Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

21/09/2021 - 07:34

9 dicas essenciais sobre controle financeiro


Dicas para ter controle financeiro: Você sabe ter controle financeiro? Em uma sociedade extremamente consumista, é mais do que comum gastarmos por impulso e criarmos dívidas que ultrapassam em várias cifras o nosso orçamento pessoal.

O que fazer, então, para mudar esse cenário? É sobre isso que vamos conversar no artigo de hoje. Ao longo do texto, daremos dicas essenciais para todos que desejam administrar melhor o dinheiro que recebem, evitando ou diminuindo possíveis dívidas. Boa leitura!

A importância do controle financeiro — Afinal, por que ter controle financeiro é importante? Será que é apenas para evitar dívidas? Na verdade, esse é um dos fatores, mas ele não é o único.

Quem sabe controlar as próprias finanças consegue fazer o dinheiro render mais, tendo mais liberdade cotidiana para aproveitar todos os benefícios que a vida tem a oferecer. Desse modo, conseguir aquele carro novo, fazer aquela viagem incrível e comprar um apartamento de luxo torna-se muito mais fácil e rápido.

9 dicas para ter controle financeiro — Apesar da importância que possui, não é fácil ter controle financeiro. Para conseguir esse feito, você precisa de paciência, disciplina e das dicas que estão listadas a seguir. Colocando tudo isso em conjunto, temos certeza que será possível utilizar seu dinheiro de modo muito mais efetivo.

Analise quanto você ganha — Coloque no papel quais são os seus rendimentos. Isso inclui as receitas fixas, como salário ou renda de aluguéis, e variáveis, como aquelas vindas de um trabalho extra ou de investimentos.

Caso seja freelancer ou empresário e não tenha uma renda estável todos os meses, tome como base a média recebida nos últimos seis meses.

O importante aqui é ter uma visão clara do valor total que você recebe mensalmente.

Analise o seu custo de vida — Observe seus gastos com aluguel, condomínio, transporte, alimentação, vestuário, internet, colégio dos filhos e conta de água e luz. Isso vai fazê-lo perceber qual o valor mínimo que precisa receber para manter-se no mesmo padrão de vida em que se encontra.

Verifique suas dívidas — Caso tenha dívidas em atraso, este é o momento de listar cada uma delas. Cartão de crédito, cheque especial, financiamento, televisão a cabo, tudo precisa entrar na conta. A partir de então, procure alternativas para negociar cada um desses débitos e ficar livre de pendências. Afinal, isso vai liberar uma grande parte do seu orçamento.

Estabeleça metas — Crie metas para o seu dinheiro, pois, quando se tem um objetivo, fica muito mais fácil manter o controle financeiro sobre sua renda. Assim, estabeleça como propósito fazer uma viagem no final do ano, trocar de carro ou realizar uma reforma em casa.

Também é possível criar metas menores e mais simples, como ficar um mês sem gastar com aquele cafezinho depois do almoço ou não comprar roupas novas durante seis meses.

Avalie os gastos com despesas extras — Observe gastos com academia, salão de beleza, restaurantes e passeios. Perceba o que realmente faz diferença em sua vida e aquilo que você acaba realizando de forma automática, sem aproveitar de fato. Afinal, quantas vezes você pagou por um ano de academia e não foi ao local nem por seis meses?

Com isso em mente, observe o que pode ser cortado do orçamento.

Não compre por impulso — Compras por impulso são sempre ruins. Isso porque, muitas vezes, você nem usa o que comprou e ainda fica com o orçamento desequilibrado. Por isso, reflita várias vezes antes de fazer uma compra de valor elevado.

Compare preços — É comum gastarmos dinheiro sempre nas mesmas lojas, supermercados e restaurantes. Porém, vale a pena pesquisar novos lugares e comparar os preços praticados em cada um deles. Isso pode gerar grandes economias.

Faça uma reserva de emergência — Uma reserva de emergência é essencial para qualquer pessoa que queira ter controle financeiro. Ela nada mais é do que um valor que você economiza para utilizar em momentos extras, como durante um acidente, uma perda de emprego, um gasto não previsto etc.

Quem tem uma reserva de emergência consegue gerenciar o orçamento de modo muito mais efetivo e sem passar sufoco.

Aprenda a investir — Invista seu dinheiro todos os meses. Não importa a quantidade, o importante é cultivar o hábito de realizar investimentos. Sendo assim, procure por aquele que mais combina com o seu perfil e faça aplicações. Desse modo, você usa dinheiro para fazer mais dinheiro.

Com todas as dicas que demos ao longo do texto, temos certeza que será muito mais simples ter o controle financeiro da sua vida, certo?

Afinal de contas, o que você precisa fazer, basicamente, é ter mais consciência sobre os seus gastos e conhecer o próprio orçamento. Fora isso, um pouco de disciplina diante dos impulsos cotidianos é sempre bem-vindo.

Ah, e se não tiver visto este post a tempo e já estiver com as finanças em descontrole, contratar crédito pode ser a melhor alternativa para quitar suas dívidas e não ficar no mercado.

Mas para isso é preciso estar atento às opções que o mercado oferece e entender aquela que mais traz vantagens. O empréstimo com garantia de imóvel, que é oferecido pela fintech CashMe, tem as taxas de juros mais baixas e o prazo para pagamento mais longo, quando comparado a outros tipos de crédito.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira