Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

02/07/2015 - 10:27

Ecad distribuiu mais de R$ 16 milhões de direitos autorais do Carnaval 2015

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição(Ecad) distribuiu, no mês de maio, R$ 16.932.061,85 a 16.879 titulares (compositores, intérpretes, músicos, editores, produtores fonográficos) e associações de direitos autorais das músicas executadas em bailes, clubes, casas de diversão, blocos, apresentações em coretos e shows de Carnaval, o que representa um aumento de 18,5% em relação ao que foi distribuído no mesmo período do ano passado. As clássicas marchinhas “Mamãe eu quero”, “Cabeleira do Zezé” e “Me dá um dinheiro aí” foram as três canções mais executadas durante todos os dias de folia em eventos de Carnaval (exceto shows). João Roberto Kelly, Braguinha, Haroldo Lobo, Lamartine Babo e Jorge Ben Jor foram os autores que mais receberam direitos autorais pelas canções executadas nestas festas. “Eu fico feliz por receber o direito autoral da música ‘Cabeleira do Zezé’ e de tantas outras músicas que eu tenho. Eu não sei o que seria de um compositor se ele não recebesse o direito autoral. E é importante também que as pessoas que usam a música do compositor paguem o direito autoral devido porque é um direito nosso”, defende João Roberto Kelly.

Já nos shows de Carnaval, incluindo as apresentações feitas nos trios elétricos, “Lepo Lepo”, “Gordinho Gostoso”, “Praieiro”, “Tem xenhenhém” e “Vai no cavalim” foram as canções mais tocadas. Os artistas Carlinhos Brown, Durval Lelys, Jorge Ben Jor, Magno Santana e Felipe Escanduras foram os que mais receberam pelas obras tocadas nos shows de Carnaval e trios elétricos.

Abaixo seguem os rankings com as canções mais executadas e os autores que mais receberam direitos autorais das músicas tocadas durante o Carnaval, segundo o Ecad.

Obras mais executadas no carnaval de 2015.: Neste ranking foram consideradas as execuções públicas musicais em clubes, casas de diversão, coretos, bailes carnavalescos e eventos de rua (exceto shows).

Titulares com maior rendimento no carnaval de 2015.: Neste ranking foram consideradas as execuções públicas musicais em clubes, casas de diversão, coretos, bailes carnavalescos e eventos de rua (exceto shows).

 Obras mais executadas em shows no carnaval de 2015.: Neste ranking foram consideradas as execuções públicas musicais em shows de Carnaval e trios elétricos.

Titulares com maior rendimento em shows no carnaval de 2015.: Neste ranking foram consideradas as execuções públicas musicais em shows de Carnaval e trios elétrico.

Perfil—O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição(Ecad), é uma sociedade civil, privada, que tem como objetivo centralizar a arrecadação e distribuição dos direitos autorais de execução pública musical. Com gestão profissionalizada e premiada, é considerado referência na área em que atua e dispõe de um dos mais avançados modelos de arrecadação e distribuição de direitos autorais de execução pública musical do mundo. Administrado por 9 associações de música (Abramus, Amar, Assim, Sbacem, Sicam, Socinpro, UBC, Abrac e Sadembra), é a entidade que representa todos os titulares de obras musicais (autores, intérpretes, músicos, produtores fonográficos e editores nacionais e estrangeiros) filiados a essas associações. Com sede no Rio de Janeiro, o Ecad possui 32 unidades próprias localizadas em diversos estados do país e 84 agências credenciadas que atuam especialmente no interior dos estados.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira

 Consulta inválida: