Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

08/04/2016 - 07:57

Portos de Santos e Antuérpia assinam memorando de intenções


Treinamento e qualificação profissional são objetivos da parceria com porto belga.

O presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Alex Oliva e o diretor de Desenvolvimento de Negócios no Brasil do Porto de Antuérpia assinaram hoje uma Carta de Intenções. Este é o primeiro passo para o Porto de Antuérpia, na Bélgica, passar à categoria de porto-irmão do Porto de Santos. O evento foi realizado no estande da Codesp, durante a feira Intermodal South América, que acontece em São Paulo.

“Antuérpia é uma referência na Europa na área de treinamento e qualificação profissional”, comentou Alex Oliva, concluindo que o convênio visa trazer a expertise daquele porto europeu para Santos.

"Estamos desenvolvendo um trabalho conjunto tanto com o setor privado como o setor público e vemos essa oportunidade como chance de aumentar essa relação, em especial com o Porto de Santos", informou o dirigente do porto belga.

O Porto de Antuérpia, na Bélgica, é o segundo maior porto da Europa. Com movimentação acima de 200 milhões de toneladas anuais, é um ponto de transbordo para cerca de 800 destinos comerciais. A cooperação com Antuérpia tem objetivo de fazer intercâmbio técnico, tecnológico e comercial.

Debates —O gerente de Planejamento de Acessos da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Aluísio Moreira, participou no dia 06 de abril(quarta-feira), do debate “Definição das Poligonais nos Portos”, do Seminário Ambiente Regulatório Portuário. No painel, estavam presentes ainda o consultor e presidenta Federação Nacional dos Operadores Portuários (Fenop), Sérgio Aquino; presidente do Porto de São Francisco do Sul (SC), Paulo César Corsi; a assessora jurídica dos portos de Paranaguá e Antonina (PR), Jacqueline Wendpap e o mediador Frederico Bussinger.

O debate foi polarizado pela discussão relativa à questão do modelo de definição das áreas do porto organizado. Aluisio Moreira defendeu que as áreas das poligonais dos portos devem ser delimitadas de acordo com a expansão das atividades e infraestrutura dos portos organizados. “Não devemos ter medo das poligonais, mas precisamos de melhorias e modernização”, concluiu.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: