Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/10/2018 - 08:02

Sexta Básica e Javali apresentam a segunda edição do projeto ‘O Carnaval Não tem Fim’

O primeiro projeto itinerante mensal para celebrar o carnaval ao longo do ano já tem data marcada.

São Paulo — Após o sucesso da primeira edição, o projeto ‘O Carnaval Não tem Fim’, a primeira festa mensal itinerante que promete alegrar as tardes e preencher o coração dos amantes do carnaval, está de volta para celebrar mais dez horas de folia.

No dia 20 de outubro, das 13h às 23h, a área externa da casa de eventos The Week, Rua Guaicurus, 324 – Lapa, recebe o Bloco Exagerado (RJ) e o bloco Chega Mais, ao lado das DJ’s de música brasileira Lia Macedo e Nalla.

Com o desejo de recriar a verdadeira atmosfera carnavalesca durante o ano inteiro, o produtor Alberico Santos e o pesquisador cultural Thiago Costa, dois dos criadores da Sexta Básica — plataforma musical que realiza festas, shows e eventos de rua — , unem-se ao publicitário Emmanuel Villar, responsável pela Festa Javali - destaque na agenda de baladas de São Paulo.

A parceria em nome da diversão mensal nasceu depois de uma longa paquera e altas conversas, onde os três experts em eventos decidiram assumir sua paixão pelo Carnaval e se uniram em um projeto que vai tirar o confete e a serpentina da gaveta, trazendo como essência a música brasileira e a folia da maior festa popular do mundo.

O “renascimento” do Carnaval paulistano – movimento que se intensificou a partir de 2014 — e a força que ele vem tomando nos últimos anos, serviram de empurrão para criar O Carnaval Não Tem Fim.

“O Carnaval Não Tem Fim não tem casa própria e esse foi um caminho que encontramos para levar o brilho da folia a todos os cantos da cidade.”, explica o pesquisador cultural, Thiago Costa, sobre o evento itinerante. Além disso, a reunião de brasilidades pretende acontecer sempre nas tardes de sábado. “Ideais para uma farra das boas e sem estragar o domingão.”, conclui.

Bloco Chega Mais — O Bloco Chega Mais nasceu de cinco amigos, que se conheceram estudando percussão e começaram a tocar suas músicas preferidas, a maioria dos anos 80, nos ritmos ijexá, quadrilha, xote e samba. Empolgados com o resultado dos primeiros ensaios, começaram a recrutar mais gente para a bateria. Com base no repertório, veio a inspiração do nome e linguagem visual do bloco.

Rita Lee, Ultraje a Rigor, RPM, Paralamas, Blitz, Lobão, A-ha, Plebe Rude e muito mais compõem o repertório do Bloco Chega Mais. São hits dos anos 80, diretos do túnel do tempo, arranjados em ritmos carnavalescos que levam o público a cantar e dançar muito do início ao fim. É com esse set list - tocado por uma bateria de 40 ritmistas e harmonia com dois vocais, duas guitarras, baixo e trio de metais – que o Chega Mais se apresenta em desfiles pré e pós Carnaval e em eventos próprios ou contratados ao longo do ano.

Bloco Exagerado é o primeiro (e único) bloco de Carnaval em homenagem ao poeta do rock, o nosso maior abandonado, vida louca vida, exagerado: Cazuza.

O Exagerado nasceu a fim de trazer aos palcos muita alegria e irreverência, relembrando sucessos de Cazuza, desde a época do Barão Vermelho até seu último disco solo lançado. Músicas de outros compositores, e músicas de própria autoria, mas nunca gravada pelo Cazuza, também estão no repertório.

As versões passeiam pela veia da música brasileira. Baião, maracatu, samba, funk, ijexá e rock são alguns exemplos dos ritmos que tocam.

O Carnaval Não Tem Fim - Blocos Exagerado e Chega Mais, Setlists: Dj Lia Macedo e Dj Nalla, dia 20 de outubro (sábado),das 13h às 23h.TW - área externa - Rua Guaicurus, 324 – Lapa. Ingressos à venda: Sympla.com.br

A Sexta Básica — plataforma musical que realiza festas, shows e eventos de rua, sempre com encontros e formações inéditos e/ ou inusitados — nasceu em 2010, da vontade de amigos que idealizavam um novo conceito de noite para Belo Horizonte (MG). Formado por produtores culturais e DJ`s, o grupo passou a promover mensalmente noites especiais, sempre com muita música boa, em lugares inusitados e exclusivos da cidade. O evento logo se tornou um dos grandes destaques da terceira maior cidade do Brasil, com um público diversificado e fiel, formado por artistas de diversas áreas culturais, formadores de opinião e imprensa. Em Belo Horizonte, a Sexta Básica totalizou 48 edições e trouxe grandes nomes como Eddie, Criolo, Móveis Coloniais de Acaju, Santo Forte e DJ Nuts.

No final de 2013, o pesquisador musical da festa Thiago Costa, aka Thiagão, mudou-se para a capital paulista e recebeu um grande número de propostas para dar sequência ao evento em São Paulo. Ao lado do agitador cultural Thiago Lopo, do produtor artístico e comercial Alberico Santos e diretor artístico e técnico Felipe Santos, iniciou a nova missão.

A primeira edição da Sexta Básica São Paulo foi realizada em junho de 2014 e levou quase 2 mil pessoas à pista do Grand Metrópole, no centro da cidade com show inédito de Moraes Moreira e seu filho David Moraes interpretando o disco “Acabou Chorare”, dos Novos Baianos. A noite contou ainda com discotecagens de Tutu Moraes, Samuca e Thiagão.

A Sexta Básica São Paulo tornou-se referência no cenário musical, reconhecida por shows e encontros inusitados com nomes consagrados, no mesmo palco, como Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Tulipa Ruiz, Céu, Gaby Amarantos, Otto, Black Alien, Lenine, Liniker e Russo Passapusso.

Javali — A primeira edição aconteceu no dia 16 de março de 2012, quando a noite de São Paulo ficou mais divertida com a chegada de uma figura atrevida e rechonchuda, que trouxe um baú cheio de fantasias.

O resultado foi que a Festa Javali entrou com louvor não só para a agenda de baladas da cidade, mas também para o calendário de todo mundo que frequentou o evento ao longo dessas 93 edições.

A Javali é uma festa que convida todos a se divertirem sem se preocupar em manter a pose.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: