Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

Controall desenvolve eletroduto flexível indicado para uso em portos e terminais


A privatização do setor portuário contribuiu para dinamizar a produtividade do segmento no Brasil. No período compreendido entre 1993 e 2006, os portos e terminais ampliaram sua movimentação de cargas em 73%, passando de 360 milhões para 650 milhões de toneladas. Considerando-se o crescimento da economia como um todo e a expansão do comércio exterior, estimulados principalmente pelas áreas de agronegócios, siderurgia e mineração, estima-se que a movimentação de cargas pelos portos brasileiros deva chegar a 900 milhões de toneladas nos próximos quatro anos.

Ciente da importância da sua participação nesse processo, o setor empresarial está investindo de forma maciça em equipamentos de ponta para otimizar ainda mais suas operações. Com base nessa tendência, a Controall Tecnologia em Automação, especializada no segmento de instalação e automação industrial, desenvolveu uma linha de eletrodutos flexíveis que, em conjunto com conectores com alto grau de vedação IP68(que permite até mesmo operações submersas), garantem o melhor funcionamento dos ativos utilizados na área portuária.

Roberto Pereira, diretor da Controall, explica que os eletrodutos são empregados para proteger fios e cabos utilizados nas instalações, tornando-os imunes à ação do tempo e às condições climáticas. “Nos portos e terminais, normalmente a fiação dos equipamentos fica exposta ao ar livre, podendo ser danificada pela exposição excessiva ao sol e à chuva. Com o uso do eletroduto flexível o grau de segurança é ampliado uma vez que estes, além de serem extremamente flexíveis e leves, possuem proteção UV (contra raios ultra-violeta), o que permite sua utilização em ambientes externos”, explica Pereira. O diretor acrescenta ainda que os eletrodutos foram desenvolvidos de acordo com as principais normas internacionais, tais como a UL, CE, CSA, VDE, entre outras, e por serem livres de halogênio, são também recomendados para uso em outros segmentos industriais, tais como: farmacêutico, alimentício, automotivo, químico, siderúrgico, papel e celulose, entre outros.

Essa linha de dutos é resistente a produtos químicos, inclusive a óleos hidráulicos e minerais, sendo que, em condições normais, suportam variações de temperaturas de -50ºC até 120ºC, podendo inclusive tolerar até 150ºC, por um curto período de tempo. Nesse sentido, podem ser empregados em ambientes adversos, onde costumam ocorrer respingos e pequenos jatos de líquidos, ou mesmo em locais onde fios e cabos permanecem em dutos imersos sob pressão.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: