Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/05/2008 - 14:39

Petrobras reajusta preços de gasolina e diesel nas refinarias


Mas cai o CIDE, PIS/Cogins e ICMS.

A Petrobras informa que, a partir da zero hora do dia 2 de maio (sexta-feira), promoverá o reajuste nos preços de gasolina e diesel, na porta das refinarias, sem impostos, para a venda aos distribuidores de combustível, conforme tabela a seguir: Reajuste nos preços de realização: sem CIDE, PIS/Cofins e ICMS || Gasolina 10 % e Diesel 15 %.

Os preços da gasolina e do diesel sobre os quais incide o reajuste não incluem os tributos federais CIDE e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS.

Querosene de aviação sobe 6% a partir do dia 1º de maio, o QAV passou a acumular um reajuste de 19,5% ao longo de 2008. O preço do QAV já havia subido 10,4%, mas em março o reajuste foi negativo em 0,2%. Em todo o ano passado o aumento do QAV, segundo informações da assessoria de imprensa da Petrobras, havia sido de “pouco mais de 12%”. O QAV responde por cerca de 35% dos custos das empresas aéreas.

O preço do QAV é reajustado mensalmente, para cima ou para baixo, pela Petrobras, com base no comportamento do dólar, do preço do barril do petróleo no mercado externo, mas também tendo com parâmetro o custo do produto vendido pelos principais concorrentes, dentro e fora do país.

Já o preço da nafta – insumo petroquímico, que também é reajustado quase que mensalmente, pela Petrobras – permanecerá inalterado agora em maio. Por “questões contratuais”, no entanto, a empresa não informou o percentual do aumento da matéria prima ao longo de 2008.

Quanto os reajustes da gasolina e diesel foram definidos pela Companhia levando em consideração um novo patamar internacional de preço do petróleo, em uma perspectiva de médio e longo prazos, e está em linha com as premissas definidas em seu Plano Estratégico de manter os preços dos derivados alinhados ao mercado internacional.

É com a remuneração recebida pela venda de seus produtos que a Petrobras viabiliza o seu programa de investimentos, o que possibilita a descoberta de mais petróleo e gás, a construção e operação de novas unidades industriais e a condução de uma rede de transporte e logística que vem garantindo o abastecimento nacional de derivados e o retorno dos investimentos para os acionistas da Companhia.

Desde setembro de 2005 que não aumenta os combustíveis no Brasil, Os reajustes nos combustíveis passarão a vigorar a partir do dia 2 de maio, de acordo com nota da estatal à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Para destacar, a última vez em que houve aumento de gasolina no Brasil, em setembro de 2005, os contratos futuros de petróleo nos Estados Unidos eram cotados ao redor de 65 dólares o barril.

Entretanto, desde o início do ano, os preços da commodity vêm batendo recordes depois de ultrapassar os 100 dólares em fevereiro e já chegaram a atingir 120 dólares. O petróleo nos EUA fechou a 113,55 dólares o barril, no dia 29 de abril (quarta-feira).

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira