Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

15/07/2021 - 08:25

Sojicultores brasileiros obtêm resultados positivos no 1S21, aponta análise da Datagro


Consultoria analisa os principais indicadores da saúde financeira dos produtores de soja.

Balanço parcial dos primeiros seis meses de 2021 sobre as finanças dos sojicultores brasileiros, realizado pela Consultoria Datagro, mostra um desempenho geral amplamente positivo, levando em consideração a combinação dos principais indicadores da saúde financeira dos produtores: preços médios praticados, lucratividade e rentabilidade financeira. Analisando o comportamento dos preços, o mais visível dos indicadores, nota-se que as médias em reais observadas nesses primeiros seis meses do ano estão muito acima dos já excelentes resultados vistos em igual momento de 2020. Tomando como parâmetro cinco das principais bases de negociação do País, os preços ficaram de 75 a 85% superiores a igual momento do ano passado nas cotações em reais.

Como os preços vêm evoluindo para cima de forma gradativa e quase linear, o fluxo de comercialização também vem avançando nesse ritmo, com os produtores aproveitando bem cada pico de preços. Até o dia 02 de julho, de acordo com levantamento da Datagro, 80% da safra brasileira deste ano estava comercializada pelos sojicultores, ante 91% em 2020 e 79% na média dos últimos cinco anos.

— Por conta dessa melhora geral nas cotações dos produtos alternativos na safra de verão, o impacto favorável da variável preço nos próximos meses sobre a decisão dos produtores em seguir aumentando a área de soja será decisivo, mas apenas em termos de amplitude da alta, pois não há dúvidas de que a área de soja vai aumentar de novo — diz Flávio Roberto de França Junior, coordenador de Grãos da Datagro.

O segundo importante indicador econômico é a lucratividade bruta, que compara a receita obtida com o custo de produção. O setor vai mantendo lucratividades novamente positivas pelo 15º ano consecutivo, com melhoras consideráveis sobre o ano que passou e basicamente sem chances de reversões até o final do ano. Para chegar a esse desempenho, o setor observou preços médios em reais elevados, e safra com excelentes produtividades. Só limitado pelo aumento nos custos de produção.

A terceira variável é a rentabilidade financeira, ou seja, a decisão de segurar a soja ou vender e aplicar a receita no mercado financeiro. Também aqui a temporada vem apresentando performance positiva e estimulante ao cultivo da soja, embora agora abaixo do excelente desempenho no mesmo período de 2020. No comparativo com os demais ativos financeiros analisados, se apresentou superior a todos, em função do aumento gradativo da exposição ao risco pelo mercado.

— Em outras palavras, guardar a soja para vender mais tarde foi uma boa opção entre janeiro e junho deste ano, quando começou a perder força — destaca França Junior.

A média da soja no Brasil acumulou ganho real (já descontada a inflação) de 3,6% entre janeiro e junho de 2021. Em igual momento de 2020, a média brasileira estava em +19,5%.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira