Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

03/06/2017 - 07:23

Porto Itapoá é escala do maior navio de contêiner operando em águas brasileiras


O Hyundai Loyalty, maior porta-contêiner a operar em portos brasileiros, atracou em Itapoá no último dia 27 de maio(terça-feira). Com 340 metros de comprimento e 46 metros de largura (foto em anexo), a embarcação do armador Hyundai Merchant Marine (HMM), tem capacidade total de armazenagem de 8,6 mil TEUs (TEU é a unidade padrão de contêiner).

O Hyundai Loyalty faz o serviço Ásia/América do Sul. O navio chegou ao Brasil na segunda semana de maio e, por suas dimensões, operou em poucos portos brasileiros, incluindo o Itapoá.

“O Porto Itapoá é um terminal completo e preparado para receber os maiores navios que operam na costa brasileira. Além da infraestrutura, podemos contar com as condições naturais da Baía da Babitonga, com águas calmas e profundas, proporcionando um alto nível de segurança na operação de navios deste porte”, relata o Diretor Comercial do Porto Itapoá, Roberto Pandolfo.

O Porto Itapoá começou a operar em junho de 2011 e hoje é o sexto maior terminal de contêineres do País, segundo a ANTAQ (Agência Nacional de Transportes Aquaviários). Somente no primeiro trimestre deste ano, o Terminal registrou um aumento de 40% no volume das importações, comparada com o mesmo período de 2016 - uma das mais expressivas altas do mercado. A exportação também registrou alta de 17,2% neste período.

Também este ano, uma outra conquista: o terminal realizou no último dia 2 de abril a primeira operação com navios Rol-On Rol-Off, para movimentação de automóveis do BMW Group. Na operação, foram desembarcados dezenas de veículos importados dos Estados Unidos, posteriormente transferidos para o pátio do fabricante, em Araquari (SC).

Vale destacar que o Porto Itapoá iniciou suas obras de expansão em outubro de 2016. O projeto prevê a ampliação da área do porto dos atuais 150 mil m² para 450 mil m². A capacidade de movimentação, ao final da expansão, deve ser quatro vezes maior do que os atuais 500 mil TEUs movimentados por ano, para cerca de 2 milhões de TEUs.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: