Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

30/07/2015 - 07:55

Ministro assina contrato de R$ 368 milhões para dragagem do Porto de Rio Grande


O ministro-chefe da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP/PR), Edinho Araújo, assinou no dia 29 de julho (quarta-feira), o contrato de dragagem para readequação da geometria do Canal de Acesso ao Porto do Rio Grande (RS), com o consórcio formado pelas empresas Jan de Nul do Brasil e Dragabrás.

A licitação foi feita pelo regime de RDC – Contratação Integrada. O consórcio vencedor ofereceu R$ 368.627.656,58 pela obra, o maior desconto em relação ao valor inicialmente estimado pela SEP, que era de R$ 376 milhões.

Serão removidos aproximadamente 18 milhões de m³ de sedimentos, mantendo a profundidade do canal interno em 16 metros e do canal externo em 18 metros. O consórcio terá um prazo de seis meses para elaboração e aprovação dos projetos Básico e Executivo e de dez meses para executar a obra.

“Garantir a dragagem permanente nos portos públicos significa melhorar as condições operacionais e de acesso e dar total segurança aos operadores”, afirmou o ministro Edinho Araújo.

Edinho lembrou que, somente este ano, a SEP está investindo cerca de R$ 1,5 bilhão na dragagem de cinco importantes portos brasileiros: Santos, Paranaguá, Rio Grande, Rio de Janeiro e Vitória.

O diretor Presidente da Associação Brasileira dos Terminais Portuários (ABTP), Wilen Manteli, participou da solenidade como convidado e destacou a importância da dragagem. “O Porto de Rio Grande está no coração do Mercosul e tem grande potencial de crescimento, pela sua profundidade. Com a dragagem, o Porto ganhará em competitividade, beneficiando a economia do Estado e do País”, afirmou.

O Porto de Rio Grande é administrado pela SUPRG (Superintendência do Porto de Rio Grande), uma autarquia criada pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Rio Grande é o segundo porto do País em exportações e o quarto maior em movimentação geral de cargas. A perspectiva, segundo o superintendente do Porto Janir Branco, é de aumento desta capacidade. “A movimentação de celulose pelo Porto do Rio Grande é crescente para países como China, Bélgica e Estados Unidos. No contexto da exportação, a China aparece como principal destino do produto”, explicou.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: