Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

28/02/2007 - 15:57

Presidente da Comissão da União Africana afirma no Rio de Janeiro que a África será o maior mercado mundial dentro de 30 anos


O presidente da Comissão da União Africana (UA) e ex-presidente do Mali, Alpha Oumar Konaré, realiza visita oficial ao Brasil no período de 25 a 28 de fevereiro corrente. Em Brasília, onde chega hoje, dia 27, o Presidente da Comissão da UA será recebido pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, manterá encontro com o Ministro Celso Amorim e será homenageado com almoço no Palácio Itamaraty. No Rio de Janeiro, onde cumpriu programação nos dias 26 e 27, Konaré visitou as instalações da Fiocruz e participou de reunião na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

E Firjan convida África para expor no Fashion Rio - A próxima edição do Fashion Rio, em junho, terá um estande dedicado ao continente africano. A parceria foi acertada entre o presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, e o presidente da Comissão da União Africana (UA), Alpha Oumar Konaré.

Ex-presidente do Mali e presidente da União Africana desde 2003, Konaré está em missão oficial ao Brasil e pretende aprofundar a relação entre seu continente e os brasileiros. Ele defende a integração do hemisfério sul como forma de fortalecer a posição desses países nas relações com os países mais ricos. O presidente Eduardo Eugenio concorda com essa teoria. “Ao Norte nunca interessou a união do Sul, já que assim eles podiam negociar acordos e preços com cada país, obtendo mais vantagens”, afirmou.

Alpha Kounaré elogiou a política de aproximação do Governo brasileiro com a África e ressaltou a necessidade de fazer as intenções saírem do papel para o mundo real. “Sem a participação do meio empresarial e da sociedade, isso nunca vai acontecer”, observou.

Para Eduardo Eugênio, a participação africana no Fashion Rio pode ser um bom primeiro passo: “A confecção é uma atividade de uso intensivo de mão-de-obra. Além do mais, na proposta do Fashion Rio cabem bem a influência e o exotismo africanos. Se juntarmos os talentos do Brasil e da África, certamente teremos alguma coisa nova para vender”.

O presidente da Comissão da União Africana disse que a África será o maior mercado mundial em expansão dentro de 30 anos, já que tem riquezas naturais abundantes, uma população de 1,9 bilhão de pessoas – equivalente à soma da União Européia mais as três Américas – e carência de infra-estrutura.

Do Rio, Alpha Konaré seguiu para Brasília, onde estava prevista a assinatura do Acordo Básico de Cooperação Técnica entre o Brasil e a União Africana. O objetivo é criar condições para que ambos os lados desenvolvam programas de cooperação técnica em áreas de interesse mútuo, tais como agricultura, saúde, educação, meio ambiente e energia.

A União Africana (UA), fundada em 2002, é a organização que sucedeu a Organização da Unidade Africana. Sediada em Adis Abeba, na Etiópia, e baseada no modelo da União Européia, ela reúne 53 países e ajuda na promoção da democracia, direitos humanos e desenvolvimento na África, especialmente no aumento dos investimentos estrangeiros.

Criada em 2002, como sucessora da Organização da Unidade Africana, a União Africana conta com 53 países-membros, tendo sede em Adis Abeba, Etiópia. A UA tem buscado mobilizar esforços para a modernização e a integração do continente, bem como contribuir para a paz e a estabilidade na África. A UA busca, igualmente, promover maior coordenação política dos países africanos sobre temas de relevo da agenda internacional, tais como democracia e governança, direitos humanos, reforma das Nações Unidas e monitoramento de crises.

O diálogo brasileiro com a União Africana tem registrado significativo avanço na gestão do Presidente da Comissão Alpha Konaré, especialmente a partir da reabertura da Embaixada do Brasil na Etiópia, em 2005. A renovada cooperação do Brasil com a UA refletiu-se na organização de dois importantes eventos no ano passado: a II Conferência de Intelectuais da África e da Diáspora (II CIAD, Salvador, julho/2006) e a I Cúpula África-América do Sul (AFRAS, Abuja, Nigéria, novembro/2006).

Durante a visita, deverá ser assinado Acordo Básico de Cooperação Técnica entre o Brasil e a União Africana, primeiro instrumento jurídico a ser firmado com aquela organização. O Acordo estabelece moldura jurídica para o desenvolvimento de programas de cooperação técnica em áreas de interesse mútuo, tais como agricultura, saúde, educação, meio ambiente e energia.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira