Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

17/11/2020 - 08:17

Energisa e Alsol conectam duas usinas solares fotovoltaicas, em Iraí de Minas e Piumhi


Em 2020, Alsol construiu seis usinas com investimento de R$ 100 milhões. Juntos, os dois empreendimentos têm 5.68 MWp de capacidade de geração.

A Alsol Energias Renováveis, empresa do Grupo Energisa, inaugura no dia 16 de novembro (segunda-feira) duas usinas solares fotovoltaicas nos municípios de Iraí de Minas e Piumhi, ambos em Minas Gerais. Essas unidades possuem 6.480 mil placas fotovoltaicas cada e, juntas, geram energia suficiente para abastecer 6 mil residências. Com essas duas novas plantas, a Alsol soma R$ 100 milhões investidos em novas usinas no estado, ajudando a consolidar Minas Gerais na liderança nacional em geração solar fotovoltaica.

O investimento representa desenvolvimento sustentável para a região. Estima-se que os dois parques, somados aos quatro erguidos este ano em Uberlândia (Jardim II, Capim Branco III, Santa Rosa e Granja Marileusa I), evitarão a emissão de aproximadamente 2.930 mil toneladas de CO2 por ano, o equivalente ao plantio de mais de 11.730 árvores ao ano. Somadas, as seis usinas possuem capacidade de geração de aproximadamente 26 MWp (megawtt pico) – o consumo de 26 mil residências.

O evento de inauguração será realizado em Iraí de Minas e contará com a presença do presidente do Grupo Energisa, Ricardo Botelho; do presidente da Alsol e vice-presidente de Geração, Transmissão e Serviços da Energisa, Geraldo Mota; do fundador e diretor de tecnologia da Alsol, Gustavo Malagoli Buiatti; do presidente de honra do conselho do grupo Algar, Luiz Alberto Garcia; e do governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Para Geraldo Mota, a energia está transformando o futuro da sociedade, e o Grupo Energisa está pronto para servir às novas demandas. — Investimos em soluções em diferentes segmentos da energia que atendem a diversos tipos de clientes, sempre mesclando tecnologias a fim de aplicar na prática o conceito de energia 4.0, o que se vê nesses novos projetos — afirma o executivo, explicando que o conceito engloba geração por fontes renováveis, de forma distribuída, com armazenamento por baterias, eficiência energética e internet das coisas (IoT) integrados com a mobilidade elétrica.

O diretor da Alsol Gustavo Buiatti conta que a planta de Iraí de Minas levará benefícios à rede elétrica local. “A UFV fica ao lado da principal subestação da rede de distribuição de energia da cidade, muito próxima a uma cooperativa agrícola, que é um grande consumidor. Assim, nosso projeto contribui para um melhor fornecimento de energia na região”, explica Buiatti. A Alsol também doou uma usina solar fotovoltaica ao Centro Educacional Infantil Municipal e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), em Iraí, como parte do projeto Alsolcial.

Soluções energéticas para o agronegócio e energia solar para pequenas e médias empresas e correntistas do Inter — Após o evento, os executivos do Grupo Energisa e o governador Romeu Zema visitarão uma fazenda do Grupo Fienile, também em Iraí de Minas, onde a Alsol desenvolveu um projeto inovador. Na propriedade foi construída um sistema fotovoltaico com geração solar e armazenamento de energia em baterias que abastece um sistema de iluminação artificial via LEDs de alta potência acoplados a um pivô de irrigação.

— Com a energia armazenada, é possível manter ligadas de forma estável as lâmpadas que simulam a luz do sol durante à noite ou em ocasiões com baixa disponibilidade de luz natural, o que estimula a fotossíntese nas plantas e seu desenvolvimento, ajudando a aumentar a produtividade das lavouras em até 50% — explica Gustavo Malagoli Buiatti.

A Energisa está ampliando a oferta de soluções energéticas inovadoras para o agronegócio, combinando sua expertise em eficiência energética, comercialização de energia renovável certificada, geração de energia renovável a partir de resíduos orgânicos, geração de energia solar, microgrids, digitalização de plantas industriais e mobilidade elétrica. — A Energisa tem o propósito de liderar a transição energética no país a partir da inovação tecnologia e da oferta de soluções centradas na necessidade de clientes que estejam buscando aderir aos padrões ambientais, sociais e governança mais elevados — declara o presidente do Grupo Energisa, Ricardo Botelho.

A energia gerada por essas duas novas fazendas solares é consumida, principalmente, por micro, pequenas e médias empresas de segmentos como comércio e serviços. Neste modelo da Alsol, que realiza todos os investimentos e comercializa as cotas de energia solar, e as MPMEs podem ter descontos de aproximadamente 20% na fatura de energia.

Clientes residenciais também podem ter acesso a essa energia limpa graças à parceria que a Alsol firmou com o Inter. Por meio do Super App do Inter, os correntistas da plataforma que residam em Minas Gerais podem contratar o serviço de forma 100% digital. Neste modelo, a quantidade de energia solar fornecida é abatida do total consumido, o que proporciona a redução no valor total da conta.

Mobilidade elétrica e liderança nacional — A fazenda solar de Iraí de Minas é o quarto ponto de recarga de veículos elétricos que a Alsol implanta neste ano, e a exemplo da planta Granja Marileusa I, inaugurada em setembro em Uberlândia, este ponto de recarga também será abastecido exclusivamente com fonte solar.

Esta iniciativa faz parte do projeto MoovAlsol, de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) do Grupo Energisa, é executado pela Alsol em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e fomentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Nos próximos três anos, há previsão de que R$ 30 milhões sejam investidos na iniciativa.

De acordo com o ranking elaborado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Minas Gerais é o estado com a maior potência instalada, com 736,9 MW, o que corresponde a 19,9% de toda a capacidade do Brasil. — A geração de energia solar fotovoltaica é uma vocação de Minas Gerais e uma área que gera muitas oportunidades para empresas e cidadãos mineiros. Já liderávamos o ranking nacional nesse segmento, e esses novos investimentos ajudam a consolidar o estado como uma potência — declara o governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Alsol Energias Renováveis — Pioneira no país em sistemas fotovoltaicos e armazenamento de energia, a Alsol (http://grupoenergisa.com.br/paginas/nossos-negocios/alsol-energias-renovaveis.aspx) pertence ao Grupo Energisa. É especializada em geração distribuída e trabalha com o conceito de Energia 4.0. Conta com mais de 560 projetos em funcionamento, compreendendo cerca de 75 MWp de potência instalada, além de 3,5 MW de storage, biodiesel e biogás. Os projetos consistem na combinação de múltiplas fontes de energia que se complementam para proporcionar garantia total de fornecimento, possibilitando a redução de custos com energia elétrica. Movida pela inovação, a Alsol está sempre em busca de novas ideias e melhorias nos seus processos e produtos, reinventando os rumos da energia renovável no Brasil.

Energisa — Com 115 anos de história, o Grupo Energisa é o 5º maior em distribuição de energia elétrica. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Com receita líquida anual de R$ 16,9 bilhões (ano 2019), o Grupo atende a 8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de aproximadamente 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20,5 mil empregos diretos e indiretos.

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, geração, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de Call Center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora) e soluções em energias renováveis (Alsol).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira