Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

17/06/2008 - 09:55

Ilha Bradesco celebra centenário da imigração japonesa


Com nova e rica ambientação, espaço realiza programação temática, que inclui cursos, oficinas, debates e até o “Rokugatsu Matsuri”, uma inusitada festa junina.

A Ilha Bradesco, no Second Life, confere ineditismo às comemorações do Centenário da Imigração Japonesa ao Brasil, promovendo um diversificado ciclo de eventos, ao longo do mês de junho. Na era dos mundos virtuais, a programação traz uma perspectiva inovadora e sem fronteiras, para a renovação de laços culturais e de negócios entre Brasil e Japão. “Nada mais oportuno que promover uma reaproximação potencializada por redes digitais”, explica o curador do Centro Cultural Bradesco, no Second Life, Gilson Schwartz.

Ao reverenciar a cultura japonesa, a programação inclui requintes de detalhes, inclusive, na ambientação da Ilha Bradesco, especialmente criada pela Agência Meta Mídia Digital para a temporada. Vale conferir os efeitos especiais e os belos cenários, com elementos da cultura milenar, suas cores, arquitetura, vegetação e sons típicos.

Para participar das atividades ou simplesmente visitar a Ilha Bradesco e seu Centro Cultural, basta acessar http://tinyurl.com/2ax7xe; antes, é necessário se cadastrar no Second Life e realizar o download da plataforma através do site http://www.mainlandbrasil.com.br Grátis.

“Rokugatsu Matsuri”, a festa junina - Na próxima quarta-feira, 18 de junho, às 20h, o “Rokugatsu Matsuri”, a festa junina que mistura tradições japonesas e brasileiras, promete integrar avatares do planeta, em clima de muita música, diversão, brincadeiras e direito a brindes oferecidos pela Livraria Cultura e SPCB - São Paulo Convention Bureau.

O Concurso de Fantasias Japonesas está entre os destaques da noite, e elegerá as melhores referências aos 100 Anos da Imigração, nas categorias Luxo, Originalidade e Histórico. Na Caça ao Tesouro, os vales-brinde deverão ser descobertos pelos participantes, e podem estar numa cerejeira em flor, em algum lugar no templo budista, no barco japonês ancorado no deck. Como confetes, muitos brindes poderão, inclusive, até “cair do céu”, no meio da festa.

Auditório virtual do Centro Cultural Bradesco sedia oficinas temáticas - Ciclo Mulheres do Japão: Jardim Japonês, Cerimônia do Chá, Estampas e Kimonos. A oficina é ministrada pela pesquisadora Roseli Bizari, que viveu no Japão por 10 anos e se especializou em formas de artes milenares, habitualmente associadas à mulher. Sexta-feira, 20/06; e segunda-feira, 23/06, às 20h.

Japonesas em São Paulo, Paris e Tóquio - A socióloga, Nadya Araújo Guimarães, traz suas experiências e pesquisas sobre redes sociais, para debater oportunidades ocupacionais, desigualdades de gênero e étnico-raciais no trabalho e no desemprego. Terça-feira, 24/06, às 21h.

A Mulher Japonesa: Mitos e Ícones - Doutoranda em Sociologia na USP e graduada em Ciências Políticas na Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, Yumi Garcia dos Santos debate as relações entre gêneros, as mulheres chefes de família monoparental e as políticas públicas existentes no Japão. Segunda-feira, 30.06, às 20h.

18/06, quarta-feira, 17h – A Escultura Budista, participação de Fernando Chamma | 25/06, quarta-feira, 19h – Saltos de Desenvolvimento: Plataformas Digitais, com Mitsuhiro Kagami. | 25/06, quarta-feira, 21h – Mercados Audiovisuais Digitais no Japão Contemporâneo. Participação de representantes da Digital Content Association of Japan | 27/06, sexta-feira, 20h – Games e Economia dos Mundos Virtuais no Japão e na Ásia, com Jushua Fouts, da Dancing Ink; e Celso Singo, da Fluxstreets | 27/06, sexta-feira, 21h – Existe um modelo de produção japonês? Participação da Engenharia de Produção da USP com Mario Salerno, André Leme Fleury e Guilherme Ary Plonski

Enviar Imprimir

© Copyright 2006 - 2017 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira