCSA) - Empresa responsável pela engenharia e gestão das obras (EPCista - Engineering, Procurement and Construction Contracts) da Usina Hidrelétrica (UHE) Santo Antônio, contratada pela Santo Antônio Energia. O CCSA é coordenador e fornecedor do projeto, das obras civis, equipamentos eletromecânicos e montagem eletromecânica. Sob sua responsabilidade estão questões relacionadas a custos, prazos, qualidade e segurança. Integram o CCSA o Consórcio Santo Antônio Civil (formado pela Construtora Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez); o Grupo Industrial do Complexo Rio Madeira (formado por Alstom, Bardella, Voith-Siemens, Areva e Andritz-VaTech-Hydro); a Odebrecht Engenharia e Construção e Engenharia Contratada.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: