Portal Fator Brasil 
Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

29/01/2008 - 07:58

Estudantes cariocas e capixabas constroem nove carros para a Competição Baja SAE BRASIL- Petrobras

Competição reunirá cerca de 800 estudantes de engenharia de 13 estados, além do Distrito Federal, Colômbia e Venezuela.

Paixão e busca de conhecimento e experiência são os principais combustíveis que movem os mais de 100 universitários cariocas e capixabas que desde 2007 trabalham na construção de 9 carros off-road, conhecidos como Baja SAE, para disputar a XIV Competição Baja SAE BRASIL-Petrobras. Iniciativa da SAE BRASIL, a competição de engenharia será realizada no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), em Piracicaba, SP, entre os dias 13 e 16 de março.

Setenta equipes estão inscritas na competição, oriundas de 13 estados, além do Distrito Federal, Colômbia e Venezuela. Do Rio de Janeiro, são 7 equipes, de 5 instituições de ensino; e do Espírito Santo a competição conta com 2 equipes, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Como prêmio, as duas equipes melhores classificadas na soma geral das provas (estáticas e dinâmicas) poderão representar o Brasil na Baja SAE Montreal, competição realizada pela SAE International, que acontecerá entre 11 e 14 de junho próximo, em Montreal, Quebec, no Canadá. Nos Estados Unidos, o Brasil é tricampeão na modalidade.

O Rio de Janeiro é o terceiro estado com maior participação, atrás de São Paulo e o Rio Grande do Sul. Apesar de 70% dos integrantes serem calouros, a equipe Tuffão, da Universidade Federal Fluminense (UFF), investe para melhorar o resultado do ano passado, quando ficou em 30º lugar. Uma das medidas foi reduzir em 25% o peso do veículo (agora com 150 kg), com a substituição de materiais, como aço, por nylon e poliuretano.

A UFF é tradicional na competição. “Participamos por paixão e vontade de aprender, porque a bagagem que adquirimos com o projeto não tem preço e é um diferencial na formação do engenheiro”, diz Rachel Loh, capitã da equipe da UFF, que participará também com a equipe VR Baja.

Além da UFF, o Rio de Janeiro será representado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet-RJ) e a Faculdade de Engenharia de Resende.

Vitória - O Espírito Santo será representado por duas equipes (Vitória Baja I e Vitória Baja II), da Universidade Federal do Espírito Santo. Entre as inovações, os estudantes apostaram em sistema eletrônico de aquisição de dados, que informa a velocidade, rotação do motor, tempo que o motor ficou ligado, quilometragem percorrida e consumo instantâneo de combustível; sistema de CVT (transmissão contínua variável) desenvolvido para o Baja; suspensão com regulagem de altura; sistema de calibragem de pneus traseiros que pode ser ajustado pelo piloto; caixa de 2 marchas automática em série com CVT; e carenagem em poliuretano.

“Cada solução aplicada nos carros e que responde bem aos testes nos incentiva a investir mais em inovações”, afirma Rafael Mattedi, capitão da equipe Vitória Baja II. Nas últimas duas edições da competição, a equipe Vitória Baja II ficou com a 8ª colocação.

Os Baja SAE são veículos fora-de-estrada, de estrutura tubular em aço, monoposto, projetados e construídos por estudantes de engenharia. Todos os veículos utilizam motor padrão de 10 HP e devem ter quatro ou mais rodas e conseguirem transportar pessoas com até 1,90m de altura e de até 113 quilos. Além disto, a fabricação deve ser feita com ferramental padrão da indústria, com pouca ou nenhuma mão-de-obra especializada.

Competição - A Competição começou neste mês de janeiro, com o envio de relatórios técnicos de cada projeto para a SAE BRASIL, e agora segue com o desenvolvimento e construção dos veículos quase sempre dentro das instituições de ensino. Ao chegarem em Piracicaba, os Baja SAE serão submetidos a avaliações de segurança, aceleração, velocidade, manobrabilidade, tração e um enduro de resistência, com quatro horas de duração, realizado em pista de terra cheia de obstáculos. Além disso, a partir deste ano, as equipes deverão apresentar o projeto para uma banca de juízes, especialistas da indústria.

14ª Competição Baja SAE BRASIL-Petrobras, de 13 a 16 de março de 2008, na ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo) – Rodovia SP 135, km 13,5, bairro Tupi, Piracicaba, São Paulo.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2019 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira
 Consulta inválida: