Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/02/2021 - 09:22

As pessoas no centro de tudo -— Os desafios do RH em 2021


A pandemia mudou o mundo e quase nada é igual ao que era um ano atrás. E a área que mais sofreu mudanças foi a do mercado de trabalho. Quem trabalha com gestão de pessoas teve que se reinventar bruscamente para dar suporte a empresas e colaboradores, enquanto tentava lidar internamente com as consequências da pandemia, do confinamento e do trabalho remoto.

Essa situação colocou como nunca as pessoas no centro das atenções. E com as empresas não foi diferente: elas sentiram o drama que foi desde colocar todo time operando remotamente até dar suporte emocional para vítimas e familiares da Covid-19. As mudanças foram tão grandes que era difícil imaginar que os departamentos de Recursos Humanos conseguiriam “virar a chave” tão rapidamente. Mas isso não só foi possível, como também a área se tornou mais sensível para as questões além do trabalho.

Manter um time engajado, à distância, e ainda sabendo que ele está lidando com angústias, frustrações e medo na vida pessoal, não é fácil. Aprendemos no susto em 2020 e agora é hora de seguir com o que deu certo em 2021, já que a expectativa é que o ano ainda seja marcado pelo coronavírus. Por isso, a preocupação com a saúde de cada profissional é uma das questões que se manterá em evidência. Em 2020 tivemos a confirmação daquilo que sempre defendemos: sem uma equipe bem estruturada, nenhuma atividade se sustenta. A adoção massiva da tecnologia e essas novas maneiras de trabalhar deixam em evidência também que a capacidade de promover novas habilidades nos colaboradores está aquém da necessidade real.

Afinal, os funcionários precisam de habilidades distintas para trabalho presencial e home office, por exemplo, e o principal desafio de quem trabalha com gestão de pessoas é oferecer o desenvolvimento desse profissional com a rapidez necessária. A tecnologia muda rapidamente a maneira como vivemos e trabalhamos, e precisamos ajudar os colaboradores a acompanhar essa mudança. Uma pesquisa do Gartner Institute apontou que o número de habilidades requeridas para um determinado trabalho cresce cerca de 10% a cada ano, e que 33% das habilidades solicitadas em ofertas de emprego em 2017 não serão mais necessárias até 2021. Um desafio para nós.

Nosso principal desafio será adequar o novo modelo de trabalho ao contexto das organizações e do mundo. Algumas empresas ainda não definiram quando ou se irão retomar as atividades presenciais e, se isso ocorrer, qual será o formato. Esse tipo de decisão vai ter impacto total nas ações de gestão de pessoas. O uso de dados em massa para fornecer insights de como fazer essa gestão será um dos desafios mais importantes, aliado à capacidade crítica e à criatividade para solução de problemas complexos.

Este ano será decisivo para o mundo, seja no contexto da saúde, com a vacinação, ou no econômico, com os novos modelos de vida e trabalho impostos pela pandemia. A área de gestão de pessoas está longe de ter respostas certas para situações ainda não vividas, porém, com um pouco de predição, será possível antecipar soluções para problemas que ainda não ocorreram, olhando para o que foi feito em outras empresas ou mesmo em outros países. A cultura organizacional e a comunicação são ainda mais importantes neste momento, para manter as equipes engajadas e tornar o negócio ainda mais forte.

. Por: Daiane Andognini, psicóloga e CEO da HUG, Consultoria de Gestão de Pessoas.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira