Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

22/08/2019 - 09:12

Rover ExoMars construído pela Airbus ganha seus olhos


PanCam desenvolvida e construída no Reino Unido foi integrada ao rover na Airbus em Stevenage.

Stevenage — Um dos principais instrumentos do rover ExoMars da Agência Espacial Europeia (ESA), a Câmera Panorâmica (PanCam), foi instalado e integrado ao rover na sala limpa de biocarga da Airbus em Stevenage. Desenvolvida e construída pelo Mullard Space Science Laboratory (MSSL) da University College London em uma parceria internacional e incluindo uma câmera de alta resolução fornecida pela DLR, a PanCam será os olhos científicos do rover, quando pousar em Marte, em 2021.

A câmera de alta resolução fará imagens 3D que serão usadas pelo sistema de navegação autônomo do rover. As imagens serão enviadas de volta para a Central de Controle de Operação para que a equipe científica escolha um local. O rover - chamado Rosalind Franklin – irá então determinar seu próprio caminho com segurança. A PanCam também fornecerá informações de textura, como por exemplo laminação ou corrosões, que podem estar relacionados à presença de organismos.

A PanCam também irá observar fenômenos atmosféricos como os famosos redemoinhos de poeira de Marte e a presença de água.

"O ExoMars é a mais nova missão espacial emblemática da Europa e a Airbus está no centro disso. Hoje em Stevenage, a instalação da poderosa PanCam - que não vai apenas fornecer imagens 3D da paisagem marciana, mas também dados da atmosfera - é um importante marco a medida em que avançamos para que o rover esteja pronto para voar em julho de 2020", afirma Colin Paynter, Managing Director da Airbus Defence and Space Reino Unido.

A PanCam é composta por três câmeras. Duas câmeras grande-angulares farão imagens panorâmicas e uma roda de filtros permite a realização de imagens em 12 comprimentos de onda diferentes. Uma câmera de alta resolução fará imagens em cores. Um Espelho de Inspeção Rover também será incluso e permitirá que a PanCam faça imagens de partes do rover que não estejam diretamente em seu campo de visão, permitindo monitorar o status do veículo.

O rover ExoMars Rosalind Franklin será o primeiro rover planetário da Europa e está sendo montado na Airbus em Stevenage. O rover irá procurar por sinais passados ou recentes de vida em Marte e está equipado com uma broca de 2 metros para obter amostras abaixo da superfície de terreno, que estão protegidas da rigorosa radiação do ambiente.

O rover tem nove instrumentos que irão ajudar cientistas a conduzir uma exploração de Marte passo a passo, partindo de uma escala panorâmica e aos poucos passando para estudos menores (submilimétricos), terminando com a identificação molecular de compostos orgânicos. O rover é equipado com um sistema de navegação autônomo desenvolvido pela Airbus que possibilitará viagens entre terrenos de interesse mais rápidas do que se o veículo fosse conduzido remotamente da Terra em tempo real.

Rosalind Franklin está em suas últimas fases de integração na sala limpa de Stevenage. Os instrumentos foram colocados dentro da 'banheira" do rover e o deck superior com painéis solares já foram instalados. A broca do rover também já foi instalada e testes devem acontecer nas próximas semanas. Depois da conclusão em Stevenage, o rover será enviado à Airbus em Toulouse para um programa de testes de ambiente antes do lançamento.

O ExoMars é um programa da Agência Espacial Europeia realizado em parceria com a Agência Espacial Russa Roscosmos e a contribuição da NASA.

A Thales Alenia Space, na Itália, é a principal responsável missão, encarregada do design, desenvolvimento e verificação de todo o sistema, o desenvolvimento da navegação do módulo de carga e do sistema de orientação. A Thales Alenia também realizará o desenvolvimento EDL/GNC, o sistema rover, incluindo o Analytical Laboratory Drawer (ALD), além de fornecer peças básicas do módulo de descida, inclusive o Radar Altímetro.

Além disso, a Thales Alenia Space na Itália tem uma parceria técnica com a Lavochkin (Rússia) e a contribuição da Europa para o desenvolvimento do módulo de descida (DM) Kazachok. A OHB é responsável pelo módulo de carga (CM) e por alguns subsistemas do ALD (Mecanismos SPDS, estrutura e arreios). O veículo rover é um fornecimento da Airbus Defence and Space do Reino Unido. A Leonardo está desenvolvendo a broca do ExoMars - que irá escavar o terreno de Marte com uma profundidade de dois metros -, além da unidade de controle e software da broca e dos mecanismos ALD. A ALTEC - Aerospace Logistics Technology Engineering, uma empresa da Thales Alenia Space na Itália (63,75%) e da ASI (36,25%), também será responsável pelo design, desenvolvimento e manutenção do ROCC (Rover Operation Control Center ou centro de controle da operação do rover) e por controlar o rover na superfície de Marte.

A Airbus é líder global em aeronáutica, espaço e serviços relacionados. Em 2018, gerou receitas de €64 bilhões e empregou cerca de 134 mil profissionais. A empresa oferece a gama mais abrangente de aviões de passageiros e é líder europeia no fornecimento de aviões-tanque, de combate, transporte e missões, bem como uma das principais empresas espaciais do mundo. No segmento de helicópteros, fornece as soluções civis e militares mais eficientes do mundo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: