Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/12/2020 - 08:53

Condomínio tecnológico: o futuro chegou


Residir com conforto e qualidade de vida é um desejo comum a todos, que se faz totalmente presente quando o assunto é a moradia em um condomínio fechado, que reúne diversas facilidades em um só local, e, por isso, torna menos pesado o fardo da vida cotidiana.

Por esse motivo, os condomínios não poderiam ficar fora da tão falada revolução 4.0, colocando todos a bordo de uma série de inovações tecnológicas que transformarão fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Condomínios inteligentes são aqueles que possuem alto nível de tecnologia envolvida em seus processos, visando a melhor interação de todos os elementos que os fazem funcionar.

Mas, para ser inteligente, não basta apenas ter tecnologias. Elas devem ser capazes de se integrar umas às outras. Isto é, as ferramentas devem se comunicar entre si, como, por exemplo, um sistema de controle de acesso que pode ser controlado por um aplicativo. Quanto mais conectados os processos forem entre si, menores serão os gastos e esforços para executá-los. Essa otimização diz respeito a descomplicar processos, por meio, por exemplo, do controle remoto e da automatização de procedimentos, visando o aumento de produtividade da equipe e redução de custos.

Com relação à economia, uma grande aliada dos condomínios inteligentes é a sustentabilidade. Existem várias tecnologias sustentáveis que ajudam na preservação do planeta e carecem de custos mais baixos do que a tecnologia usual, provendo, assim, benefícios por duas vertentes, unindo o útil ao agradável.

O ponto comum entre os condomínios que têm sentido fortemente a entrada de novas tecnologias tem sido o controle de acesso e segurança.

Revolução x Pandemia — Acelerada ainda mais por conta da pandemia, vem a necessidade de automatizar tarefas, antes executadas de forma manual. Ter um controle online de tecnologias que cercam o ecossistema condominial foi e é muito importante para a constante evolução de novas tecnologias que tornam um condomínio tecnológico.

Segurança — No segmento de controle de acesso, além da impressão digital sem contato com o equipamento, hoje é possível realizar a liberação ou o bloqueio de acesso de pessoas por meio de reconhecimento facial ou de íris, como nos filmes de Spielberg, nos anos 80, tornando o que víamos em ficção científica, realidade. Ainda neste sentido, é possível fornecer chaves virtuais para novos moradores ou visitantes. Tudo isso de forma online e com muita segurança.

Estes equipamentos podem ser controlados de forma automatizada, associados a portarias virtuais. Com a figura do porteiro não mais presente de forma física, novas necessidades surgiram. Um exemplo é o recebimento de encomendas que aumentaram em 78% nos últimos meses, de acordo com números informados pelo Super App COM21.

Armários inteligentes — A solução foi a integração entre armários inteligentes com aplicativos criados especificamente para tornar a vida do condômino e do síndico mais prática e centralizada, mantendo todos os processos que fazem parte da vida do condomínio. Esse tipo de recurso facilita o recebimento de encomendas dos Correios e transportadoras, de forma segura, e resolve ainda uma dor antiga de quem tem costume de fazer compras online: o não recebimento por estar ausente no momento da entrega.

Assembleia Online — Percorrendo o âmbito dessas obrigações, um aplicativo condominial precisa ser capaz de lidar com um tema extremamente complexo em condomínio. As assembleias virtuais não são o futuro, já fazem parte do presente. Ser capaz de realizar assembleias virtuais com alto índice de engajamento dos condôminos ajuda a resolver outra dor do condomínio, que é a tomada de decisão em conjunto e a vida política do condomínio. Esse ritual precisa ocorrer com base nas regras e também na legalidade civil. As realizações de votações, por meio de aplicativo, e a possibilidade de realizar videoconferências, trouxeram como benefício a possibilidade do aumento do número de participantes, além de promover a transparência nesses eventos, que ficam gravados e podem ser consultados futuramente, caso necessário.

Comodidade — Quando falamos em evolução dos condomínios e das comodidades pensadas para os dias de hoje, precisamos destacar os supermercados nestes espaços fechados, que vêm crescendo bastante, como o modelo de negócios da Market4u, em que disponibilizam containers com a estrutura de mercado para que o morador não precise sair do seu condomínio.

Automações — Outra vantagem das tecnologias inovadoras são softwares de gestão, que oferecem para suas administradoras a automação de processos. Já foi mencionado que o condomínio inteligente contribui para redução de esforços e custos na gestão. Isso é possível devido a automações de processos.

Softwares administrativos são capazes de automatizar processos financeiros, de relacionamento ou até legais, sempre visando a maior produtividade de sua equipe.

E a inteligência artificial não é mais coisa de filme, mas, sim, uma realidade que faz cada vez mais parte do nosso dia a dia. Sendo assim, implementá-la é mais simples do que se imagina e traz várias vantagens, dentre elas, otimização de comunicação; precisão em processos e tomada de decisão; redução de custos; inovação; e potencialização da experiência do cliente.

Estes aplicativos exercem um papel fundamental nas questões básicas, como manter fácil acesso às cobranças de taxas condominiais e permitir o acesso à informação de qualidade sobre todas as ações e prestações de contas geradas pelas administradoras condominiais e síndicos.

Energia renovável— Ser inteligente também é saber pensar no meio ambiente que, além de ser uma boa atitude por si só, já é tendência do mercado condominial, por apresentar benefícios econômicos e destaque no mercado. Isso acontece porque as energias renováveis são capazes de abater até 30% da conta de luz do condômino. Sendo assim, existem empresas de energia sustentável capazes de estender esse abatimento para a conta da administradora também por meio de um sistema de pontos.

O futuro chegou e está presente no mercado condominial.

. Por: Carlos Henrique Rocha, Product Owner da Group Software, empresa com mais de 25 anos que desenvolve soluções para os mercados de shoppings, imobiliárias e condomínios.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira