Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

28/07/2018 - 08:22

Renault-Nissan-Mitsubishi anuncia recorde de 5,54 milhões de unidades vendidas no 1S18

Vendas aumentaram 5,1%, alavancadas por forte demanda por modelos das empresas que fazem parte da Aliança.

As vendas da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que ocupa a primeira posição na indústria automotiva mundial, aumentaram 5,1% no primeiro semestre de 2018, quebrando um novo recorde com um total de 5.538.530 veículos.

Houve um incremento da demanda tanto no segmento de crossovers, SUVs e picapes, como de veículos elétricos e híbridos.

A Renault registrou uma alta nas vendas dos modelos Clio, Captur e Scénic; já a Dacia teve um recorde no volume de vendas semestrais. A Nissan se beneficiou de uma demanda maior por seus modelos Note, Serena, X-Trail e Qashqai, enquanto a Mitsubishi registrou um incremento nas vendas do novo Eclipse Cross e do XPander.

As vendas de veículos elétricos (VE) da Renault e da Nissan registraram uma forte demanda. Na Europa, a participação de mercado da Renault é de 21,9%, com destaque para o ZOE e também o Kangoo Z.E., que totaliza 38% do mercado de veículos elétricos utilitários. Na Nissan, as vendas do novo LEAF chegaram a 47.000 unidades, das quais 18.000 na Europa, onde ele se tornou o veículo elétrico campeão de vendas. A Mitsubishi Motors se mantém como líder no mercado de SUVs híbridos recarregáveis, graças às vendas do Outlander.

Carlos Ghosn, CEO da Renault-Nissan-Mitsubishi, destacou que — As vendas das empresas que fazem parte da Aliança aumentaram em vários mercados, comprovando a performance e a atratividade de nossas marcas. As vendas recordes da Aliança durante o primeiro semestre de 2018 indicam que estamos no caminho certo para cumprir com os objetivos fixados pelo plano ‘Alliance 2022—.

O plano estratégico de médio prazo “Alliance 2022” prevê vendas anuais superiores a 14 milhões de unidades até o fim de 2022, uma alta de mais de 30% em relação às 10,6 milhões de unidades vendidas pela Renault-Nissan-Mitsubishi em 2017. O plano também tem o objetivo de aprofundar a convergência entre as empresas parceiras, com plataformas e motorizações compartilhadas, além do compartilhamento de inovações tecnológicas nas áreas de veículos elétricos, conectividade e condução autônoma.

Durante o primeiro semestre de 2018, a Aliança vendeu aproximadamente um a cada nove veículos comercializados em todo o mundo.

O Grupo Renault vendeu 2,1 milhões de veículos no primeiro semestre de 2018, estabelecendo novos recordes para as marcas Renault e Dacia. Na Europa, a Renault mantém a posição de segunda marca mais vendida, sendo que o Captur ocupa a primeira posição em seu segmento.

A Nissan Motor Co. Ltd. vendeu 2,8 milhões de veículos sob as marcas Nissan, Infiniti e Datsun. Na China, as vendas da Nissan aumentaram 10,8%.

A Mitsubishi Motors vendeu 616.648 veículos em todo o mundo. Estes resultados foram alavancados pela comercialização do novo Eclipse Cross em mais de 60 países e do Xpander (montado na Indonésia) nas Filipinas, desde abril. Destaque também para o sucesso das picapes da marca vendidas na Tailândia e do SUV Outlander, na China.

. 10 primeiros mercados da Aliança: 1. China | 2. Estados Unidos | 3. França | 4. Japão | 5. Rússia | 6. Alemanha | 7. México | 8;. Itália | 9. Brasil | .10 Espanha.

. 10 primeiros mercados do Grupo Renault: 1. Franca | 2. Rússia | 3. Alemanha | 4. Itália | 5. China | 6. Espanha | 7. Brasil | 8;. Argentina | 9. Turquia | . 10 Irã.

. 10 primeiros mercados da Nissan: 1. Estados Unidos| 2. China | 3. Japão | 4. México | 5. Canadá | 6. Reino Unido | 7. Rússia | 8. Brasil | 9. Espanha | . 10 França

. 10 primeiros mercados da Mitsubishi Motors: 1. Indonésia | 2. China | 3. Estados Unidos | 4. Japão | 5. Austrália |6.Tailândia | 7. Filipinas | 8. Alemanha | 9. Rússia | . 10 Reino Unido.

Perfil — O Grupo Renault, Nissan Motor e Mitsubishi Motors forma a maior aliança automotiva do mundo, por meio da parceria intercultural mais antiga e mais produtiva do setor. As vendas acumuladas das três empresas parceiras ultrapassaram os 10,6 milhões de veículos em quase 200 países em 2017. As empresas parceiras se baseiam na colaboração e otimização de sinergias para levar sua competitividade a um nível máximo, além de firmar acordos de colaboração estratégica com outras montadoras, incluindo a Daimler (Alemanha) e a Dongfeng (China). Esta aliança estratégica é líder na produção de veículos zero emissão e desenvolve tecnologias inovadoras com o objetivo de oferecer uma ampla gama de veículos acessíveis, equipados com recursos de condução autônoma e conectividade. | www.alliance-2022.com

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira