Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

27/08/2020 - 09:30

A inteligência artificial e os elefantes indianos

Há uma grande quantidade de elefantes vivendo à solta nas zonas rurais da Índia.

Muitos desses animais acabam se envolvendo em acidentes: no trecho ferroviário de cerca de 50 quilômetros que liga as cidades de Siliguri e Jalapaiguri, nos últimos 10 anos, cerca de 200 elefantes foram atropelados e mortos por trens.

Para tentar resolver esse problema, um grupo de pesquisadores da Universidade Politécnica da Catalunha, na Espanha, desenvolveu um detector acústico de elefantes; esse equipamento é instalado junto aos trilhos e ao captar a presença dos animais, alerta os maquinistas dos trens, via celular. Painéis solares geram a energia necessária ao funcionamento do sistema.

Foi necessário criar uma base de dados com ruídos gerados pelos elefantes, que tratados com técnicas de aprendizagem de máquina, geraram a inteligência artificial que permite aos detetores acústicos alertar sobre a presença dos animais.

A opção pelos detetores acústicos, que percebem o animal até a um quilômetro de distância, deveu-se principalmente ao fato de os elefantes saírem em busca de água e alimentos à noite, em função do calor, o que faz com que seja mais difícil detectá-los visualmente. Pensa-se em tornar o sistema mais preciso adicionando-se a ele câmeras e sensores térmicos.

O sistema ainda está em fase de testes e aperfeiçoamento, mas já se pensa em usá-lo para resolver outro problema ligado aos elefantes: muitos deles se aproximam de residências na zona rural, levando os moradores, assustados, a tentar espantá-los, o que frequentemente torna os animais agressivos, a ponto de atacarem as pessoas. Segundo o governo indiano, nos últimos cinco anos, 2.300 pessoas foram mortas por elefantes no país. A ideia básica é avisar os moradores que elefantes estão se aproximando, para que confrontos possam ser evitados.

O projeto mostra a imensidade de situações em que a aplicação de inteligência artificial pode ser aplicada - esse é o limiar de uma nova era.

. Por: Vivaldo José Breternitz, Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira