Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/04/2019 - 07:24

Movimentação nos portos da América Latina e do Caribe sobe 7,7% em 2018, diz CEPAL


Dez países responderam por 84,1% do total de volume de cargas movimentado. São eles (ordenados do maior para o menor, segundo a quantidade de TEU mobilizados): Brasil, México, Panamá, Colômbia, Chile, Peru, Argentina, Equador, República Dominicana e Jamaica.

A movimentação de cargas em contêineres nos portos da América Latina e do Caribe aumentou 7,7% em 2018 na comparação com o ano anterior, segundo dados divulgados no dia 03 de abril (quarta-feira) pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL). A análise inclui o comportamento de uma amostra de 31 países e 118 portos e zonas portuárias da região.

Segundo o relatório anual entregue pelo organismo das Nações Unidas — que em anos anteriores foi distribuído sob o nome de “ranking portuário” —, os dados mantiveram a heterogeneidade de comportamento dos movimentos portuários registrada em períodos anteriores, tanto no nível portuário como de países. Do total da amostra, 66 portos e zonas portuárias melhoraram suas cifras em relação a 2017.

O volume total da atividade em 2018 superou os 53,2 milhões de TEU (unidade equivalente a 20 pés), o que representa 7,1% do movimento de contêineres global, demonstrando um leve aumento na comparação com o ano anterior (quando alcançou 6,6% do total global), indicou a CEPAL.

Dez países responderam por 84,1% do total de volume de cargas movimentado. São eles (ordenados do maior para o menor, segundo a quantidade de TEU mobilizados): Brasil, México, Panamá, Colômbia, Chile, Peru, Argentina, Equador, República Dominicana e Jamaica.

Segundo os dados da amostra compilados pela CEPAL, em 2018 a Costa Leste da América do Sul (CEAS) registrou um aumento da atividade dos portos e zonas portuárias de 12%, medida pelo volume operado. No entanto, a Costa Oeste da América do Sul (COAS) continuou com uma leve progressão de alta, crescendo 7% em 2018 na comparação com os 6% registrados entre 2016 e 2017.

O Caribe marcou um crescimento de 12% no movimento total de contêineres, enquanto a América Central (sem incluir México) teve um crescimento mais sutil de 7% apenas na Costa Oeste, já que a Costa Leste manteve basicamente o mesmo movimento que em 2017. A zona México Golfo cresceu 8% na comparação com 2017, e o México Pacífico, 11%. O Panamá, no entanto, apresentou um crescimento em sua costa caribenha (11%) em relação ao total movimentado pelo país, enquanto sua costa Pacífico teve uma queda de 16%.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: