Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

Owens Corning inova com a produção de postes elétricos em fibra de vidro

São Paulo – A Owens Corning (NYSE: OC), líder de soluções em compósitos, anuncia hoje durante a Feiplar Composites 2006 que o produto Roving Contínuo Direto em Fibra de Vidro Tipo 30 SE1200 (OC® Single End Roving – Type 30® SE1200) foi escolhido pela Petrofisa do Brasil como material de reforço para a fabricação de Postes de Fibra de Vidro. Desenvolvido para o setor de distribuição de elétrica no Brasil para ser uma solução econômica na fabricação de postes de energia elétrica, esse material é produzido através de enrolamento filamentar (filament winding) combinando o Roving Contínuo Direto Tipo 30 SE1200 com resina de poliéster.

Os postes em fibra de vidro (Composite Power Pole) são fabricados pela Petrofisa, empresa fabricante de tubos em PRFV e RPVC. O resultado é um poste mais leve, durável e resistente à água e corrosão, melhorando o desempenho da distribuição de eletricidade para consumidores em áreas urbanas e rurais.

O compósito em fibra de vidro resulta em produtos superiores aos produtos fabricados com materiais tradicionalmente utilizados nessas estruturas, como madeira e concreto. Entre os principais benefícios estão: Os postes feitos com materiais compósitos possuem o triplo de durabilidade quando comparados com os postes de madeira, cuja vida útil está em torno de 15 anos. São de duas a quarto vezes mais leves que os postes de concreto e Madeira, facilitando o transporte e dispensando o uso de equipamentos pesados para sua instalação.

Todos os problemas relacionados a postes convencionais, tais como fungos, umidade, corrosão, entre outros, são eliminados, levando o custo de manutenção a praticamente zero. As aplicações se beneficiam ainda das propriedades de isolamento elétrico e transparência eletromagnética, características do tipo de material utilizado.

“Os postes da Petrofisa feitos com fibra de vidro são relativamente novos no mercado nacional”, explica Márcio Nieble, Gerente de Marketing da Owens Corning para a América Latina, “mas já está atraindo o interesse de outras empresas do setor de energia como a Companhia Paranaense de Energia, Copel, que está utilizando esse tipo de estrutura em suas instalações elétricas, tanto na área urbana quanto rural, e está satisfeita com os resultados obtidos com essa nova tecnologia”, afirma Nieble. A Copel tem instalado os postes em fibra de vidro em suas redes de distribuição elétrica no Estado do Paraná e já visualiza os benefícios da utilização dessa nova tecnologia. Como o maior provedor de energia, com mais de 3 milhões de consumidores domésticos, industriais e comerciais, a Copel representa um importante usuário para a Petrofisa”, diz Nieble.

Além da Copel, outras empresas de energia elétrica têm demostrado interesse em trabalhar com postes em fibra de vidro e já pretendem iniciar o processo de qualificação para uso desse material. Isso reflete a crescente tendência no setor de energia da América Latina, que está começando a evoluir para a utilização de uma infra-estrutura mais moderna, de alta performance e menor custo total. A Petrofisa desenvolveu os postes em fibra de vidro focada justamente nas necessidades provenientes dessa transição. A empresa estima que só na América do Sul a substituição de postes antigos por postes de fibra de vidro deva chegar a 100 mil por ano.

Adicionalmente, em caso de colisões veiculares com o poste, o mesmo possui uma melhor absorção de energia reduzindo a possibilidade de mortes ou ferimentos graves. A Inglaterra é um dos países que se utiliza dessa aplicação com a finalidade de minimizar a incidência de mortes em acidentes de trânsito.

Especificamente desenvolvido para a manufatura de estruturas rasas, mais resistentes e cilíndricas como tubos, canos e tanques em diversos mercados, como infra-estrutura e industrial, o produto OC® Type 30® SE1200 oferece o equilíbrio entre custo e performance para aplicações em postes de energia elétrica. Os atributos desse tipo de produto incluem: - 12% maior durabilidade quando comparado com fibras obtidas de resina de poliéster de 10 milhões de ciclos – um novo benchmark para esse tipo de polímero 11% mais forte que outras fibras concorrentes, que são secos e depois de 72 horas de fervura, chega ao padrão ASTM D 2344. - 25% maior resistência à tensão do que as fibras em resina de poliéster, de acordo com o padrão ASTM D 2343. - 35% maior resistência à tensão do que as fibras em resina epóxi, de acordo com o padrão ASTM D 2343. - Tamanho especial para processamento molhado e fácil de manipular, estética superior, e compatível com epóxi, polyester e resina de vinil.

A combinação de todas as características do OC® Type 30® SE1200 combinado com resina de poliéster, resulta em um produto com menor custo total na aquisição, gerenciamento e manutenção da rede, aliado a um maior benefício técnico-operacional.

Perfil da Owens Corning - A Owens Corning é líder mundial em soluções de compósitos e sistemas de materiais de construção. Na Fortune 500 por mais de 50 anos, a Owens Corning desenvolve produtos de alta qualidade e serviços que variam desde materiais de isolamento, telhados, paredes externas e lajes até materiais compósitos de fibra de vidro utilizados em construção, transporte, infra-estrutura e outras aplicações de alto desempenho. Desde que foi fundada em 1938, a Owens Corning tornou-se líder de mercado na inovadora tecnologia de fibra de vidro com vendas de US$ 6,3 bilhões em 2005. Conta com o trabalho de 20.000 funcionários, distribuídos em 25 países. Site www.owenscorning.com.br | Por: Comunique-se

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira
 Consulta inválida: