Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

Nova Cedae transfere processos para a Procuradoria Geral do Estado


A Cedae assinou um convênio hoje, 30 de janeiro, em que a Companhia transfere 14 processos para a PGE, que faz parte da reestruturação e modernização da Nova Cedae. A assinatura foi na sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE), pelo presidente da Cedae, Wagner Victer, e a procuradora geral do Estado do Rio de Janeiro, Lúcia Léa Guimarães Tavares, ao lado do procurador Leonardo Spínola, hoje, responsável pelo novo setor jurídico da Cedae.

A transferência de processos para a PGE inclui a ação contra a empresa Águas de Niterói. Com isso economizaremos, no total, cerca de R$ 1,5 milhão por ano. - Com essa economia, poderemos colocar mais recursos em novos investimentos,- esclarece o presidente da Cedae.

Victer, destaca mais esse acordo inédito, “Esta é uma demonstração clara do profissionalismo do novo setor jurídico da Cedae, coordenado por três procuradores. A transferência para a PGE é muito importante para a modernização da Companhia, e com isso, vamos melhorar a defesa de todas as nossas ações”, salientou Victer.

A procuradora geral do Estado, Lúcia Léa, também demonstrou a importância deste acordo. “Este convênio efetivamente contribuirá na resolução dos problemas da Cedae no judiciário. Estaremos atentos e os processos, dado a sua importância, serão tratados como processos prioritários”, disse Lúcia Léa.

Ainda segundo Victer, o processo contra a empresa Águas de Niterói será uma das prioridades destacadas pela Procuradora. “Vendemos água para a Águas de Niterói com um custo inferior ao de nossa produção, desconto esse, que não é repassado aos clientes da região. Com a PGE cuidando disso, esperamos reverter logo essa situação”.

- Victer espera que com esta entre outras decisões vá reverter a imagem tão desgastada da Companhia, por incompetência ou até má fé com a condução dos trabalhos da empresa, mas adverte: “tudo será apurado e encaminhado aos órgãos competentes”, -como OAB, por exemplo. | Crédito da foto: José Paulo/Fator Brasil

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: