Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

21/12/2021 - 07:44

Enel e Governo de SP entregam 3ª fase da iluminação inteligente na ciclovia novo Rio Pinheiros


Projeto contempla a instalação de mais 178 pontos de iluminação LED inteligente em um trecho adicional de quatro quilômetros da ciclovia em São Paulo. Já são 568 pontos e 14 quilômetros iluminados nas três fases. Iniciativa prevê uma série de tecnologias de última geração, como wifi público, sensores e câmeras

A Enel Distribuição São Paulo, a Enel X e o Governo do Estado de São Paulo entregaram no dia 17 de dezembro (sexta-feira), a terceira fase do sistema de iluminação da Ciclovia Novo Rio Pinheiros. Foram adicionados 178 pontos de iluminação inteligente no trecho entre a ponte do Jaguaré e a Cidade Jardim, zona sul da capital paulista, totalizando mais quatro quilômetros (km) de extensão nesta etapa.

A iniciativa faz parte de um plano mais amplo da Enel e do Governo de São Paulo para transformar o local na primeira ciclovia inteligente do País por meio de tecnologias inovadoras. —Este tipo de parceria que estamos fazendo com a Enel, onde os setores público e privado trabalham em conjunto, é o que há de mais moderno em termos de gestão —disse João Dória, governador do Estado de São Paulo, que também parabenizou a Enel pelo investimento que vem sendo realizado.

A nova entrega se junta aos outros 390 pontos de iluminação LED que haviam sido anteriormente instalados em um trecho de cerca de 10 km de extensão, correspondentes às primeira e segunda etapas do projeto, concluídas respectivamente em maio e julho deste ano. Os trechos foram dotados com a tecnologia Smart Lighting, que permite o gerenciamento do sistema de forma remota. Com esta nova fase, serão 14 km de ciclovia iluminados com esta nova tecnologia.

—A iluminação da ciclovia reforça o compromisso do Grupo Enel em trazer para a cidade de São Paulo o que há de mais inovador no setor elétrico global, oferecendo novas tecnologias, novos produtos, inovação e um serviço de melhor confiabilidade e qualidade para os seus clientes —afirma o presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier.

A Enel X estuda ainda implantar ainda uma série de tecnologias de cidades inteligentes de última geração no local, como wi-fi público, sensores e câmeras. A implantação do sistema de iluminação pública, além de trazer mais segurança aos ciclistas que frequentam o local, irá possibilitar a ampliação do horário de funcionamento da ciclovia para o período noturno, num local que também está se transformando num fantástico ambiente de convivência e lazer.

—Esse projeto da ciclovia é muito especial para a Enel X. Ele resume a nossa visão para as cidades inteligentes, circulares e sustentáveis do futuro. Queremos ser parceiros de prefeituras e governos para transformar os centros urbanos em espaços inteligentes, digitais, descarbonizados, circulares e sustentáveis, melhorando a qualidade de vida para todos os cidadãos e já estamos na terceira fase deste projeto —afirma o responsável pela Enel X no Brasil, Francisco Scroffa.

Além do sistema de iluminação, a Enel também instalou na ciclovia duas “árvores solares”: uma na altura da estação Cidade Universitária e outra na Jurubatuba. Os equipamentos possuem design semelhante a uma planta natural e que, por meio de filmes fotovoltaicos em suas “folhas”, capturam a energia solar e convertem em energia elétrica, podendo servir como fonte de carregamento via USB para celulares e tablets, além de iluminação para o período noturno.

A estrutura possui dimensões que lembram uma árvore: cerca de 3 metros de altura e pouco mais de 4 metros de largura. Os equipamentos contam com capacidade para realizar uma geração independente e sustentável de energia, e possuem cinco saídas USB para uso das pessoas que frequentam os locais. Devido ao seu formato, com cinco folhas e iluminação decorativa em LED, também compõem de forma harmoniosa a paisagem dos ambientes onde estão sendo instaladas.

—O projeto das “árvores solares” faz parte de uma iniciativa conjunta com o Governo do Estado de São Paulo e irá beneficiar todos os cidadãos. Deste modo, a Enel Distribuição São Paulo contribui para a promoção da eficiência energética e o uso racional dos recursos energéticos —explica Max Xavier.

A iniciativa da ciclovia inteligente integra o projeto Urban Futurability, ação da Enel que está transformando a Vila Olímpia, também na zona sul da capital, em um bairro digital e sustentável. Nesta região, a Enel Distribuição São Paulo está investindo R$ 125 milhões em mais de 40 projetos inovadores, financiados com recursos de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sendo um dos maiores laboratórios a céu aberto do mundo.

Para o secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, a participação da iniciativa privada no eixo de revitalização do programa Novo Rio Pinheiros implica em diversos benefícios à população. —Sem onerar o Estado, nós estamos implementando novas áreas de lazer e esportes ao longo das margens do Pinheiros, que está sendo despoluído por meio de um grande projeto de saneamento básico, para que as pessoas ocupem estes espaços e tenham uma nova relação com este rio tão importante para a cidade de São Paulo. A nova iluminação aumentará a segurança dos frequentadores e permitirá ampliar seu horário de utilização—;

—A Ciclovia Novo Rio Pinheiros transformou a paisagem ao longo do rio e a rotina de milhares de ciclistas que pedalam atualmente em uma pista excelente, com infraestrutura de apoio, banheiros e agora com iluminação. Isso traz mais segurança para a população e mais tempo para usar a via ao longo da noite também —disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Paulo José Galli.

Parcerias com o Governo de São Paulo — O projeto da ciclovia inteligente da marginal do Rio Pinheiros é mais uma das iniciativas desenvolvidas em conjunto entre a Enel Distribuição São Paulo e o Governo de São Paulo. Um outro projeto na área de Sustentabilidade é o investimento na instalação de 40 “árvores solares” em praças e espaços públicos.

Outro destaque é a participação da concessionária no Programa Nascentes, que tem como objetivo a restauração ecológica em áreas prioritárias no Estado de São Paulo para a proteção e conservação de recursos hídricos e da biodiversidade. Atualmente, a Enel Distribuição São Paulo desenvolve 18 projetos no âmbito do programa, correspondendo a cerca de 61 hectares em restauração, o que equivale a 101.687 mudas ou a 61 campos de futebol.

— As iniciativas de sustentabilidade em andamento e os projetos de inovação na Vila Olímpia demonstram que a Companhia e o Governo de São Paulo desenvolvem parcerias sólidas e em diversas frentes. O Grupo trabalha ao lado do poder público para levar desenvolvimento tecnológico e socioeconômico sustentável às suas comunidades — finaliza Max Xavier.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira