Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

11/06/2015 - 07:56

Concessões melhoram serviços de aeroportos brasileiros

Segundo pesquisa da Secretaria de Aviação Civil, aeroporto de Brasília apresentou melhora de 21% em comparação a 2014.

O governo federal tem motivos para otimismo com a nova etapa de concessões de aeroportos à iniciativa privada. Uma pesquisa feita pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), entre janeiro e março, mostra que os brasileiros aprovam a maioria dos terminais do País. Entre os mais bem avaliados, há terminais administrados pelos vencedores dos últimos leilões, como o de Brasília, Viracopos, em Campinas, e Guarulhos, em São Paulo.

De acordo com o levantamento, em uma escala de 1 a 5, 10 dos 15 aeroportos que representam 80% do movimento de passageiros receberam uma média de 4,07. Foram ouvidas 13.384 pessoas. Dos 15 terminais avaliados, Brasília foi o que mais melhorou em relação a si mesmo: 21%. O aeroporto passou de uma nota média de 3,52 em 2014 para 4,21 este ano.

Os entrevistados elegeram Viracopos, em Campinas, em primeiro lugar, com nota 4,38. O aeroporto, que entrou na primeira etapa de concessões, saltou da quinta para a primeira posição. Recife veio em segundo, com 4,32. Em seguida, Curitiba (4,29), Brasília (4,26), Fortaleza (4,19), Porto Alegre (4,18), Congonhas (4,13), Natal (4,12), Manaus (4,10) e Guarulhos (4,05).

Nova etapa de concessões —O governo federal prepara a concessão à iniciativa privada de quatro aeroportos nacionais e sete regionais. Os leilões fazem parte da segunda etapa do Plano de Investimentos em Logística (PIL) e devem injetar na economia R$ 8,5 bilhões. Entre os nacionais, serão contemplados os aeroportos de Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza.

Na bem sucedida primeira etapa, foram concedidos os aeroportos de Brasília (DF), Confins (MG), Galeão (RJ), Viracopos (SP), Guarulhos (SP) e São Gonçalo do Amarante (RN), com investimentos aproximados de R$ 26 bilhões. Entre as principais mudanças percebidas pelos usuários, foram apontadas melhorias de serviços e aumento do conforto.

“Na primeira vez que passei por aqui (Brasília), na época em que o aeroporto ainda não havia sido concedido, as acomodações eram muito ruins. Eu me sentia incomodada com a bagunça. Agora, me sinto bem no aeroporto. Com a reforma, ele ficou perfeito, um dos melhores que já frequentei. Acho tudo organizado no check-in, no embarque, no desembarque”, contou a professora Maria da Conceição Alves de Andrade à Secretaria de Aviação Civil. | ABr.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2022 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira