Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

12/05/2015 - 08:39

Encontro discute aproveitamento de portos no Nordeste

Ministros discutem alternativas para impulsionar os cruzeiros marítimos aproveitando a infraestrutura que já existe na região.

Em visita ao Terminal de Passageiros do Porto de Natal, no dia 11 de maio(segunda-feira), o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, defendeu o melhor aproveitamento do terminal que está em operação desde junho do ano passado. Alves acompanhou o ministro dos Portos, Edinho Araújo, que esteve em Natal para conhecer a estrutura administrada pela Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern).

O terminal já recebeu quatro mil passageiros de navios de pequeno e médio porte, mas ainda é considerado ocioso por falta de oferta de serviços destinados aos turistas. “O local dispõe de infraestrutura para eventos e atividades comerciais que poderiam ser usadas pela população local”, defende Henrique Alves, em um projeto maior de revitalização da zona portuária.

No encontro dos ministros do Turismo e dos Portos com a diretoria da Codern ficou acertado que Edinho Araújo vai buscar uma alternativa com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para o funcionamento de serviços comerciais nos terminais de passageiros dos portos do Nordeste (Natal, Fortaleza, Recife e Salvador). Atualmente a Antaq só autoriza os serviços da Receita Federal, Vigilância Sanitária e da Polícia Federal.

No dia 12 (terça-feira), em Natal, integrantes da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abramar) se reúnem com a diretoria da Codern para tratar do desembarque de passageiros de navios de grande porte no porto de Natal. O grupo já havia se reunido com o ministro Henrique Alves, em Brasília.

O segmento movimenta mais de R$ 1 bilhão durante uma temporada e gera mais de 15 mil empregos, de acordo com dados da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira