Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

13/08/2019 - 09:51

Globo inaugura novos estúdios: MG4


E celebra o talento no maior complexo de produção de conteúdo da América Latina. Com novo conceito de produção e inovação em tecnologia, o projeto flexibiliza o jeito de fazer dramaturgia e traz ganhos de eficiência, produtividade e logística.

Rio de Janeiro — Qual a fronteira da criatividade e da inovação? Onde estão os melhores talentos não há limites. A Globo dá início a uma nova era na gestão e produção do entretenimento com a inauguração de três novos estúdios, no Rio de Janeiro, ampliando o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina — os Estúdios Globo. Em uma área construída de 26 mil m², o projeto foi desenvolvido a partir de um novo conceito de produção, que aproxima a dramaturgia das grandes produções internacionais e reúne o que há de mais moderno e avançado na indústria audiovisual do mundo. Com a inauguração hoje, os Estúdios Globo passam a ocupar uma área total de 1,73 milhão de m2, com 13 estúdios de gravação que totalizam 12,5 mil m2, ampliando a sua capacidade de produção de novelas, séries, minisséries, realities, formatos originais, programas de humor e variedades.

“Nessa era de transformações que vivemos, não há quem na indústria de mídia não prenda a respiração diante do que vem pela frente. Alguns se amedrontam e ficam paralisados. Outros seguem adiante, mas como se estivessem de olhos fechados. A tradição do Grupo Globo, em toda a sua existência e diante de todas as revoluções que enfrentou, foi sempre outra: acolher o novo com otimismo e coragem, tendo como propulsor a reunião dos melhores talentos, a aposta enfática na qualidade e a atitude de dar os passos com a urgência que a situação requer, mas com a responsabilidade que o desejo de progredir exige”, declarou Roberto Irineu Marinho, presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, na solenidade oficial de inauguração realizada nesta manhã, em que também estiveram presentes os acionistas João Roberto Marinho e José Roberto Marinho, seus familiares, além de elenco e executivos das empresas Globo.

Entre pesquisas e obras, o projeto levou cinco anos para ser concluído. Em um investimento de mais de R$ 200 milhões, as novas instalações são uma comunhão do que há de melhor na indústria audiovisual com a expertise Globo, que desenvolveu, in house, soluções inovadoras no mercado mundial. O redesenho de processos de gestão e produção, aliados aos novos padrões de tecnologia, pretendem trazer maior flexibilidade para a produção de conteúdo da Globo.

“Eu vi a emoção e o sonho nos olhos das pessoas que estavam fazendo isto aqui. E é isso que a gente é: nós somos pessoas que construímos sonhos. Sonhos que geram experiências emocionais em outras pessoas. Porque essas empresas trabalham com sonho, trabalham com emoção. E, no nosso negócio, sem sonho e sem emoção, a gente não anda. Eu queria fazer uma homenagem às pessoas que fizeram isso aqui, às pessoas que estão fazendo esses sonhos todos os dias, e dizer que a vista que a gente tem depende da montanha que a gente sobe. E a Globo não tem medo de altura”, afirmou Jorge Nóbrega, presidente executivo do Grupo Globo.

A ampliação dos Estúdios Globo é considerada uma conquista não só da empresa, mas da cultura brasileira. Em um complexo que já conta com produção média anual de cerca de 3.000 horas de entretenimento, os estúdios possibilitarão à Globo ampliar ainda mais a sua capacidade de produção, trazendo novas as possibilidades para o desenvolvimento de seus talentos.

“Eu vejo páginas em branco ao invés de paredes. Páginas onde serão escritas emoções, que sentiremos e faremos o brasileiro sentir, onde quer que ele esteja. Onde alguns veem uma enorme sala equipada com o que há de mais avançado em tecnologia, eu vejo as obras que vamos produzir aqui. Novelas, séries, histórias vivas que vamos lançar a partir daqui para encantar o mundo e levar o talento brasileiro, a cultura brasileira, a conquistar ainda mais o mundo. Aqui, nós faremos o brasileiro se emocionar um pouco mais, sorrir um pouco mais, viajar um pouco mais no universo criado, interpretado, ambientado, dirigido, iluminado por nós... por todos nós”, finalizou Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da Globo.

Soluções inovadoras: um novo modelo de produção — Um dos principais benefícios do projeto é o desenvolvimento de um novo conceito de produção de dramaturgia, ampliando os recursos artísticos para a criação, direção e fotografia das novelas da Globo. Com cenários fixos, os módulos de gravação têm sets cenográficos integrados, imprimindo maior realidade para as produções. O espaço possibilita, por exemplo, que uma cena tenha continuidade em uma área externa de 4.000 metros quadrados. Ou, ainda, uma gravação contínua a partir de dois fossos cênicos – solução trazida de teatros internacionais – para dentro dos ambientes. Os estúdios ainda contam com portas de 8X6m, um padrão muito superior ao que existe atualmente no país, que exigiram o desenvolvimento de uma solução de blindagem acústica inédita no mercado.

Arquitetura inteligente e sustentabilidade também caminharam juntas no novo projeto. Com 100% da energia vinda de fontes renováveis, o empreendimento é dotado de um telhado verde – que contribui para a economia de energia –, iluminação 100% a LED, equipamentos de ar condicionado eficientes e planta de energia solar. Os espaços são humanizados e propiciam a convivência entre os colaboradores. Os camarins deram espaço a cabines de troca e grandes lounges de convivência, leitura e ensaio para o elenco. Além disso, conta com o reuso de água de chuva e ar-condicionado, tratamento de 100% dos efluentes gerados e coleta seletiva de lixo. Para o enriquecimento arbóreo do espaço foi promovido o plantio de 14 mil novas mudas.

O projeto faz parte do processo de importantes reestruturações iniciadas na companhia há alguns anos, com a implementação de novos modelos de criação, gestão, gestão de talentos, produção e distribuição de conteúdo. Os aprendizados e expertises implementados até agora, da arquitetura à tecnologia, serão aplicados também nos estúdios já existentes, com ganhos para o complexo como um todo.

A primeira produção a ser gravada nos novos estúdios será a próxima novela das nove, ‘Amor de Mãe’, que tem autoria de Manuela Dias e direção artística de José Luiz Villamarim. A previsão é que as gravações no local sejam iniciadas em outubro.

Tecnologia: o futuro já começou nos novos estúdios — O investimento tecnológico nos novos estúdios da Globo merece um capítulo à parte. Considerada uma das principais transformações da indústria audiovisual para os próximos anos, a adoção da conectividade por protocolo IP (abreviação do nome em inglês para Endereço de Protocolo da Internet) vai transformar a estrutura do complexo de estúdios em uma rede de dados por onde trafegarão as informações captadas, diferentemente de uma rede broadcast. A solução permite o tráfego de grandes volumes de informação e mais agilidade nos processos de captação e edição.

Os estúdios foram dotados de equipamentos wireless, eliminando os cabos de câmeras e microfones, o que garante maior mobilidade nas gravações, além de um set mais limpo. De olho no futuro, os três novos estúdios nasceram habilitados para os formatos 4K e 4K HDR — que oferece quatro vezes mais resolução do que o Full HD aliado às qualidades do High Dynamic Range, que com maior variação da latitude de cores traz imagens mais vivas e melhores níveis de contraste. Além da percepção de qualidade e da experiência mais imersiva, a produção em altíssima resolução facilita o trabalho de pós-produção e prepara a empresa para as tecnologias que ainda virão.

Inauguração — Ambiente preparado para um futuro infinito, que abriga inovação, talento e criatividade, tem em sua data de inauguração , dia 08 de agosto(quinta-feira) — a máxima expressão de vitalidade. Para marcar a data, uma programação com três diferentes momentos foi preparada para celebrar a chegada dos novos estúdios.

Durante a tarde, uma plateia formada por colaboradores, clientes, parceiros e jornalistas poderá acompanhar mesas redondas sobre indústria criativa, cultura e inovação, que terão transmissão ao vivo pelas redes sociais oficiais da Globo. Com mediação de Pedro Bial e Aline Midlej, os debates contam com nomes da indústria audiovisual – como George Moura, Luisa Lima, Andrucha Waddington, Caio Gullane, Manuela Dias, Mauro Mendonça Filho, Andrea Barata Ribeiro e Rodrigo Teixeira – e palestrantes que vão tratar, sob diferentes perspectivas, de futuro, inovação, criatividade e cultura – como os neurocientistas Sidarta Ribeiro e Suzana Herculano-Houzel, a atriz e diretora Bia Lessa e o presidente do hospital Albert Einstein, Sidney Klajner. O dia termina com uma grande celebração, embalada por um show de Caetano Veloso e os filhos Moreno, Zeca e Tom Veloso, além de DJs convidados.

Os Estúdios Globo em números: . Área total do complexo: 1,73 milhão de metros quadrados |. Área total construída do complexo, após os novos estúdios: 192 mil m² |. 13 estúdios de gravação totalizando 12,5 mil metros quadradosn|. Até 15 mil pessoas circulando por dia.

O MG4: . 3 novos estúdios, de 1.500 m² cada um, totalizando 4.500 m² de área últil |. 26 mil m² de área construída |. Gleba cenográfica (área externa para gravação integrada) de 4mil m² |. Portas acústicas de 8X6m |. Projeto de 5 anos |. Média de 500 profissionais envolvidos por mês |. 700 empregos diretos gerados durante o período das obras 14 mil novas mudas replantadas |. 2 fossos de 70m² cada |. Usina solar de 4.500 m² e geração de 1,05 MM KW no primeiro ano.

Conhecimento, talento e música marcam festa de inauguração dos novos estúdios da Globo: programação contou com show de Caetano Veloso, que se apresentou ao lado dos filhos Moreno, Zeca e Tom — Num dia de celebração, em que talento, inovação e criatividade deram o tom, a maior festa veio ao final: os convidados para a inauguração dos novos estúdios da Globo puderam assistir ao show de Caetano Veloso, que se apresentou ao lado dos filhos Moreno, Zeca e Tom.

Pouco antes de Caetano entrar no palco com os filhos, Fernanda Montenegro já dava sinais da emoção que estava por vir. A atriz relembrou um pouco do que já foi feito na Globo nas últimas décadas e ressaltou que devemos olhar para o futuro, que é infinito. “A vida sem imaginação não basta. Tudo o que aqui foi realizado é feito por pessoas e para pessoas. O MG4 abre uma nova era para todos nós que vivemos da nossa arte, da nossa fé e da nossa esperança. Um brinde ao nosso trabalho, à nossa arte, à nossa cultura, ao nosso atendimento social”.

Os talentos que irão percorrer os corredores dos novos Estúdios da Globo também passaram pelo tapete colorido antes de marcar presença na festa, além dos convidados da festa, entre eles Luciano Huck e Angélica, Gloria Pires, Carolina Dieckman, Murilo Benício, Vanessa Giácomo, Marisa Orth, Hortência, Cissa Guimarães, Edson Celulari, Ana Furtado, Zeca Camargo, Leandra Leal, Marcelo Serrado, Thiago Fragoso, Renata Sorrah, Marcio Garcia, Fátima Bernardes, Isis Valverde, Tony Ramos, Cauã Reymond, Regina Duarte, entre outros.

Troca de conhecimento — Antes da festa, uma plateia formada por colaboradores, parceiros e convidados acompanhou mesas-redondas sobre indústria criativa, cultura e inovação, que foram transmitidas ao vivo pelas redes sociais da Globo. Com mediação de Pedro Bial e Aline Midlej, os debates contaram com nomes da indústria audiovisual – como George Moura, Luisa Lima, Andrucha Waddington, Caio Gullane, Manuela Dias, Mauro Mendonça Filho, Andrea Barata Ribeiro e Rodrigo Teixeira – e expoentes nos temas discutidos – como os neurocientistas Sidarta Ribeiro e Suzana Herculano-Houzel, além do presidente do hospital Albert Einstein, Sidney Klajner.

O jornalista Pedro Bial mediou o primeiro painel e ressaltou a importância da nova estrutura da emissora para a indústria audiovisual no mundo. “Hoje, a Globo dá início a uma nova era na gestão e na produção do entretenimento com a inauguração desses três novos estúdios. As novas instalações são a junção, a união do que há de melhor na indústria audiovisual no mundo com a marca e a expertise da Globo”, afirmou.

A neurocientista Suzana Herculano falou sobre o poder de inovação e criação do cérebro humano. Em seguida, o CEO do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner, abordou os impactos da tecnologia na vida das pessoas. Foi realizada, ainda, uma mesa com os produtores Andrea Barata Ribeiro, Andrucha Waddington, Caio Gullane e Rodrigo Teixeira, que abordaram as grandes transformações do setor audiovisual ao longo dos anos com a evolução da tecnologia e as novas formas de consumo de conteúdo, ressaltando a importância das diferentes plataformas da indústria do entretenimento para a economia nacional, geração de empregos e o crescimento do país.

A segunda rodada de conversa, sobre Cultura e Inovação, foi mediada pela jornalista Aline Midlej. “Na Globo, buscamos o humano, os sentimentos, a verdade em cada história que ouvimos e que contamos. Essa é a nossa missão diária, porque queremos contar histórias que conectam, que envolvem e emocionam. E essa nossa missão ganha um reforço com esse espaço gigante para criação e a favor de uma sociedade criativa”, pontuou.

Abrindo o painel, a diretora Bia Lessa explicou sobre o papel da cultura na evolução da sociedade. Na sequência, o neurocientista Sidarta Ribeiro falou sobre a relação da mente humana com o passado e o futuro. Uma mesa com os autores George Moura e Manuela Dias e com os diretores Mauro Mendonça e Luisa Lima abordou a capacidade de ajuste da indústria cultural conforme as mudanças da sociedade e seus impactos no processo criativo de cada um deles, fechando o ciclo de discussões.

Os novos estúdios — A Globo dá início a uma nova era na gestão e produção do entretenimento com a inauguração de três novos estúdios, no Rio de Janeiro, ampliando o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina — os Estúdios Globo. Em uma área construída de 26 mil m², o projeto foi desenvolvido a partir de um novo conceito de produção, que aproxima a dramaturgia das grandes produções internacionais e reúne o que há de mais moderno e avançado na indústria audiovisual do mundo. Com a inauguração, os Estúdios Globo passam a ocupar uma área total de 1,73 milhão de m2, com 13 estúdios de gravação que totalizam 12,5 mil m2, ampliando a sua capacidade de produção de novelas, séries, minisséries, realities, formatos originais, programas de humor e variedades.

Entre pesquisas e obras, o projeto levou cinco anos para ser concluído. Em um investimento de mais de R$ 200 milhões, as novas instalações são uma comunhão do que há de melhor na indústria audiovisual com a expertise Globo, que desenvolveu, in house, soluções inovadoras no mercado mundial. O redesenho de processos de gestão e produção, aliados aos novos padrões de tecnologia, pretendem trazer maior flexibilidade para a produção de conteúdo da Globo.

A ampliação dos Estúdios Globo é considerada uma conquista não só da empresa, mas da cultura brasileira. Em um complexo que já conta com produção média anual de cerca de 3.000 horas de entretenimento, os estúdios possibilitarão à Globo ampliar ainda mais a sua capacidade de produção, trazendo novas as possibilidades para o desenvolvimento de seus talentos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: