Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

06/08/2019 - 09:27

Como o ecovio® atua na ciclagem de nutrientes contribuindo com a Economia Circular

Plásticos biodegradáveis certificados para filmes de cobertura vegetal (mulching), sacolas de frutas e verduras e sacos de resíduos orgânicos agregam valor para clientes, consumidores finais e sociedade. Estudo independente conduzido pela ETH Zürich comprova, pela primeira vez, a formação de biomassa pela biodegradação do PBAT no solo.

Diante das mudanças climáticas e do aumento contínuo da população humana, o conceito de Economia Circular está se tornando cada vez mais importante para o ciclo alimentar e de nutrientes. Com o plástico compostável certificado ecovio®, a BASF desenvolveu um portfólio de materiais para uma variedade de aplicações, podendo ser usado durante todo o ciclo dos alimentos. Vários estudos conduzidos por instituições independentes de pesquisa confirmam as vantagens do ecovio® para a produção, embalagem e transporte e também para a coleta de resíduos de alimentos, com base na biodegradabilidade certificada do material em termos de compostagem industrial, doméstica e no solo. Os estudos mostram que o desperdício de alimentos é reduzido, os nutrientes são devolvidos ao solo através da geração de maiores volumes de adubo e evita-se o acúmulo de plásticos no solo.

Filmes para cobertura vegetal (mulching) biodegradáveis no solo em prol de uma agricultura sustentável — Os finos filmes mulching de polietileno (PE) são usados por produtores em muitos países para aumentar a produtividades das lavouras. Entretanto, após a colheita, é praticamente impossível para os produtores conseguirem retirar tais filmes completamente, principalmente por possuírem apenas alguns micrômetros de espessura. Assim, os resíduos de PE são depositados no solo e se acumulam, pois não são decompostos. A ETH Zurich, na Suíça, conduziu um estudo que mostrou, pela primeira vez, que os microrganismos do solo conseguem utilizar os filmes produzidos com plásticos biodegradáveis como alimento. Os microrganismos usam o carbono do polímero para gerar energia e formar biomassa, ou seja, o PBAT se degrada biologicamente no solo, não permanecendo lá como microplástico, diferente do PE.

O ecovio® M 2351 da BASF é um plástico certificado (EN 17033), biodegradável nos solos para filmes mulching, constituído pelo copoliéster biodegradável ecoflex® (PBAT) e outros polímeros biodegradáveis feitos a partir de matérias-primas renováveis. Os filmes produzidos com o ecovio® M 2351 podem ser deixados no solo após a colheita, substituindo o árduo trabalho de sua remoção e reciclagem. Microrganismos que ocorrem naturalmente no solo, como bactérias ou fungos, reconhecem a estrutura do filme ecovio® M 2351 como alimento metabolizável. Os produtos finais restantes após a biodegradação realizada pelos microrganismos são CO², água e biomassa.

Evitando o desperdício de alimentos através de embalagens inteligentes para frutas e verduras — Devido à permeabilidade, os sacos de frutas e verduras fabricados com ecovio® ajudam os alimentos a permanecerem frescos por mais tempo. Este é o resultado de um estudo realizado pela Universidade de Recursos Naturais e Ciências Aplicadas, em Viena, Áustria, que mediu o prazo de validade de diferentes tipos de frutas e vegetais armazenados em sacos de PE e de ecovio®. Os sacos de frutas e verduras feitos com ecovio® mostram melhores taxas de troca de vapor de água e oxigênio, levando a uma ótima umidade e concentração de oxigênio para diferentes frutas e verduras em um saco com o volume certo, ou seja, uma maior vida útil. Os tomates, por exemplo, podem ser armazenados por um tempo até quatro vezes maior em sacos ecovio® do que em sacos de PE. Desta forma, a embalagem inteligente pode reduzir o desperdício de alimentos. Além disso, os sacos de frutas e verduras ecovio® não são apenas para transporte ou armazenamento; quando reutilizados como sacos de lixo orgânico, eles podem melhorar a coleta e a recuperação do desperdício de alimentos.

Limpo, seguro e fácil: mais resíduos orgânicos coletáveis com sacos compostáveis de uso duplo — A coleta seletiva de resíduos orgânicos é o pré-requisito para a recuperação de nutrientes e, portanto, para um ciclo de nutrientes fechado. Alguns projetos piloto, como por exemplo em Berlim, no distrito de Bad Dürkheim, na Alemanha e também na Índia e na China, mostraram que os consumidores coletam significativamente mais resíduos orgânicos com sacos plásticos compostáveis quando o acesso aos sacos é fácil. Os consumidores também coletam o lixo alimentar que normalmente não coletariam, como resíduos oleosos e líquidos provenientes dos alimentos.

Além disso, o número de sacos não compostáveis jogados nas lixeiras de lixo orgânico cai significativamente. Sacos compostáveis de dupla utilização feitos de ecovio® permitem que grandes quantidades de resíduos de cozinha sejam coletados para recuperação orgânica de forma limpa, segura e fácil - e sem vazamentos e odores desagradáveis, visto que o ecovio® é resistente a rasgos e umidade. Nas condições de uma usina de compostagem industrial, o ecovio® é totalmente biodegradado em poucas semanas, por microrganismos e suas enzimas (conforme definido pela norma EN 13432). O adubo valioso pode ser usado posteriormente para aumentar a densidade de nutrientes no solo, fechando assim o ciclo de nutrientes. | www.biopolymers.basf.com

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: