Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

16/02/2017 - 08:33

Estilista dá dicas para acertar na escolha da fantasia

Professor de Moda da Estácio, Felipe Eiras destaca que é possível ter um look original sem gastar muito.

Rio de Janeiro — Falta pouco para o Carnaval e já é hora de pensar em qual fantasia usar nos dias de folia. O professor do curso de Design de Moda da Estácio Felipe Eiras afirma que é possível montar looks originais sem gastar muito. O segredo é reaproveitar peças de roupa antigas e escolher um personagem que combine com sua personalidade e tipo físico. “Um vestido vermelho longo combinado com uma peruca ruiva, por exemplo, dá vida à Jessica Rabbit”, diz ele, em referência à personagem do filme "Uma Cilada para Roger Rabbit".

Para quem quer ousar mais, Eiras destaca que penas, plumas e lantejoulas sempre dão um toque de glamour. “Customizar peças é bem fácil, não precisa nem costurar, na maioria das vezes cola quente resolve tudo! Colar glitter em um All Star velho já faz um visual. Também existem tecidos que já vêm com paetês e podem ser achados facilmente no Saara por um preço bem razoável”, fala.

Os acessórios também são ótimas opções para os foliões. Eiras explica que chapéus, arcos e até mesmo alguns sapatos já dão o ar da fantasia. O estilista só atenta para alguns cuidados que devem ser tomados por quem vai curtir o carnaval de rua. “Por conta do calor excessivo, peças pesadas ou quentes devem ser evitadas. Tecidos como algodão e viscose, que são leves e deixam sua pele respirar, podem ser usados sem preocupação”, aponta.

E para quem ainda não sabe o que vestir, fantasias clássicas como colombina, marinheiro, havaiana e pirata são sempre válidas. Mas, segundo Eiras, os queridinhos do Carnaval 2017 devem ser personagens de séries e filmes mais recentes como Esquadrão Suicida, Trolls e os heróis dos quadrinhos como Super-Homem e Homem Aranha.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: