Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

23/11/2017 - 07:03

Itaipu comemora marca de 2,5 bilhões de MWh de energia limpa e renovável

O diretor-geral brasileiro da Usina Hidrelétrica de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, anunciou no dia 22 de novembro(quarta-feira), que a empresa chegou à marca histórica de 2,5 bilhões de megawatts-hora (MWh) de energia limpa e renovável. Segundo ele, o volume representa quase 1 bilhão de MWh a mais do que a segunda colocada em produção acumulada no mundo, a Usina de Guri, na Venezuela, com aproximadamente 1,5 bilhão de MWh.

A hidrelétrica venezuelana começou a operar em 1978, enquanto a usina brasileiro-paraguaia, em maio de 1984.

O recorde dos 2,5 bilhões de MWh foi alcançado nessa terça-feira (21), às 0h24 (horário brasileiro de verão).

Para celebrar a nova conquista, uma solenidade reuniu, além do diretor brasileiro, o diretor-geral paraguaio de Itaipu, James Spalding, representantes da diretoria e do conselho, empregados da usina e ministros de Energia de países de língua portuguesa, que estavam em Itaipu para um encontro da Comunidade de Língua Portuguesa.

Petróleo — Com esse novo marco, Itaipu reafirma seu papel estratégico para o Brasil e Paraguai. Atualmente, a binacional responde por 17% do consumo brasileiro e 90% do mercado paraguaio.

De acordo com Luiz Fernando Vianna, a energia limpa gerada por Itaipu em quase 34 anos evitou a emissão de dois bilhões de toneladas de CO2 na atmosfera. “Se toda a energia de Itaipu tivesse sido gerada por combustível fóssil, como o petróleo, teriam sido consumidos cinco bilhões de barris, o equivalente a dois meses da produção mundial petrolífera”, afirmou o diretor.

“O que diferencia Itaipu, além da união dos dois países, considerada exemplo pela Organização das Nações Unidas (ONU), é a excelência de todo o seu pessoal”, acrescentou Vianna.|ABr.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: