Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/07/2016 - 09:40

Grupo PSA: bom começo para o Plano “Push to Pass” e recorde de rentabilidade no 1S16


6,8% de margem operacional corrente1 para a divisão Automotiva e 5,1% para a Faurecia. Resultado líquido (parte do Grupo) multiplicado por 2, de 1,2 bilhão de euros. 1,8 bilhão de euros de Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow). A execução do Plano “Push to Pass” está em curso, a ofensiva de produtos e o desenvolvimento internacional foram lançados. O Grupo PSA demonstra uma agilidade inédita na obtenção de um crescimento rentável.

Paris — O faturamento do Grupo fechou em 27,779 bilhões de euros no primeiro semestre de 2016, ante 28,036 bilhões de euros no primeiro semestre de 2015. Registrando uma progressão de 2,4% com taxa de câmbio constante. O líquido da evolução desfavorável das taxas de câmbio apresenta uma retração de -0,9%.

De acordo com o comunicado do Grupo PSA, o faturamento da divisão Automotiva elevou-se a 19,190 bilhões de euros, também em alta de 2,5% em relação ao primeiro semestre de 2015, com taxa de câmbio constante, graças ao sucesso dos modelos e à estratégia de precificação (pricing power). O líquido da evolução desfavorável das taxas de câmbio apresenta uma retração de -1,1%.

O Resultado Operacional Corrente do Grupo elevou-se a 1,830 bilhão de euros, em alta de 32% na comparação com o primeiro semestre de 2015. Com um Resultado Operacional Corrente de 1,303 bilhão de euros, a divisão Automotiva progrediu 34% em comparação com o primeiro semestre de 2015. Este crescimento deve-se essencialmente à progressão dos volumes3, assim como à contínua redução dos custos fixos e dos custos de produção.

Os produtos e os encargos operacionais não correntes totalizaram – 207 milhões de euros, contra –343 milhões de euros no primeiro semestre de 2015.

Os encargos financeiros líquidos do Grupo foram divididos por dois, caindo de -334 milhões de euros no primeiro semestre de 2015 para -150 milhões de euros.

O resultado líquido consolidado do Grupo estabeleceu-se em 1,383 bilhão de euros, em progressão de 663 milhões de euros. O resultado líquido (parte do Grupo) foi de 1,212 bilhão de euros, contra 571 milhões de euros no primeiro semestre de 2015.

O Resultado Operacional Corrente do Banco PSA Finance ficou em 297 milhões de euros4, uma alta de 1% em relação ao primeiro semestre de 2015.

O Resultado Operacional Corrente da Faurecia elevou-se a 490 milhões de euros, em alta de 106 milhões de euros na comparação com o primeiro semestre de 2015.

O fluxo de caixa livre (free cash flow) das atividades industriais e comerciais foi de 1,846 bilhão de euros, sustentado pela melhoria da margem bruta de autofinanciamento.

No fim de junho de 2016, os estoques eram de 399 mil veículos (incluindo a rede independente), representando um aumento de 8 mil veículos em relação ao fim de junho de 2015.

A posição financeira líquida das atividades industriais e comerciais totalizou 5,972 bilhões de euros em 30 de junho de 2016 e progrediu de 1,412 bilhão de euros ante a posição de 31 de dezembro de 2015.

Perspectivas do mercado — Em 2016, o Grupo prevê um crescimento do mercado automotivo de cerca de 4% na Europa e de 8% na China, e uma retração do mercado de cerca de -12% na América Latina e de -15% na Rússia.

Objetivos operacionais —O plano Push to Pass, apresentado em 5 de abril de 2016, fixa os seguintes objetivos: uma margem operacional corrente média de 4 % para a divisão Automotiva no período 2016-2018 e uma meta de 6% para 2021;

. Um crescimento de 10 % do faturamento do Grupo entre 2015 e 2018, visando 15% suplementares até 2021.

Carlos Tavares, presidente Mundial do Grupo PSA, declarou: “Nossos desempenhos recorrentes evidenciam a transformação estrutural da empresa, sua eficiência e a profunda mudança de estado de espírito no Grupo. Em um ambiente estável, todas as equipes estão focadas na excelência operacional e continuam a demonstrar agilidade na execução de nosso plano estratégico Push to Pass”.

Resultado operacional corrente em proporção do faturamento, no primeiro semestre de 2016, para as Sociedades Industriais e Comerciais. | Fora da China.

100% do resultado do Banco PSA Finance— Nas contas do Grupo PSA, as joint ventures são consolidadas pelo método da equivalência e as outras atividades implicadas no acordo concluído com o Santander são reclassificadas em “Atividades destinadas a serem alienadas ou incluídas na parceria”.

Calendário Financeiro de 26 de outubro de 2016: faturamento do terceiro trimestre de 2016 —As contas consolidadas do Grupo PSA em 30 de junho de 2016 foram aprovadas pelo Conselho de Administração em 22 de julho de 2016 e examinadas pelo Conselho de Supervisão em 26 de julho de 2016. Os revisores de contas do Grupo procederam à auditoria das contas e o relatório sobre a informação financeira está em processo de emissão .

Grupo PSA —Com três marcas mundialmente reconhecidas, Peugeot, Citroën e DS, o Grupo PSA vendeu 3 milhões de veículos no mundo em 2015. Segundo maior fabricante de automóveis na Europa, obteve um faturamento de 54 bilhões de euros em 2015. O Grupo é líder europeu em termos de emissões de CO2, com uma média de 104,4 gramas de CO2/km em 2015. Com uma frota de 1,8 milhão de veículos conectados no mundo, é um dos líderes nessa área e também se posiciona como fornecedor de mobilidade. Suas atividades abrangem também o financiamento (Banco PSA Finance) e os equipamentos automobilísticos (Faurecia). | groupe-psa.com/fr.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira