Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/02/2019 - 07:52

Agradecimento ao médico

Pacientes podem agradecer o eficiente tratamento médico recebido de diversas maneiras. Poucos podem fazer isso de maneira a gerar imagens imortais. Um deles é o mestre espanhol Francisco José de Goya y Lucientes (1746 – 1820), que homenageou aquele que o tratou nos seus principais momentos de crise.

Na parte inferior do ‘Autorretrato de Goya com o Doutor Arrieta’, o artista colocou uma nota autoexplicativa: “Goya em gratidão ao seu amigo Arrieta pela competência e o cuidado com que ele salvou sua vida em sua doença aguda e perigosa sofrida no final de 1819 na idade de 73 anos. Pintou-o em 1820."

Em 1792, quando Goya ficou surdo, febril e hemiplégico do lado direito. Aos 46 anos, de idade, há registros de queixas de dores generalizadas e fraqueza muscular, atribuídas provavelmente ao saturnismo, doença gerada pela intoxicação devido à absorção de seu organismo de chumbo, existente no pigmento branco das tintas.

A situação se agravou em 1819. Com 73 anos, Goya sofre novo AVC, que lhe agrava à paralisia. Quem o tratou foi Eugenio García Arrieta. A extrema dedicação levou o artista, assim que melhorou, a pintar a obra, que presenteou ao médico. Impressiona a fragilidade do autorretrato realizado por um mestre da pintura de todos os tempos.

. Por: Oscar D’Ambrosio, jornalista pela USP, mestre em Artes Visuais pela Unesp, graduado em Letras (Português e Inglês) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e Gerente de Comunicação e Marketing da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira