Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/10/2008 - 10:03

BID e Espanha estabelecem um novo fundo para melhorar os serviços de água e saneamento na América Latina e no Caribe


San Salvador, El Salvador – O Governo da Espanha e o Banco Interamericano de Desenvolvimento assinaram um acordo para colaborar na execução do Fundo de Cooperação para Água e Saneamento, uma iniciativa espanhola que, segundo as previsões, deve destinar US$ 1,5 bilhão em doações para os países da região nos próximos quatro anos.

Pelo acordo, a Espanha estabelecerá as prioridades e avaliará o impacto dos projetos financiados pelo Fundo, enquanto o BID se encarregará de identificar e preparar investimentos específicos e de monitorar sua execução e avaliação em um trabalho coordenado com os governos beneficiados. O acordo foi anunciado durante a XVIII Cúpula Ibero-Americana, realizada em San Salvador.

“É uma satisfação comprovar que, um ano depois de minha declaração na XVII Cúpula Ibero-Americana, em Santiago do Chile, o Fundo de Cooperação para Água e Saneamento é agora uma realidade”, disse o Primeiro-Ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

O memorando de entendimento para estabelecer o Fundo Espanhol de Água e Saneamento foi assinado por Luis Alberto Moreno, Presidente do BID, Soraya Rodríguez, Secretária de Estado de Cooperação Internacional e Presidente da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), e David Vegara, Secretário de Estado da Economia da Espanha.

A Espanha contribuirá com €300 milhões em 2008 como primeiro aporte para o novo fundo que será constituído no BID. As doações poderão financiar projetos de abastecimento de água potável, esgotos, tratamento de águas residuais, drenagem de águas pluviais urbanas, gestão de recursos hídricos, adaptação às mudanças climáticas, eficiência e gestão operacional.

Moreno elogiou a iniciativa espanhola, destacando que ela se concretiza em meio a uma crise financeira mundial, em um momento em que muitos governos enfrentam pressões para fazer cortes em suas contribuições para o desenvolvimento.

“É uma contribuição extraordinária que ajudará a reduzir a defasagem da cobertura de água e saneamento na América Latina”, disse Moreno. “Este gesto não só demonstra a generosidade do povo espanhol e sua solidariedade para com nossa região, mas também nos desafia a pensar grande, a buscar soluções ambiciosas e definitivas para esses problemas”, acrescentou o presidente do BID.

Moreno ressaltou que pelo menos 85 milhões de pessoas na América Latina e no Caribe ainda não têm acesso a água potável e cerca de 115 milhões vivem sem saneamento básico.

Poderão ter acesso ao Fundo todos os países membros da Comunidade Ibero-Americana de Nações e o Haiti. Serão elegíveis para as doações entidades governamentais nacionais, regionais ou locais e empresas estatais, cooperativas e outros tipos de entidades prestadoras de serviços de água e saneamento.

“Consideramos que o acesso universal a serviços de água e saneamento é um requisito fundamental para que se obtenham avanços no sentido do objetivo final da política espanhola de cooperação para o desenvolviment a luta contra a pobreza”, disse Rodríguez, Secretária de Estado de Cooperação Internacional e Presidente da AECID. | www.iadb.org

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira