Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

01/02/2019 - 07:22

Hengst fortalece presença no segmento de filtros industriais


Companhia mantém foco no mercado automotivo e, em paralelo, investe em novos pilares de sustentação para seus negócios no futuro.

Pensando a médio prazo, o grupo alemão Hengst — um dos maiores fornecedores mundiais de filtros para o mercado automotivo — vem investindo em novos pilares para a ampliação de seus negócios. Uma das principais ações envolve a produção de filtros para o mercado industrial.

“O setor automotivo continua trazendo desafios e grandes oportunidades para nossa companhia, mas, de forma paralela, já começamos a nos preparar para novas demandas no futuro. Este é o caso do setor industrial. As indústrias têm exigências técnicas cada vez maiores e precisam de filtros de alta qualidade e performance para garantir longa vida útil às máquinas”, enfatiza Luiz Mirara, diretor-presidente da Hengst na América Latina e também CEO da Hengst Brasil, com sede em Joinville (SC).

Para reforçar sua presença no mercado de filtros industriais, a Hengst adquiriu nos últimos três anos duas empresas especializadas no segmento: a dinamarquesa Nordic Air Filtration e a alemã Delbag.

A Nordic Air é líder de mercado em soluções de alta qualidade para filtragem de ar industrial. Com portfólio de quatro mil produtos, a empresa tem unidades na Dinamarca e nos Emirados Árabes Unidos, e faturamento anual de 15 milhões de Euros.

Já a Delbag, adquirida em 2018, fabrica sistemas de filtragem de ar para aplicações comerciais, industriais e residenciais, e fatura cerca de 30 milhões de Euros por ano. Além da unidade na Alemanha, a companhia tem filiais na França, República Tcheca, Polônia e Áustria, todas agora incorporadas ao Grupo Hengst.

Hengst Brasil — Em ampla fase de crescimento — a empresa cresceu 25% em 2018 e projeção é de ao menos 20% em 2019 - a Hengst Brasil produz filtros automotivos para os mercados OEM e de reposição. A unidade acaba de ser escolhida pela matriz alemã para abastecer toda a América Latina. Cerca de 80% dos produtos que atendem a região já são fabricados no Brasil e o restante vem da Alemanha.

Com os excelentes resultados, a fábrica em Joinville será ampliada em 2 mil m² a partir de fevereiro. Orçada em R$ 7 milhões, a obra irá aumentar a capacidade produtiva em 30% e ampliar a área de estoque. Também está sendo estudada a aquisição de um terreno ou galpão para usar como centro de distribuição em São Paulo, região estratégica para o atendimento aos clientes.

“No momento, a produção no Brasil é 100% focada no mercado automotivo”, afirma Mirara. “Mas, certamente, a unidade tem futuro certo na produção local de filtros para o setor industrial, o que deverá acontecer de forma paralela às atividades atuais.”

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira