Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/10/2020 - 08:07

Caça F-39 Gripen é oficialmente apresentado no Brasil


E o Presidente da República Jar Bolsonaro participa da comemoração ao Dia do Aviador e da FAB, ocasião em que a Aeronáutica apresentou oficialmente a 1ª unidade do caça F-39 Gripen.

O Gripen E, denominado F-39E Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), foi apresentado oficialmente no dia 23 de outubro(sexta-feira), durante o evento em celebração ao Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, na Ala 1, realizado na Base Aérea de Brasília, em Brasília(DF) . A aeronave fez um voo sobre a base aérea após a exibição da Esquadrilha da Fumaça.

A cerimônia contou com a presença do Presidente da República Federativa do Brasil Jair Bolsonaro; do ministro da Defesa do Brasil Fernando Azevedo e Silva; da embaixadora da Suécia no Brasil, Johanna Brosmar-Skoogh; do comandante da Força Aérea Brasileira, tenente-brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez; do comandante da Força Aérea Sueca, major general Carl-Johan Edström; do presidente do Conselho de Administração da Saab, Marcus Wallenberg; do presidente e CEO da Saab, Micael Johansson, entre outras autoridades.

— É uma grande honra ver o Gripen na cerimônia alusiva ao Dia do Aviador e ao Dia da Força Aérea Brasileira. Acredito que não há ocasião mais representativa para essa apresentação, pois, certamente, significa muito para todos os aviadores brasileiros ter a aeronave voando nos céus do País — disse Micael Johansson, CEO e presidente da Saab. — Esse é o resultado de uma colaboração real entre Brasil e Suécia, e uma grande oportunidade para estreitar ainda mais os laços entre os países—.

Para Bolsonaro, 2020 será um ano marcante para a FAB, com a incorporação do novo caça. — Fomos capazes de colocar no ar dois vetores que podem transformar de forma irreversível nossa operacionalidade, nossa capacidade logística e de afirmar nossa superioridade nos 22 milhões de quilômetros quadrados de espaço aéreo, indispensáveis à nossa soberania — disse, lembrando ainda a incorporação da aeronave militar de carga KC-390, no ano passado, fabricada no país em parceria com a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer).

O tenente-brigadeiro Bermudez, destacou que o novo caça está cada vez mais próximo do início da operação pela FAB.

— O desenvolvimento e a fabricação do smart fighter — o caça inteligente - também vêm sendo acompanhados de perto pelos integrantes da Força e envolvem profissionais de diversas empresas brasileiras. Este 23 de outubro de 2020, portanto, é ainda mais especial, pois contamos com a apresentação oficial do primeiro F-39 Gripen a chegar ao Brasil—.

De acordo com a FAB, essa integração faz parte da transferência tecnológica e visa proporcionar o conhecimento necessário para a continuidade das atividades no Brasil. Para a corporação, o F-39 Gripen representa — um significativo salto tecnológico para a aviação de caça da FAB, bem como um exemplo exitosos de desenvolvimento colaborativo—.

A aeronave chegou ao Brasil no dia 20 de setembro, no Porto de Navegantes, em Santa Catarina, após ter sido transportado de navio da Suécia. Ela ficará no Centro de Ensaios em Voo do Gripen, na planta da Embraer, em São Paulo, estrutura construída para a transferência de tecnologia, suporte e atualizações no ciclo de vida da plataforma na FAB.As atividades acontecerão em cooperação entre a Saab e as empresas nacionais selecionadas como beneficiárias no programa de transferência de tecnologia, que se preparam para produzir partes e montar as unidades Gripen no Brasil. As últimas 15 aeronaves deverão ser produzidas integralmente dentro das instalações da Embraer.

A aeronave chegou ao Brasil no dia 20 de setembro e três dias depois fez seu primeiro voo no País, entre Navegantes (SC) e Gavião Peixoto (SP), para dar continuidade ao programa de ensaios em voo.

No Brasil, as atividades incluem testes nos sistemas de controle de voo e de climatização, assim como testes na aeronave em condições climáticas tropicais. Além dos ensaios que são comuns às aeronaves do Programa Gripen E, serão testados no Brasil características únicas das aeronaves brasileiras, como integração de armamentos e o sistema de comunicação Link BR2 - que fornece dados criptografados e comunicação de voz entre as aeronaves.

Os primeiros caças serão entregues à Força Aérea Brasileira, na Ala 2, em Anápolis (GO), a partir do final de 2021.

O Programa Gripen — A parceria com o Brasil começou em 2014, com um contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripen E/F para a Força Aérea Brasileira, incluindo sistemas, suporte e equipamentos. Um amplo programa de transferência de tecnologia, que está sendo executado em um período de dez anos, está impulsionando o desenvolvimento da indústria aeronáutica local por meio das empresas parceiras que participam do programa Gripen Brasileiro.

No decorrer desse período, mais de 350 técnicos e engenheiros brasileiros participarão de treinamentos teóricos e práticos, na Suécia, para adquirirem o conhecimento necessário para a execução das mesmas tarefas no Brasil. Até o momento, mais de 230 profissionais já concluíram os cursos e a maior parte deles está de volta ao País trabalhando no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN, do inglês Gripen Design and Development Network).

Em 2014, Brasil e Suécia iniciaram as atividades conjuntas com assinatura do contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aviões Gripen para a FAB, que se baseia no design de versões anteriores, mas com as particularidades solicitadas pelo comando da Aeronáutica. As plataformas são desenvolvidas e produzidas na Suécia com a participação de técnicos e engenheiros brasileiros.

Os caças Gripen E/F que serão entregues à FAB estão sendo desenvolvidos e produzidos em colaboração com técnicos e engenheiros brasileiros. A partir de 2021, a montagem completa de 15 aeronaves terá início localmente. O desenvolvimento do Gripen F, de dois assentos, está avançando com inúmeras atividades no GDDN.

O Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, celebrados em 23 de outubro, marcam o primeiro voo do 14 Bis realizado pelo brasileiro Alberto Santos Dumont. O voo do aparelho mais pesado do que o ar ocorreu em 1906, no Campo de Bagatelle, em Paris. O 14 Bis percorreu 60 metros em sete segundos, voando a dois metros do solo perante mais de mil espectadores e a Comissão Oficial do Aeroclube da França, instituição de reconhecimento internacional autorizada a homologar descobertas aeronáuticas marcantes.

Durante o evento também foi realizada a imposição da Ordem de Mérito Aeronáutico, a mais importante condecoração da FAB. A medalha é concedida a personalidades civis e militares, brasileiras ou estrangeiras, por terem se destacado no exercício da sua profissão ou em reconhecimento aos serviços prestados ao país. Foram agraciados, nesta sexta-feira, entre outros, ministros de Estado, como Tarcísio Freitas, da Infraestrutura, e Rogério Marinh, do Desenvolvimento Regional, além de parlamentares, autoridades militares e embaixadores.

A Saab — A Saab atende o mercado global com produtos, serviços e soluções de ponta nas áreas de defesa militar e segurança civil. A Saab possui operações e funcionários em todos os continentes. Graças a suas ideias inovadoras, colaborativas e pragmáticas, a Saab desenvolve, adota e aprimora novas tecnologias para atender às necessidades, em constante mudança, de seus clientes.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira