Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

08/03/2017 - 08:02

Guindastes adquiridos pelo Tecon Salvador visam mais agilidade e segurança nas operações

Terminal baiano segue investindo em novos equipamentos, aumentando ainda mais a sua capacidade de atendimento.

O Terminal de Contêineres do Porto de Salvador voltou a investir em infraestrutura e adquiriu três novos eRTGs (Eletric Rubber Tyre Gantry Crane –— guindaste elétrico de pórtico sobre pneus), que chegaram no terminal no último domingo, 5 de março, e demandaram um investimento de R$ 20 milhões. Fabricados pela chinesa ZPMC, —referência mundial em tecnologia na fabricação de equipamentos portuários em larga escala e maior fabricante de equipamentos pesados no mundo -, os guindastes têm características exigidas pelo Tecon Salvador, a exemplo da implantação dos mecanismos automatizados que colocam a máquina e todo entorno no estado totalmente seguro em caso de quaisquer riscos durante a operação. Após a chegada ao terminal, serão necessários em média 30 dias para que estejam montados e aptos para o funcionamento.

Os eRTGs oferecem mais segurança e alta performance para as operações. Patrícia Iglesias, diretora comercial do Tecon Salvador, explica que, com a chegada desses guindastes elétricos, o terminal reduz as movimentações de contêineres no pátio, aumentando ainda mais a produtividade. “A inciativa, além de contribuir para nosso desempenho, representa nosso compromisso com a sustentabilidade. As novas aquisições chegam para somar à atual estrutura que dispomos, com os mais modernos equipamentos ecoeficientes do mercado”, ressalta a executiva.

O Tecon Salvador passa a contar agora com 11 RTGs (9 elétricos) e 6 portêineres STS – ship to shore crane) que funcionam através de um sistema que dispensa o consumo de óleo diesel, portanto, sem gerar gases poluentes (carbono e CO²). A energia gerada na descida do contêiner é acumulada para ser reutilizada na próxima movimentação da carga. “Com este mecanismo, uma só máquina deixa de emitir 48t de CO², em um ano”, ressalta David Wolfovitch, gerente de manutenção do Tecon Salvador. Outro ganho fundamental desta aquisição é o aumento na automação dos eRTGs, que possibilitam mais rapidez em seu manuseio, manutenção e prevenção com muito mais segurança.

A empresa também adquiriu em 2015 um escâner para inspecionar todas as cargas importadas ou aquelas solicitadas pela Receita Federal, movimentadas no terminal. Todos esses investimentos fazem parte do planejamento do Tecon Salvador para seguir atendendo às demandas do mercado com agilidade e segurança, consolidando-se como um dos portos mais bem equipados das regiões Norte e Nordeste.

Tecon Salvador — Com 16 anos de atuação, o terminal é hoje uma das principais ferramentas de atração e retenção de investimentos para o estado da Bahia. Possui uma área de 118 mil m², com capacidade para movimentar 530 mil TEU por ano. Graças aos investimentos iniciados em 2000, que já totalizam R$ 300 milhões, o terminal tornou-se apto a receber os maiores navios de contêineres do mundo, com um cais preferencial para cabotagem; aproximadamente 700 tomadas para contêineres refrigerados, além de capacidade e know-how para operar cargas de projeto. Além da ISO 9001, o Tecon Salvador recebeu, em março, a certificação internacional ISO 14001, que dá diretrizes para a implementação de um sistema de gestão ambiental.

Grupo Wilson Sons — Uma das maiores operadoras de serviços portuários, marítimos e logísticos do Brasil, a Wilson Sons iniciou suas atividades em 1837, em Salvador, Bahia. Nesses mais de 175 anos de existência, a companhia se estabeleceu pela gestão de seus negócios nos segmentos de terminais portuários, rebocagem portuária e oceânica, apoio marítimo a operações offshore, logística, agenciamento marítimo e indústria.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: