Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

06/05/2021 - 10:13

Investimento em obras estruturantes é a contribuição da Itaipu


Para o desenvolvimento do País, diz general Ferreira. O diretor-geral brasileiro da Itaipu visitou as principais obras financiadas pela binacional e elogiou o estágio avançado dos trabalhos.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, visitou pela primeira vez, na manhã do dia 05 de maio (quarta-feira ), as principais obras estruturantes financiadas pela empresa em Foz do Iguaçu. Ele esteve acompanhado de assessores e de uma comitiva de profissionais da Diretoria de Coordenação, área gestora dos contratos — entre eles, o diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell. Para Ferreira, o investimento nas obras é uma grande contribuição da Itaipu para o desenvolvimento do País e para a melhoria da qualidade de vida da população.

— Os recursos da venda de energia devem, primeiro, ser destinados aos projetos ligados ao funcionamento da empresa. Depois, em ações que dão sustentação ao nosso reservatório, para garantir que a água esteja em condições para ser usada na produção de energia. E, finalmente, Itaipu tem obrigação de empregar bem os recursos restantes, em projetos que gerem benefícios para a população, como as obras estruturantes que vão servir para o desenvolvimento do Brasil e do Paraguai— avaliou.

A comitiva iniciou o roteiro de visitas às obras executadas com recursos da binacional que geram grande impacto na vida da comunidade local, como a revitalização do Gramadão, as ciclovias e reestruturação de calçadas e a construção do Mercado Municipal, todas localizadas na região da Vila A. — O novo mercado vai alavancar o turismo da cidade e, além disso, apoiar a população local — resumiu o diretor.

O futuro Mercado Municipal está sendo construído na área de um galpão da extinta Cobal, na Vila A, e conta com o investimento total de R$ 14,5 milhões da Itaipu. A previsão de entrega é para os próximos 60 dias. O mercado terá 3.750 metros quadrados e 70 boxes moduláveis, que devem receber diferentes tipos de comércio, como hortifrutigranjeiros, açougue, peixaria, laticínios e frios, empório, bebidas, mercearia, quiosques e restaurante.

Perto dali, a revitalização do Gramadão recebeu um investimento de cerca de R$ 4 milhões da Itaipu. Está prevista a construção de arquibancadas e bancos de concreto, além da instalação de iluminação pública, de fonte luminosa, e a pavimentação em paver e piso emborrachado. O local terá novo paisagismo, um parquinho e outros serviços. A entrega da obra está prevista para agosto de 2021.

Ainda na região da Vila A, a comitiva passou pela nova sede da Fundação Itaipu Brasil (Fibra), cuja construção custou R$ 5,2 milhões; pelo Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), que tem obras previstas no total de 20.818 m² com o investimento de R$ 64,8 milhões; pelas ciclovias que custaram R$ 8,4 milhões e pelo local onde será construído o Centro Integrado de Polícias, no antigo Posto Azteca, e que vai demandar R$ 2,6 milhões. Todas as obras pagas pela binacional.

Do local ao nacional — Depois de conhecer as obras que vão melhorar a qualidade de vida da população local e gerar novos atrativos aos turistas, o diretor-geral brasileiro seguiu para as duas principais obras estruturantes financiadas pela Itaipu: a Ponte da Integração Brasil-Paraguai e a Perimetral Leste (que vai ligar a ponte à BR-277). — A nova ponte é desejada pelos dois países há décadas. Fico feliz em saber que as obras já passam dos 50% e que a ponte será entregue no prazo combinado, fazendo jus ao nome: integrar o Brasil e o Paraguai — avaliou o general.

Em modelo estaiada, a Ponte da Integração terá um vão livre de 470 metros e uma extensão total de 760 metros, com pista simples e acostamento. As obras iniciaram em 2019 e devem ser concluídas em meados de 2022. O investimento da Itaipu será de R$ 323,7 milhões. Já a perimetral de acesso terá uma extensão aproximada de 15 km e será entregue também em 2022. O custo é de R$ 139,3 milhões.

As obras se somam a um pacote de investimentos da margem brasileira da Itaipu, que totaliza R$ 2,5 bilhões, com a geração de 2.500 empregos diretos e indiretos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira