Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

07/03/2008 - 10:40

Valtra informa resultados dos testes com trator 100% biodiesel

Empresa participa este mês da feira de Não-Me-Toque (RS).

Os dois tratores Valtra BH 180 a biodiesel que participam dos testes de campo na Usina Barralcool, na cidade de Barra do Bugres, Mato Grosso, já cumpriram 2.500 das 4.000 horas previstas para o experimento. O objetivo do teste é avaliar o desempenho dos tratores abastecidos com biocombustível em trabalhos de campo, visando liberar o uso do trator B-100 (movido 100% a Biodiesel).

O principal objetivo do Projeto Biodiesel é comprovar a viabilidade do uso de biocombustíveis como uma alternativa permanente para preservação do meio ambiente. Essa política levou a Valtra a conquistar a ISO 14001.

A empresa irá informar sobre o estágio atual dos testes durante a Expodireto, feira que acontece de 10 a 14 de março, em Não Me Toque, interior gaúcho.

Em maio de 2007, depois de 18 meses de testes de campo, a Valtra liberou oficialmente o uso do B-20 (20% de biodiesel e 80% de diesel) em seus tratores, com garantia de fábrica.

Na Usina Barralcool, dois tratores Valtra BH 180 participam dos trabalhos nos canaviais para testar sua performance com os combustíveis B-50 (50% de biodiesel e 50% de diesel) e B-100 (100% biodiesel). Um terceiro Valtra BH 180, abastecido com 100% de diesel, serve de referência ao projeto.

Neste teste, a Valtra se associa a um projeto inovador da Usina Barralcool, uma das mais tradicionais empresas canavieiras da região Centro-Oeste, que inaugurou em novembro de 2006 a primeira unidade de produção de biodiesel no mundo integrada a uma indústria sucroalcooleira.

O acordo de cooperação Valtra-Barralcool inclui como parceiros a Texaco, a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e a Concessionária Pampa

O projeto Biodiesel segue o espírito de inovação que sempre marcou a Valtra. Iniciado em 2001, como resultado de uma parceria entre a Valtra e entidades e instituições do setor agrícola, a iniciativa buscou estimular o uso de fontes de energias limpas e renováveis.

Embora o Brasil seja líder mundial da produção de álcool, as destilarias ainda não utilizam combustível limpo e renovável no processo de produção da cana. Na época de safra, as usinas chegam a consumir entre 15 mil e 25 mil litros de diesel por dia nos canaviais.

Primeiros resultados - Em 2005, a Valtra iniciou os testes de campo para avaliar as vantagens e eventuais riscos do uso de biodiesel como combustível em tratores. O projeto ganhou novos parceiros: a Usina Catanduva, a Delphi, a Coopercitrus e a Texaco.

Em 2007, após 18 meses de testes na Usina Catanduva, em São Paulo, os pesquisadores comprovaram a viabilidade econômica e a segurança do biodiesel como combustível alternativo para máquinas agrícolas equipadas com motor Sisu-Diesel da Valtra.

Foi testado principalmente o sistema de injeção dos tratores, e avaliado os desgastes dos componentes e a longevidade do motor com misturas de 5% e 20% de biodiesel ao diesel. Os testes permitiram estender a garantia de fábrica para misturas de até 20% de biodiesel. E para garantir 50% e 100% de biodiesel é que a Valtra continua com os testes.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira