Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL
Busca: OK
CANAIS

20/12/2016 - 07:32

Consumo de gás natural no País cresce 3,3% em outubro frente aos números de setembro

No mercado residencial, consumo cresceu 1,7%; no comercial, alta é de 1,3%.

Rio de Janeiro — O consumo de gás natural no mês de outubro em todo o País foi de 65,07 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, um crescimento de 3,3% frente aos números do mês de setembro, quando foram consumidos 62,99 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. Na comparação com os dados de setembro de 2015, a queda foi de 14,2%. Considerando-se apenas os segmentos industrial, automotivo (GNV), comercial, residencial, cogeração e matéria-prima, a retração é de 6,9%.

O segmento industrial manteve trajetória descendente com retração de 0,98% na comparação setembro anterior, e de 10,2% na comparação com mesmo período de 2015. Os dados são apurados em levantamento estatístico da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), feito com concessionárias em 20 estados, reunindo dados na indústria e nos segmentos residencial, comercial e automotivo, entre outros.

“A desaceleração econômica do País continua afetando o consumo de segmentos mais sensíveis a esse cenário, como o industrial e o de geração elétrica. Mesmo assim, as distribuidoras não deixaram de investir e o volume médio no acumulado de janeiro a outubro de 2016 nos segmentos residencial, comercial e automotivo já supera a média do ano inteiro de 2015, um sinal de como as pessoas e os empreendedores cada vez mais veem o gás natural como uma solução energética competitiva, prática, eficiente e segura”, afirma o presidente executivo da Abegás, Augusto Salomon.

“A Abegás vem trabalhando com o governo federal e também nos Estados para que, cada vez mais, o gás natural seja visto como um parceiro importante para a retomada do crescimento. A Resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), recém aprovada, que estabelece diretrizes para o desenho de um novo mercado de gás natural e cria o Comitê Técnico para o Desenvolvimento da Indústria do Gás Natural, no âmbito do Programa Gás para Crescer, será fundamental para a adoção de uma agenda que atraia novos investidores nessa cadeia produtiva, criando condições para a recuperação da atividade econômica e a geração de empregos e renda”, completa Salomon.

Resultados do mês de outubro por segmento — No mercado residencial, o consumo cresceu 1,7% em outubro na comparação com o mês anterior e 30,5% frente a outubro de 2015.

No segmento comercial, a alta foi de 1,3% ante setembro e de 6,4% frente aos números de outubro de 2015, um sinal de que a economia e a praticidade do gás natural seguem atraindo mais consumidores.

O consumo de Gás Natural Veicular (GNV) no setor automotivo manteve-se praticamente estável em relação ao mês anterior, com uma ligeira alta de 0,5%. Na comparação com o mesmo período de 2015, o crescimento é de 5,3%, um indicador de que o GNV segue competitivo frente aos combustíveis líquidos.

Na cogeração, a alta foi de 5,4% em outubro ante setembro. Na comparação com mesmo período do ano anterior, o levantamento da Abegás registra recuo de 4%, outro indicativo da desaceleração econômica do País.

Na geração elétrica, houve uma retração de 4% em outubro em relação a setembro. No acumulado do ano, a retração foi de 43,7%, apontando que a desaceleração da economia e da indústria seguem impactando o segmento.

Destaques de consumo nas regiões em outubro ante setembro de 2016: Centro-Oeste - Crescimento de 17% no segmento industrial.

Nordeste - Crescimento de 14,3% na cogeração e de 4,8% na indústria.

Norte - Crescimento de 1,2% no consumo do segmento automotivo.

Sudeste – Avanço de 3,1% no segmento comercial e 2,1% no residencial.

Sul – Alta de 20,5% no consumo de matéria-prima.

A Abegás —Criada em 1990, a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) representa as empresas concessionárias dos serviços de distribuição de gás canalizado no Brasil. Tem como visão ser referência institucional na indústria do gás natural, representando os interesses do serviço de distribuição, agindo para proteger as concessões públicas, a garantia de suprimento e a ampliação do atendimento.

Em seus mais de 25 anos de existência, a Abegás tem atuado para que ocorra a ampliação da oferta de gás natural no país, quer seja de produção nacional ou por meio de importação; no estímulo ao fortalecimento das empresas distribuidoras de gás canalizado em todos os Estados da Federação; no intercâmbio e na cooperação técnica e institucional entre seus associados e outras entidades e, bem como, na colaboração com órgãos do governo federal e dos governos estaduais na formulação de programas de desenvolvimento e fortalecimento da indústria brasileira do gás natural. | www.abegas.org.br.

Enviar Imprimir
© Copyright 2006 - 2017 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira