Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

09/12/2015 - 08:39

ABB fornece o primeiro carregador de veículos universal para o 1.º eletroposto em rodovia no Brasil

Aparelho é capaz de reabastecer 80% da bateria em meia hora. É a única estação de carregamento rápido configurável com tipos de saída única, dupla ou tripla de 50 kW.

A ABB, empresa líder em tecnologias de energia e automação, acaba de fornecer um carregador rápido de veículos universal para o posto Graal 67, da Rodovia Anhanguera —sentido interior, localizado em Jundiaí (SP). O eletroposto para veículos elétricos é uma parceria da CPFL Energia, da Rede Graal e da CCRAutoBAn— concessionária responsável pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes —que tem o objetivo de implementar o primeiro corredor intermunicipal para veículos elétricos do País, interligando Campinas a São Paulo.

“O eletroposto é uma parceria entre várias empresas a fim de viabilizar um projeto de mobilidade. A ABB tem expertise em desenvolvimento, instalação e manutenção de infraestrutura para carregamento de veículos elétricos, não podíamos deixar de contribuir”, explica Michael Gaechter, gerente-geral da Unidade de Negócios de Power Conversion da ABB.

O carregador fornecido pela ABB é o AC/DC Fast Charger Terra 53 CJG, modelo que está, atualmente, em operação em mais de 2.000 eletropostos no mundo. O equipamento é compatível com veículos elétricos que utilizam o padrão SAE Combo (CCS), padrão CHAdeMO e o padrão AC tipo 2. O tempo de carregamento varia de 15 a 30 minutos em DC (corrente contínua) e 30 a 60 minutos em AC (corrente alterna) e pode carregar até dois veículos simultaneamente. O carregador é uma solução eficaz que pode ser facilmente integrada à rede de distribuição existente. É a única estação de carregamento rápido configurável com tipos de saída única, dupla ou tripla de 50 kW.

A linha de carregadores rápidos ABB Terra tem todos os serviços conectados via web, o que permite facilidade de conexão para acesso dos dados de seus carregadores por meio de diferentes sistemas de gerenciamento via software: plataformas de pagamento comerciais ou soluções de gestão de energia via internet. Com isso, é possível a execução remota de assistência técnica, atualização de softwares e resolução de problemas de diagnóstico.

A criação do corredor elétrico faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da CPFL Energia, um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) que estuda os impactos da utilização dos veículos elétricos financiado com recursos do programa de P&D da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) A pesquisa, iniciada em 2013, receberá R$ 21,2 milhões em investimentos até 2018, ano de sua conclusão.

A ABB [www.abb.com.br] é líder em tecnologias de energia e automação que possibilitam aos clientes da indústria, concessionárias de serviços, de infraestrutura e transporte a melhora de seu desempenho ao mesmo tempo em que reduzem o impacto ambiental. O Grupo ABB opera em cerca de 100 países, emprega em torno de 140.000 funcionários e mantém compromisso com os mais altos padrões de integridade em qualquer lugar em que faz negócios.

A CPFL Energia, há 103 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização, serviços e telecomunicações. É líder no mercado de distribuição, com 13% de participação, totalizando mais de 7,5 milhões de clientes nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é um dos líderes no mercado livre, com uma participação de mercado de 14% na venda para consumidores finais entre as comercializadoras. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres.

Na geração, é o segundo maior agente privado do país, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis. A CPFL Geração conta com 2.248 MW de potência instalada, considerando sua participação equivalente em cada um dos ativos de geração. Em 2011, criou a CPFL Renováveis, com ativos como PCHs, parques eólicos, termelétricas a biomassa e a usina solar Tanquinho, pioneira no Estado de São Paulo, e uma das maiores do Brasil. Adicionando a participação equivalente na CPFL Renováveis, a capacidade instalada total do Grupo CPFL atingiu 3.127 MW no final do terceiro trimestre de 2015. O grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os 15 maiores investidores brasileiros.

A CPFL Energia tem ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets e do Morgan Stanley Capital International Global Sustainability Index (MSCI). Pelo 11º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira