Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

06/10/2015 - 08:01

Victoria e Adilson assumem liderança na corrida por vaga olímpica no golfe

Com apoio da CBG e do COB, Victoria Lovelady foi 3ª em Portugal; Adilson da Silva foi destaque em Taiwan; ambos são melhores brasileiros do ranking mundial.

Brasília —A última semana foi de mudanças na corrida dos brasileiros por uma vaga para disputar os Jogos Olímpicos Rio 2016. A paulista Victoria Lovelady foi terceira colocada em Portugal, e o gaúcho Adilson da Silva terminou na mesma colocação em Taiwan. Com os resultados, os atletas assumiram o posto de melhores brasileiros no ranking mundial.

Victoria Lovelady somou 217 tacadas (parciais de 75/67/75) para ficar empatada em 3º lugar no Azores Ladies Open, etapa do LET Access, o circuito de acesso ao Ladies Euroepan Tour, o principal circuito de golfe feminino da Europa. A volta de 67 tacadas de Victoria na segunda rodada foi a melhor de todo o torneio, entre todas as competidoras. A campeã foi a alemã Karolin Lampert, com 214.

Esse foi o primeiro torneio que Victoria disputou com apoio da Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e do Comitê Olímpico do Brasil (COB), com recursos da Lei Agnelo Piva. O objetivo da CBG, com o apoio do COB, é tentar qualificar duas brasileiras para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A performance de Victoria a fez subir 42 posições no ranking mundial profissional feminino e ultrapassar a paranaense Miriam Nagl. Agora, Victoria é a 572ª colocada e melhor brasileira da lista, por isso ficaria com a vaga destinada ao país sede. Miriam está em 581º lugar. A meta é fazer com que tanto Miriam quanto Victoria obtenham a classificação pelo sistema de elegibilidade estabelecido.

“Agradeço muito à CBG e ao COB pelo apoio que estão me dando e por estarem reconhecendo meu trabalho como golfista profissional. Afinal, somos um time. Se Deus quiser, com essa sinergia e trabalho focado, atingiremos nossa meta para o ano que vem, que são os Jogos Olímpicos Rio 2016”, disse.

Uma semana depois de ser 8º colocado no Aberto do Brasil, disputado no Rio de Janeiro, o gaúcho Adilson da Silva ficou empatado em 3º lugar no Taiwan Masters, primeiro de quatro eventos do Circuito Asiático que ele jogará até o final do mês. Ele somou 289 tacadas (75/69/73/72), contra 285 do campeão, Danny Chia, da Malásia.

Adilson subiu 50 posições no ranking mundial, onde agora é o 311º do mundo e melhor brasileiro da lista. Ele ultrapassou o paulista Lucas Lee, agora em 320º lugar - Lee não finalizou os últimos quatro torneios que disputou por conta de uma lesão nas costas. Se os Jogos fossem hoje, ambos estariam classificados por méritos próprios.

Entenda o ranking olímpico —A classificação para a disputa do golfe nos Jogos Olímpicos Rio 2016 será pelo ranking mundial profissional. Haverá 60 vagas no masculino e 60 no feminino. Cada país poderá ter no máximo quatro atletas em cada uma dessas categorias, mas apenas se os competidores estiverem entre os 15 primeiros do ranking. Caso contrário, poderá haver apenas dois representantes por país. A Federação Internacional de Golfe (IGF) criou o Ranking Olímpico para que o público possa acompanhar a evolução dos atletas. | CBG.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira