Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/04/2007 - 08:00

CMA CGM projeta crescimento de 53% no Brasil e inaugura dois novos serviços


A CMA CGM planeja crescer 53% no Brasil este ano, aumentando seu market share de 7% para 9,5%. A empresa é a terceira maior transportadora marítima do mundo e iniciando esta nova fase no país lançou no primeiro trimestre os novos serviços SAMWAF e o Vasco Express. O serviço SAMWAF começou a ser oferecido desde março e já é considerado a melhor linha quinzenal entre Brasil e África. Realizado pela subsisiária DELMAS, empresa do grupo especializada na rota comercial para a África, o SAMWAF liga os portos brasileiros de São Francisco do Sul, Santos e Rio de Janeiro à Luanda, em Angola e Pointe Noire (Ponta Negra), no Congo. Esta nova linha é operada em parceria com a Nile Dutch-NDS.

Neste serviço, a preferência é para o transporte de cargas leves e são utilizados dois porta-contêineres, cada um com capacidade de 1.300 Teus (sigla em inglês que indica a capacidade em contêineres). O transporte é direto e realizado em 16 dias (entre Santos e Luanda). Um serviço de transbordo é oferecido para Argentina, Uruguai e Paraguai, via portos do Rio de Janeiro e Santos. Em Pointe Noire, igualmente há transbordo para outras direções na África, utilizando os serviços locais da DELMAS, que possui extensa rede local para apoiar os clientes brasileiros.

O VASCO EXPRESS foi inaugurado em fevereiro de 2007, quando a CMA CGM iniciou as operações da inédita linha expressa Brasil-Índia-Oriente Médio, com o navio “CMA CGM Rio Grande“. Com periodicidade semanal e sete navios no transporte, o serviço disponibiliza um total de 1.850 Teus em cada carregamento. Há também 350 plugs para conexão de contêineres refrigerados. Este serviço liga os portos do Rio de Janeiro, Santos, Paranaguá, São Francisco do Sul e Rio Grande com os portos de Salalah, em Oman; Khor Al Fakkan, nos Emirados Árabes; Nhava Sheva, na Índia; Port Louis, nas Ilhas Mauritius e Durban, na África do Sul. O retorno do porto de Durban é sem escalas para o Rio de Janeiro.

Um serviço próprio de feeder interliga o porto de Salalah (em Oman) aos demais portos no Mar Vermelho e Golfo Pérsico. Feeder é um serviço prestado pelo transportador, que utiliza navios porta-contêineres de pequeno porte (chamados alimentadores) em portos que não oferecem calado ou estrutura operacional aos porta-contêiners de longo curso. Para a companhia, esta nova rota representa um acréscimo de 15.000 Teus em volume transportado ao ano.

O serviço New Brazex também teve acréscimo de portos no Brasil. Agora, a linha semanal entre a América do Sul, Caribe e Flórida abrange os portos de Itajaí, Santos, Rio de Janeiro, Paranaguá, São Francisco do Sul, Suape e Fortaleza. A linha é operada por quatro navios com capacidade de 1500 Teus.

Em 2006, a companhia francesa movimentou 210 mil Teus no Brasil e a previsão para este ano é o transporte de 340 mil Teus. O crescimento das atividades no país tem sido crescente: em 2005 detinha participação no mercado nacional de 6% e em 2006, alcançou 7%.

“A perspectiva é da CMA CGM no Brasil é continuar crescendo, por isso o Brasil é prioridade estratégica para todo o grupo CMA CGM no mundo. As transações comerciais entre Brasil e China tendem a crescer cada vez mais”, enfatiza o diretor comercial da CMA CGM do Brasil, Luiz Guilherme Pochaczevsky.

Mundialmente, a companhia comemora os bons resultados de 2006: aumentou seu crescimento em 5%, faturando U$ 8.42 bilhões com o transporte de 5.98 milhões Teus. O grupo CMA CGM, que tem sede em Marselha, na França, conta atualmente com 11,5 mil empregados, dentre eles 330 no Brasil.

Outro diferencial da empresa é a rede de 20 escritórios regionais (maior rede entre as armadores de longo curso que operam no Brasil e vai do Amazonas ao Rio Grande do Sul). O serviço porta-a-porta facilita o desembaraço de cargas. Municípios como Petrolina (PE), Maringá (PR), Limeira (SP), Belo Horizonte e Uberlândia (MG) foram considerados estratégicos para a implantação desses escritórios. Em Uberlândia, foi concretizada uma parceria com a Companhia Vale do Rio Doce e montado um terminal alfandegado com área para armazenamento e movimentação de cargas.

A companhia opera no país com oito navios próprios, em 20 serviços de longo curso, chegando e partindo de praticamente todos os portos nacionais, de Manaus ao Rio Grande. Líder no transporte marítimo francês, nos últimos três anos a companhia investiu mais de US$ cinco milhões no Brasil.

A carga que mais movimenta entre o Brasil e o restante do mundo é composta de produtos pré-fabricados de madeira, madeira, peças de automóveis, equipamentos industriais, além de cargas refrigeradas, que registram forte aumento de demanda, sobretudo sucos, carnes bovina e suína e frango.

Mundialmente, a CMA CGM possui uma frota de 280 navios, que liga 350 portos em todos os continentes. Com uma rede de 600 escritórios e agências comerciais em 150 países, a companhia possui a maior rede de agências e escritórios regionais do setor no Brasil, e foi a empresa que mais realizou parcerias para oferecer um pronto-atendimento às demandas dos clientes. | www.cma-cgm.com

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: