Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/01/2018 - 07:32

Riotur estima receita de R$ 3,5 bilhões no Carnaval 2018


Perspectivas de a cidade receber cerca de 1,5 milhão turistas, e 6,5 milhões de foliões nas ruas.

Os dados foram repassados durante a coletiva de imprensa para apresentar o Projeto Carnaval Rio 2018 no dia 11 de janeiro (quinta-feira), no Palácio da Cidade. Enfim, a mais democrática manifestação cultural carioca se aproxima. O Carnaval Rio 2018 promete levar 6,5 milhões de foliões às ruas e encantar a todos com uma agenda plural que compõe o mais tradicional evento do calendário da cidade.

Promovido pela Prefeitura do Rio, através da Riotur, o Projeto Carnaval engloba eventos por toda a cidade, com os tradicionais blocos de rua, a Arena Carnaval Rio, os desfiles das agremiações na Marquês de Sapucaí, apresentações dos grupos de acesso na Estrada Intendente Magalhães, palcos dos bailes populares por toda a cidade, blocos de enredo e de embalo, concursos de fantasias, bandas e coretos. A Riotur estima que a cidade receberá 1,5 milhão turistas neste período, gerando uma receita de R$ 3,5 bilhões.

“Fizemos um esforço enorme para apresentar um carnaval muito bonito, que a gente espera que seja calmo e sem violência. Um carnaval que possa celebrar essa tenacidade, essa bravura, essa vocação, essa natureza do povo carioca. Não existe essa conversa que o prefeito não apoia o carnaval por razões religiosas, são argumentos que não se sustentam. O prefeito precisa muitas vezes enfrentar dificuldades e priorizar recursos, mesmo tendo que amargurar críticas, e isso eu tive que fazer. Mas isso não tirou o brilho e ergueu nossas forças. É na crise que a gente cresce. Vamos fazer um carnaval muito lindo!”, declarou o prefeito do Rio, Marcelo Crivella.

“Buscamos inovações para a festa, mas com a preocupação perene de que não devemos alterar o caráter popular do carnaval, que é uma manifestação cultural de suma importância para a cidade, tendo, acima tudo, o folião como agente do evento. Seja através da captação recorde que garantimos junto à iniciativa privada, que apostou no novo modelo e, junto com a Prefeitura e a Riotur, está dando todo suporte financeiro para que o investimento do capital público seja o mínimo possível. Assim, daremos aos cariocas e turistas a festa grandiosa que a cidade merece, garantindo que o retorno financeiro dessa parceria entre as esferas pública e privada seja reinvestido no Rio de Janeiro, melhorando ainda mais nossa cidade maravilhosa”, explica Marcelo Alves, presidente da Riotur.

“A cerveja Antarctica tem uma relação especial com o Rio de Janeiro e valoriza desde sempre a identidade do carioca. A cerveja apoia o samba e faz questão de estar presente no momento de uma das principais manifestações culturais e democráticas do estado. Estaremos juntos pelos próximos três anos de carnaval e em 2018 vamos bater o recorde de apoio ao número de blocos”, afirma Marcelo Camargo, gerente Regional da Ambev no Rio de Janeiro.

O Carnaval de Rua contará com 464 blocos totalizando 600 desfiles divididos por todas as áreas da cidade, números maiores que os de 2017. Os desfiles de blocos de grande público permanecerão na Avenida Presidente Antônio Carlos, no Centro, como ocorreu no ano passado. Serão disponibilizados 32.500 posições de banheiros, além de investimento na infraestrutura, ordenamento, segurança e limpeza em conjunto com os órgãos públicos.

“Estamos muito felizes de poder participar do maior Carnaval de Rua do Brasil pelo 9º ano consecutivo, o que demonstra a qualidade da nossa operação e a confiança dos patrocinadores e parceiros em nosso trabalho”, declarou Duda Magalhães, CEO da Dream Factory. Outra novidade do Carnaval Rio 2018 é a participação ativa da iniciativa privada no projeto. Foram realizados três chamamentos públicos para ampliar a festa, que garantiram um aporte de R$ 38,5 milhões para os eventos que fazem parte da agenda, permitindo, entre outras coisas, um investimento nunca antes feito na segurança do folião, com a implantação doCarnaval + Legal. A iniciativa prevê o incremento do trabalho regular de segurança desenvolvido pelos órgãos públicos, com um efetivo de 3.375 agentes de segurança privada, cinco centros, 70 câmeras e dez torres de monitoramento, além de dispor de veículos e agentes focados na fiscalização do comércio ilegal em blocos e bailes populares, aumentando, assim, a segurança do folião. O Projeto Carnaval faz parte do calendário Rio de Janeiro a Janeiro e tem patrocínio da Dream Factory, da Ambev, através da cerveja Antarctica; do aplicativo de mobilidade Uber, por meio da lei Rouanet; da marca de preservativos Olla e da empresa de telefonia TIM.

“O Rio de Janeiro foi onde a Uber começou sua história no Brasil. Temos um compromisso de longo prazo com a cidade e nada como patrocinar o maior evento do país — e o que dá mais orgulho aos cariocas — para reforçar este vínculo”, declara Guilherme Telles, diretor geral da Uber no Brasil. Também destacando a importância da parceria ampliada entre a Riotur e os patrocinadores, o COO da TIM Brasil, Pietro Labriola, conta: “Desde o início da nossa atuação no país, há 20 anos, a sede da TIM sempre esteve no Rio de Janeiro. Estamos investindo fortemente na cidade e queremos cada vez mais reforçar nossa identidade com os cariocas. O apoio ao Carnaval de 2018 nos conecta com os moradores e turistas e, ao mesmo tempo, colabora com a realização desse evento tão importante para o Rio. Estamos muito felizes com essa parceria”.

Os Eventos do Projeto Carnaval/Sambódromo Durante seis dias de folia o Sambódromo recebe os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial, Série A e Escolas Mirins, totalizando 42 agremiações. Cerca de 500 mil pessoas passam pela Passarela do Samba para apreciar o Maior Espetáculo da Terra que é transmitido para todos os estados do Brasil e mais de 100 países. Estas agremiações são representadas pela Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro(LIESA), Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro(LIERJ) e Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro(AESM-RIO -.

Concursos Oficiais, Bailes Populares e Blocos de Embalo — A tradição do carnaval está representada também nos Bailes Populares, que acontecem anualmente em palcos montados nas zonas norte e oeste do Rio, garantindo a diversão para todos. Gratuitos e ao ar livre, os bailes contam com a participação de bandas e músicos selecionados pelo Concurso de Bandas, promovido pela Riotur. Este ano, o Boulevard Olímpico, na zona portuária,receberá um palco com programação de sábado até a terça-feira de carnaval, já com a participação garantida dos blocos Céu na Terra e Gigantes da Lira e a trupe do Teatro do Anônimo, valorizando as manifestações populares com uma agenda destinada ao público infantil. Outras iniciativas que fazem sucesso no carnaval carioca são os concursos promovidos pela Riotur. O Concurso da Corte Real do Carnaval Carioca elege o Rei Momo 1° e Único, a Rainha e as Princesas do carnaval. Este ano, a corte é formado pelo Rei Momo Milton Junior, a Rainha Jéssica Maia e as princesas Deisiane Conceição e Cintia de Oliveira. Já o Concurso de Coretos, ?criado em 1972, é um incentivo ao carnaval nos bairros, mobilizando os moradores a usar a criatividade e a animação.

O Concurso de Folião Original , que acontece entre o domingo e a terça-feira de carnaval, é realizada há 40 anos e premia os foliões que se inscrevem gratuitamente no palco da Cinelândia, na Praça Floriano. As categorias são Fantasia individual infantil e adulto, Fantasia de Grupos e Fantasia de Clóvis, que se subdivide em bexiga e sombrinha. O Baile da Cinelândia, promovido pela Riotur desde 1990, é um dos mais tradicionais eventos do Carnaval de rua da cidade. São cinco dias de festa com a participação de mais de 60 mil pessoas, todos os anos. Os Blocos de Embalo ?e ?Blocos de Enredo do Grupo I desfilam na Avenida Chile, no centro do Rio, a partir do sábado de carnaval até a terça-feira, garantindo festa também para quem aprecia rivalidades tradicionais no embalo de grupos como Bafo da Onça, Cacique de Ramos e Bohêmios de Irajá, entre outros. Há ainda apresentações de grupos de frevo e blocos afro, totalizando mais de 40 cortejos ao longo dos 300 metros da avenida em quatro dias de festa que reúnem, historicamente, mais de 40 mil pessoas.

Desfiles na Estrada Intendente Magalhães — Os desfiles das ?Escolas de Samba dos Grupos de Acesso B, C, D e E e do Grupo II dos Blocos de Enredo acontecem na Estrada Intendente Magalhães , em Campinho, zona norte da cidade. Anualmente, 200 mil pessoas assistem aos desfiles das 56 agremiações, com um total de 25.050 desfilantes, e dez blocos de enredo, com dez mildesfilantes, que acontecem ao longo de cinco dias.

As escolas são representados pela Liga Independente das Escolas de Samba da Série B (LIESB), e os blocos de enredo pela Federação de Blocos Carnavalescos do Estado do Rio de Janeiro(FBCERJ). Parte da verba captada junto à iniciativa privada para o Projeto Carnaval será aplicada em melhorias na área da Estrada Intendente Magalhães , garantindo melhor iluminação e sonorização do evento, gradeamento alto na área de concentração, ampliação da área destinada às baterias, reposicionamento das cabines de julgamento, aumento do números de carros de reboque e poda das árvores da região. | Mais no site http://carnaval.rio e, nos banners neste Canal do Carnaval/Portal Fator Brasil.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: