Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

25/04/2018 - 09:08

Wilson Bricio assume todas as operações do Grupo ZF no Brasil após integração com a ZF-TRW


Wilson Bricio foi nomeado CEO da TRW Automotive Ltda. no Brasil, permanecendo como Presidente do Grupo na América do Sul e CEO da ZF do Brasil Ltda

O executivo permanece como presidente do Grupo ZF na região América do Sul e CEO da ZF do Brasil Ltda., sendo adicionalmente nomeado CEO da TRW Automotive Ltda. desde janeiro de 2018. Processo de integração de portfólio, dos colaboradores e das estruturas de áreas como Gestão de Materiais, Aftermarket e Vendas foi iniciado em 2015. Na nova configuração, outros executivos também recebem novas posições na empresa integrada: Marcel Oliveira torna-se vice-presidente de Recursos Humanos e Segurança da Informação, Dirk Esterle assume a vice-presidência de Finanças e Tecnologia da Informação, enquanto Tarcisio Costa assume a vice-presidência de Gestão de Materiais. Ao mesmo tempo, Marcelo Oliveira assume a Diretoria de Qualidade e João Lopes como Diretor da Divisão de Aftermarket.

Wilson Bricio foi nomeado CEO da TRW Automotive Ltda. no Brasil, permanecendo como presidente do Grupo na América do Sul e CEO da ZF do Brasil Ltda. A aquisição da TRW foi anunciada globalmente em 2015, e desde então a ZF vem trabalhando com um novo portfólio de produtos, unidades industriais e áreas de competência adquiridas. Na nova configuração, o executivo Marcel Oliveira torna-se Vice-Presidente de Recursos Humanos e Segurança da Informação, Dirk Esterle assume a vice-presidência de Finanças e TI (Tecnologia da Informação), enquanto Tarcisio Costa responde como vice-presidente de Gestão de Materiais. Além disso, Marcelo Oliveira e João Lopes são nomeados como Diretores de Qualidade e Aftermarket respectivamente.

Moises Bucci, então CEO da ZF-TRW, suportará o processo de integração até meados de 2018, a partir de quando se dedicará a outros desafios profissionais fora do Grupo ZF.

“Além de ser o País a receber a primeira planta industrial fora da Alemanha, especificamente no Brasil, a empresa teve na região um processo de integração acelerado em relação ao global, tendo atualmente já grande parte de suas estruturas integradas, priorizando as interfaces com o mercado”, afirma Wilson Bricio.

Na opinião do executivo, o mercado atendido pela ZF na América do Sul já nota os efeitos positivos desta nova fase: “O foco total continuará sendo no cliente, que sentirá os benefícios da estrutura integrada de gestão e a melhor sinergia entre as áreas de negócios”.

Antes da aquisição da TRW, em 2015, a atuação da ZF na região sul-americana era mais intensa no segmento de veículos comerciais. Com o novo portfólio, formou-se um fornecedor automotivo líder, com uma ampla e exclusiva variedade de tecnologias e produtos que abordam as megatendências globais crescentes em segurança, eficiência e direção autônoma.

Na região sul-americana, o leque de produtos cresceu, e a ZF passou a oferecer sistemas e componentes para segurança ativa e passiva, principalmente para veículos leves, onde passou a figurar com destaque em nichos como os de itens de segurança (sistemas de freios, direção elétrica, freios ABS, airbags e componentes eletrônicos). No Brasil, a planta industrial de Limeira (SP) foi a primeira a nacionalizar a produção de direções elétricas, voltadas para a frota leve. Na área de veículos pesados (caminhões, ônibus, comerciais leves, máquinas agrícolas e de construção), a ZF segue mantendo suas posições de liderança em fornecimento de sistemas para chassis e powertrains.

O Grupo ZF na América do Sul encerrou 2017 com vendas consolidadas de aproximadamente R$ 3 bilhões, além de ter investido massivamente na região em diversos segmentos (Pesquisa e Desenvolvimento, adequação de estruturas físicas, etc.), e manter em seu quadro aproximadamente 5 mil colaboradores. Em termos de participação nas vendas globais da ZF, a América do Sul manteve sua média percentual de 3%.

“O Brasil passa por um momento decisivo para encontrar o rumo necessário da retomada de sua competitividade industrial. E estamos prontos para acompanhar as demandas do mercado e dos clientes, liderando a introdução de novas tecnologias”, enfatiza o executivo.

Além de ser pioneira no início do processo de integração, a América do Sul foi também a primeira região no mundo a inaugurar um Centro de Distribuição da ZF Aftermarket integrado. O mercado de reposição passou já em 2017 a contar com um novo centro de distribuição, que reúne em um único local todos os produtos, peças e serviços oferecidos pelo Grupo ZF com as marcas Sachs, Lemförder, TRW, Varga e Openmatics.

Localizado em Itu, interior de São Paulo, os 21 mil m² do novo site da ZF Aftermarket são dedicados ao centro logístico e administrativo. O CD está próximo às principais rodovias do Estado e a duas horas do Porto de Santos, em São Paulo.

Wilson Bricio — Sua trajetória na ZF começou em junho de 2001, ano de seu ingresso na empresa. Sua primeira nomeação como presidente da ZF aconteceu em abril de 2005. Paralelamente ao cargo máximo na região, Bricio também atuou como diretor das unidades de negócios de Veículos Comerciais e Drivelines Especiais, e como diretor da planta de Sorocaba. Durante esse período, o executivo também respondeu temporariamente pelas áreas de Gerenciamento de Materiais e de Recursos Humanos.

Novos vice-presidentes regionais — Com a nova configuração estabelecida, a ZF passa a contar com vice-presidentes para as áreas de Recursos Humanos, Finanças e TI, Gestão de Materiais, além de uma Diretoria de Qualidade. Todos se reportarão a Wilson Bricio.

Dirk Esterle, 41 anos de idade, é o vice-presidente de Finanças e TI (Tecnologia da Informação) na região. O executivo ingressou na ZF em janeiro de 2009, atuando inicialmente pela divisão Lemförder como Head de Sistemas Comerciais na Alemanha. Na sequência, foi responsável pela Controladoria do Grupo ZF em Friedrichshafen e, em 2016, se tornou responsável pela área de Finanças na América do Sul. Esterle é formado em Business Information Science pela FHDW, a Universidade de Ciências Aplicadas da cidade alemã de Paderborn. Seu curso combina conceitos e habilidades em Ciências da Computação, Ciências Sociais e de Comportamento, além de Design de Sistemas Computacionais, Macroeconomia e Microeconomia.

Marcel E. R. Oliveira é o vice-presidente de Recursos Humanos e Segurança da Informação. O executivo ingressou na ZF em outubro de 2014. Natural de Campinas (SP), tem 55 anos de idade e mais de 41 anos de experiência em cargos executivos de grandes empresas multinacionais do setor automotivo. Possui mestrado em Administração de Empresas pela Unimep, Lato Sensu em Administração de Produção, MBA em Marketing pela FGV e Universidade de Ohio, EUA. Além disso, possui especialização em Planejamento & Gestão e Comunicação & Marketing, tendo lecionado disciplinas como Administração Estratégica e Brand Management em várias instituições de ensino superior.

Tarcisio Costa, vice-presidente de Gestão de Materiais tem 54 anos. Formado em Administração pela Universidade São Marcos, de São Paulo (SP), possui MBA em Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e graduação de Master em Finanças e Administração Econômica pelo CEAPOG - Centro de Estudos de Aperfeiçoamento e Pós-Graduação de São Caetano do Sul (SP). Tarcisio ingressou na ZF do Brasil em 2014 como diretor de Gestão de Materiais. Sua experiência profissional de 28 anos reúne passagens por empresas multinacionais da área automotiva, tanto no Brasil como nos Estados Unidos, Alemanha e China, onde atuou em segmentos de estratégia e gerenciamento das áreas de Compra e Logística, Gestão de Projetos OEM e Gerenciamento de Riscos.

Marcelo Oliveira, diretor de Qualidade da ZF tem 51 anos de idade. Graduado em Engenharia Mecânica pela UNIP (Universidade Paulista), possui mestrado em Business Management pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Começou a atuar na área de Qualidade em 1997, ano em que ingressou na ZF como engenheiro de Qualidade. Entre 2007 e 2010, foi Gerente de Qualidade da ZF, supervisionando projetos de planejamento industrial na planta de Sorocaba (SP). Possui grande experiência em Gerenciamento de Riscos e de Projetos, além de um profundo conhecimento dos processos industriais de manufatura.

João Lopes, diretor da Divisão de Aftermarket tem 58 anos. Graduado em Engenharia Mecânica pela FEI em São Paulo e pós graduado em Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing). Ao longo de sua carreira atuou em fábricas e negócios voltados a motores diesel, transmissões, eixos, embreagens e amortecedores. Iniciando na operação de fábrica, mas logo migrou para Vendas, atendendo inicialmente Montadoras. Ingressou na ZF em 1999 já na área de Aftermarket, com toda a operação de Vendas, Marketing, Logística, Compras, Serviços, Engenharia do Produto e Controladoria.

ZF Friedrichshafen AG — A ZF é líder mundial em driveline e tecnologia de chassis, além de tecnologia de segurança ativa e passiva. A empresa possui em torno de 146.000 colaboradores ao redor do mundo com aproximadamente 230 plantas em cerca de 40 países. Em 2017, a ZF alcançou vendas de 36,4 bilhões de euros. A companhia é uma das maiores fornecedoras do setor automotivo do mundo.

A ZF possibilita aos veículos “ver, pensar e agir”. A empresa investe anualmente mais de 6% de seu faturamento em pesquisa e desenvolvimento, sobretudo para produzir acionamentos eficientes e elétricos e criar um mundo sem acidentes de trânsito. Com seu amplo portfólio, a ZF promove mobilidade e serviços aos segmentos de carros de passeio, veículos comerciais e tecnologias industriais. | www.zf.com.br

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira