Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

24/08/2019 - 06:09

RioBotz/PUC-Rio conquista três ouros

Uma prata e um bronze no Salão de Robótica, em Curitiba. A equipe do CTC/PUC-Rio conquistou pódio triplo na categoria de combate Fairyweight e ainda garantiu outros dois ouros nas categorias Antweight e no Sumô Autônomo.

A RioBotz, equipe de robótica do Centro Técnico Científico da PUC-Rio (CTC/PUC-Rio), conquistou cinco troféus no Salão de Robótica, competição nacional de robôs, que aconteceu 16 e 17 de agosto, em Curitiba, no Paraná. O destaque foi o pódio triplo da RioBotz na modalidade Fairyweight: Pico Titan ficou em primeiro lugar, Pico Maloney, em segundo e o Pico Touro garantiu o terceiro lugar nesta categoria, que foi realizada, oficialmente, pela primeira vez no Brasil e com os menores em tamanho entre todos os robôs de combate do mundo inteiro: apenas 150g, o equivalente a uma banana, aproximadamente. Os cariocas da PUC-Rio também foram ouro nas categorias Antweight, com robôs de 454g, e Sumô Autônomo, de 500g.

O robô Pico Titan, campeão Fairyweight, é um dos “calouros” da equipe. Nesta categoria, os robôs lutam em uma arena por cerca de dois minutos e o campeão é decidido por nocaute ou pelos pontos contabilizados pelos juízes ao longo da partida. O ouro conquistado foi resultado de uma inovação da RioBotz: o Pico Titan foi construído com uma hélice de titânio, que funciona tanto como arma de impacto, quanto como um sistema de forte impulso para movimentar o robô. Com o aspecto de um avião monomotor e sendo muito mais alto que os adversários, ele conseguiu atingir os oponentes pelo topo — onde normalmente são desprotegidos — arrancando rodas e cortando fios.

O Micro Touro foi o campeão invicto na categoria Antweight . A final foi contra o robô da equipe Kamahi, formada por ex-integrantes da RioBotz, em uma partida muito disputada. Para sair vencedor, o robô deve neutralizar o rival por meio de um nocaute ou por acúmulos de pontos durante a prova.

Na luta de Sumô autônomo, o objetivo é tirar o oponente da arena, sem o auxílio do piloto, utilizando apenas sensores e inteligência. As disputas são avaliadas em até três rodadas e vence quem obtiver duas vitórias. O Mini Coiote, da RioBotz, venceu de forma emocionante o também carioca robô Choreta, concorrente da equipe da CEFET/RJ, e se tornou bicampeão na modalidade.

O grupo participou do Salão de Robótica com 17 alunos e o coordenador, Prof. Marco Antonio Meggiolaro, que comemorou: “Com esses resultados, a RioBotz completou 90 troféus em competições nacionais entre as 169 medalhas conquistadas nos últimos 15 anos”.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: