Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/05/2008 - 08:32

Porto do Rio Grande bate novo recorde de movimentação


8.380.683 toneladas nos quadrimestre de 2008.

A movimentação do Porto do Rio Grande acaba de bater mais um recorde, atingindo em 2008 o maior volume já operado no primeiro quadrimestre do ano. Isso é o que aponta o levantamento de janeiro a abril deste ano, que registrou uma movimentação de 8.380.683 toneladas, ultrapassando o ano de 2004 quando se obteve 7.545.006 toneladas. Em comparação com o mesmo período do ano passado, as operações do porto rio-grandino cresceram 27,8%.

A expectativa do superintendente do Porto do Rio Grande, Sinésio Cerqueira, é de que este ano a movimentação do principal porto gaúcho bata o seu recorde histórico, ultrapassando os 26,7 milhões de toneladas de 2007. Se isso depender dos embarques e desembarques que ocorrem no porto rio-grandino a expectativa será alcançada. Os embarques cresceram 27,7%, atingindo 5.435.951 toneladas, e os desembarques, embora em menor volume, mantiveram o incremento, com alta de 27,8%, operando 2.944.732 toneladas.

Os granéis sólidos registraram o maior incremento entre os segmentos do Porto do Rio Grande, atingindo 5.011.754 toneladas (+43,5%). Neste segmento, o embarque de cereais foi responsável por 60,8% do total movimentado. Com 3.049.395 toneladas o embarque de cereais obteve alta expressiva de 57,2%. Entre os destaques em crescimento dessa área estão o trigo com suba de 452% (864.539 toneladas), o óleo de soja com incremento de 70,9% (184.347 toneladas), o farelo de soja com alta de 34,7% (645.835 toneladas), a soja em grão com aumento de 34,4% (913.130 toneladas), e o arroz com suba de 3,3% (86.052 toneladas). Apenas a operação de milho teve decréscimo de 17,7%. O destaque deste setor ficou com a movimentação de soja em grão que somente em abril movimentou 852.369 toneladas das 913.130 toneladas registradas no quadrimestre.

Os desembarques de cereais também registraram elevações com alta de 66,2%. Ao todo foram importadas 567.020 toneladas de cereais. Entre eles ressaltaram-se o trigo com 326.862 toneladas (+115,7%) e a soja em grão com 117.788 toneladas (+120,1%). O farelo de soja manteve-se estável com pequeno incremento de 0,06%, totalizando 94.124 toneladas. Já as movimentações de trigo (-81,6%) e de óleo de soja (-32,5%), tiveram queda.

Contêineres - A movimentação de contêineres pelo porto rio-grandino manteve-se praticamente a mesma com 180.060 Teu´s, tendo pequeno decréscimo de 0,07%. Já a movimentação de carga geral, onde estão incluídos os contêineres, obteve alta de 5,3%, atingindo 1.980.914 toneladas. A movimentação de granéis líquidos Também teve incremento de 17,2%, com 1.388.015 toneladas.

Embarcações - Assim como a movimentação geral do porto, o número de embarcações que escalaram Rio Grande também cresceu. Ao todo 1.109 embarcações operaram no primeiro quadrimestre do ano, com incremento de 9,3%. Na navegação de longo curso a alta foi de 10,6% (518 unidades), na interior a suba chegou a 5,5% (474 unidades) e na cabotagem o acréscimo foi de 20,6% (117 unidades). || www.portoriogrande.com.br

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: