Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

Lideranças mostram caminho para estabilidade do Líbano

Paris - Siniora, a Secretária de Estado Rice e os líderes de negócios encontraram-se na Paris III, uma conferência internacional de doadores na capital francesa com o objetivo de identificar modos de construir um futuro mais promissor para as pessoas do Líbano. Lá eles discutiram o papel crucial das parcerias público-privadas para ajudar a reconstruir o Líbano para um futuro melhor através da expansão do alcance da educação e do treinamento da mão de obra, a criação de empregos e a construção de uma infra-estrutura tecnológica.

Quatro dos líderes de negócios, Craig Barrett, Chairman da Intel Corporation; John Chambers, Chairman e CEO da Cisco Systems, Inc.; Yousif Ghafari, Chairman da GHAFARI, Inc.; E Dr. Ray Irani, Chairman, Presidente e da Occidental Petroleum Corporation, formaram a Parceria Líbano- Estados Unidos em setembro, atendendo à solicitação do Presidente dos Estados Unidos, George W. Bush.

Além disso, Steve Ballmer, CEO da Microsoft foi apresentado hoje como um novo membro do grupo de liderança da parceria com o Líbano.

"O Líbano enfrenta desafios reais e substanciais em virtude do conflito recente, com danos às residências, escolas e a outras infra-estruturas que custam bilhões de dólares. A Parceira Líbano-Estados Unidos é uma grande aliada do povo do Líbano e líder no esforço de organizar apoio internacional para os esforços de reconstrução. Continuaremos a trabalhar com os líderes da Parceria para proporcionar um futuro mais estável e próspero para o povo libanês," disse Fouad Siniora, Primeiro-Ministro do Líbano.

"Os Estados Unidos estão profundamente preocupados com o povo do Líbano e estão comprometidos em encontrar soluções duradouras para os desafios que eles enfrentam," disse a Secretária de Estado Americano Condoleezza Rice. "A Parceria- Líbano-Estados Unidos está fazendo um progresso importante na direção desse objetivo, ajudando a implantar a fundação para um crescimento econômico sustentável e estabilidade a longo prazo."

Hoje a Parceria anunciou as iniciativas em cinco áreas-chave críticas para a criação de um crescimento econômico sustentável na região que inclui a resposta e o alívio à crise, a infra-estrutura de tecnologia de informação e comunicação (ICT), o treinamento da força de trabalho, a criação de empregos, a revitalização do setor privado e um governo conectado.

Resposta e Alívio à Crise - A Parceria está trabalhando com organização não governamentais com experiência comprovada no Líbano para ajudar a atender as necessidades imediatas de moradia adequada, educação e treinamento da força de trabalho. Hoje a Parceria anunciou uma série de medidas que estão sendo tomadas pelas Organizações Não Governamentais que são financiadas pela Parceira, incluindo: -A Habitat for Humanity (HFH) ajudará aproximadamente 50 famílias a reparar as casas danificadas e estabelecerá um novo Centro de Recursos para Habitação para ajudar nos programas de resposta a desastres em andamento, ajudando direta ou indiretamente mais de 3.500 pessoas.

-A United Nations Children's Fund (UNICEF) acelerará os esforços para devolver a normalidade às crianças e às famílias com foco na melhoria da saúde e da nutrição, proteção às crianças e educação. Como parte desse esforço a UNICEF reabilitará 10 escolas no sudeste do Líbano, com a ajuda parcial dos voluntários jovens trazidos das áreas atingidas e de outras partes do país.

-A American Near East Refugee Aid (ANERA) distribuirá recursos da Parceira entre 10 comunidades libaneses do sudeste para disponibilizar às populações mais necessitadas materiais de treinamento educacional e de trabalho através da Tecnologia de Informação e Comunicação (ICT).

-A Mercy Corps reabilitará 10 escolas, expandindo suas ofertas extracurriculares, fornecendo acesso à Tecnologia da Informação e treinamento em computadores e incentivando o engajamento das escolas entre os pais e outros membros da comunidade.

Intra-estrutura de Tecnologia da Informação e das Comunicações: Atualmente, o Líbano está sobrecarregado por uma infra-estrutura de Tecnologia de Informação e de Comunicação incipiente e ineficiente. A Parceria comprometeu-se a apoiar o desenvolvimento de um Gateway Internacional e de um Internet Exchange Point para o Líbano que ajudará a desenvolver a economia do Líbano ao disponibilizar comunicações abertas em um ambiente competitivo. Esse suporte pode incluir a doação de equipamentos, treinamento e consultoria. O Gateway Internacional oferecerá uma conectividade internacional da Internet melhorada para o Líbano, e o Internet Exchange Point fortalecerá a infra-estrutura local para estimular o desenvolvimento da economia local. Este projeto tem o potencial de melhorar a velocidade e a eficiência do fluxo de tráfego da Internet em todo o Líbano e ajudará a diminuir os custos.

A ajuda também será disponibilizada para a Autoridade Reguladora das Telecomunicações do Líbano ao estabelecer um ambiente adequado para a Tecnologia de Informação e de Comunicação no Líbano capaz de promover a inovação, o investimento e o desenvolvimento da infra-estrutura.

Treinamento da mão de obra - O crescimento sustentável da economia no Líbano exige mão de obra especializada e negócios construídos para competir em um mercado global. A Parceira está trabalhando para identificar e colocar 500 libaneses estagiários no Líbano e nos Estados Unidos nos próximos três anos. Os membros da Parceria tinham se comprometido inicialmente a admitir 115 estagiários em suas próprias empresas.

Além disso, a Cisco comprometeu-se a dobrar o número de suas Networking Academies no Líbano. O programa Networking Academy prepara estudantes para trabalhos na área de TI através de uma combinação de aprendizagem online, curriculum e-learning e trabalhos práticos em laboratório.

Criação de Empregos/ Revigoramento do Setor Privado - O crescimento do setor privado do Líbano é a chave para a criação de empregos para o povo libanês. Durante os últimos meses, a Parceria conduziu um extenso programa de doações e trabalhou com os envolvidos locais para identificar os projetos do setor privado que poderiam ser acelerados através da injeção de capital e joint ventures com as empresas ao redor do mundo. O resultado desse programa é uma lista inicial de mais de 100 projetos prometidos em seis principais indústrias - tecnologia, turismo, bancário e financeiro, agrobusiness, cuidados de saúde e fabricação - que irão contribuir com a criação de empregos no Líbano.

A fase de aceleração do projeto será iniciada em meados de fevereiro, e a Parceria trabalhará com a Câmara de Comércio dos Estados Unidos, com a Overseas Private Investiment Corporation e com o Near East Consulting Group para criar joint ventures entre os negócios libaneses e os parceiros de negócios estrangeiros compatíveis e para fornecer os fundos necessários e os incentivos de seguro. Isso será feito com a ajuda das principais organizações de desenvolvimento de negócios libaneses, incluindo a Kafalat, IDAL e a AmCham.

Governo Conectado - A tecnologia tem uma função extremamente importante nos serviços sociais proporcionados pelo governo do Líbano ao seu povo. Por essa razão, a Parceria providenciará o acesso on-line da comunidade no Líbano, disponibilizando pontos de acesso que oferecerão recursos sociais como treinamento de trabalho, informações sobre cuidados de saúde, recursos globais como bibliotecas on-line e outros conteúdos de mídia ricos e serviços do governo aos cidadãos do Líbano.

"A Microsoft trabalha com o governo do Líbano e com as Organizações Não Governamentais há anos, colaborando com projetos de educação, com os esforços de expansão do acesso à tecnologia e com as soluções e-government," disse Steve Ballmer, CEO da Microsoft. "Então estamos felizes em nos envolver com o Fundo de Parceria Líbano-Estados Unidos. Isso amplia nossos esforços contínuos de ajudar a estimular a estabilidade e promover o desenvolvimento em todo o Oriente Médio."

A Microsoft apóia o acesso à tecnologia e o treinamento em TI para as escolas e as comunidades através de seus programas voltados para os cidadãos Unlimited Potencial e Partners in Learning. No Líbano a Microsoft trabalha para ajudar os estudantes, órfãos, os mais velhos e as pessoas com deficiência e para ajudar os pequenos e médios negócios a ter sucesso.

"O Líbano somente será reconstruído através de ações com foco na melhoria da infra-estrutura educacional e econômica, disse Craig Barrett, Chairman da Intel Corporation. "O primeiro $1 milhão em doações do Fundo de Parceira Líbano-Estados Unidos melhorará os esforços de alívio existentes. Ao colaborar com as Organizações Não Governamentais com experiência comprovada nosso objetivo é acelerar o atendimento das necessidades imediatas de moradia adequada, educação e treinamento dos trabalhadores.

"Somente ocasionalmente você tem uma oportunidade de fazer a diferença na vida de uma pessoa, muito menos em uma comunidade. Através dessa parceira, temos a chance de fazer a diferença em um país e talvez até em uma região," disse John Chambers, Chairman e CEO da Cisco. "Após visitar o Líbano, vi em primeira mão os sérios desafios do que o país tem que enfrentar. Através dos esforços desta Parceria, podemos fazer uma contribuição significativa não apenas na reconstrução do Líbano mas também para ajudar a posicionar o país para liderança no futuro. Através de uma combinação única de parcerias público-privadas e do apoio da comunidade global, juntos podemos alcançar o que nenhum de nós pode fazer sozinho. Não podemos subestimar os desafios associados a esse esforço, nem podemos nos dar ao luxo de ignorar as enormes necessidades que desafiam o país e todos os seus cidadãos. A hora de agir é agora."

"É meu objetivo pessoal ajudar o Líbano a voltar a ser o país que eu vi crescer", disse Yousif Ghafari, Chairman da GHAFARI, Inc "O Líbano era chamado de Suíça ou de Paris do Oriente Médio; havia comércio e turismo: as pessoas de diferentes religiões viviam pacificamente como vizinhos. Éramos hospitaleiros e empreendedores e nosso pequeno país dava as boas-vindas ao mundo com sua sofisticada vida noturno, praias e resorts nas montanhas. O mundo mudou e o Líbano perdeu seu brilho mas seu povo não perdeu sua vontade de viver em paz, sua tolerância e prosperidade. Eu acredito firmemente que com o nosso capital humano, nossas excelentes instituições educacionais e o empreendedorismo libanês faremos uma vez mais do Líbano um exemplo para a região onde diferentes credos e culturas podem viver juntas em paz e harmonia, um oásis de tolerância e prosperidade em uma região volátil e cada vez mais intolerante do mundo. Não podemos perder esta geração para a ignorância, para a falta de oportunidades econômicas e para a perda de esperança; se fizermos isso, teremos perdido o Líbano. Não poderemos ter paz sem a esperança de um futuro para os jovens; eles não têm conforto na memória do que o Líbano era; eles precisam de educação e de oportunidade e farão um novo Líbano. O Líbano que eles construírem, entretanto, está acima de nós; eles podem ir para a luz ou podem ir para as trevas da intolerância religiosa e cultural e se tornarem cegos e violentos pelo ódio às coisas do Ocidente. Eles podem trabalhar pela paz ou fazer a guerra; Meu desejo e a razão da minha participação nesse esforço é trabalhar pela paz. Cada pequeno passo em direção à paz é um passo para longe da guerra."

"Nunca houve uma ocasião mais importante para o povo Americano mostrar seu apoio e generosidade para com aqueles em necessidade no Líbano," disse o Dr. Ray Irani, Chairman, Presidente e CEO da Occidental Petroleum Corporation. "Eu continuo, juntamente com o Ocidente, a apoiar muito ativamente uma ampla gama de organizações educacionais, de cuidados de saúde e de filantropia em todo o Oriente Médio Árabe, incluindo o Líbano. Permanece minha esperança que o trabalho da Parceria Líbano-Estados Unidos, juntamente com contribuições importantes de inúmeras organizações não governamentais em todos os Estados Unidos e ao redor do mundo, possam ajudar o Líbano a alcançar uma recuperação mais rápida e a promoção de uma paz duradoura e estabilidade na região." | www.lebanonpartnership.org | Por: AE/Business Wire Latin America

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira