Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

18/09/2015 - 08:13

Rússia e Brasil assinam documento a fim de reforçar a cooperação para uso pacífico da energia nuclear

A Rússia, através da sua estatal de energia nuclear, a Rosatom, e o Brasil, através da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), assinaram no dia 16 de setembro(quarta-feira), um Memorando de Entendimento durante a VII Reunião da Comissão Russo-Brasileira de Alto Nível de Cooperação.

O documento sedimenta o desenvolvimento de uma parceria, não somente focada em energia nuclear— como, por exemplo, para uma eventual construção de usina nuclear no Brasil—mas também em outras áreas. Entre as inúmeras possibilidades estão interações em projetos de engenharia para a indústria térmica, petroquímica e construção naval.

O memorando visa a potencial execução de projetos no Brasil e na América Latina, região prioritária para a Rosatom. A realização das atividades contidas no memorando será feita com o suporte da “Rosatom América Latina”, subsidiária da Rosatom.

O documento foi assinado pelo Primeiro Vice-presidente de Desenvolvimento Empresarial e Internacional de Negócios da Rosatom, Kirill Komarov, e pelo presidente da Nuclep, jaime Wallwitz Cardoso.

Para referência —A interação russo-brasileira para energia nuclear é regida pelo Acordo entre os governos da Rússia e do Brasil, de cooperação para uso pacífico da energia nuclear, firmado em 15 de Setembro de 1994. Em 21 de julho, 2009, Brasil e Rússia assinaram o Memorando de Entendimento.

Em junho de 2015 a Rosatom International Network abriu o escritório da Rosatom, a Rosatom América Latina, no Rio de Janeiro. A cidade brasileira será sede para todas as operações na região.

A Rosatom International Network é subsidiária da Rosatom responsável por criar e gerir centros regionais da Rosatom. Entre seus principais objetivos estão o apoio para a expansão da Rosatom no mundo, bem como procurar novas oportunidades e promover produtos e serviços das empresas nucleares russas no mercado global.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2020 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: