Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

10/04/2015 - 08:40

Nakata lança os primeiros amortecedores para motocicletas

Os lançamentos atendem a diversos modelos de motos das marcas principais marcas do País: Honda, Yamaha e Kasinski, garantindo ampla cobertura para atender a frota circulante.

Pioneira no desenvolvimento de tecnologia para amortecedores pressurizados para veículos leves e pesados, com mais de 50 anos de tradição no mercado brasileiro, a Nakata, fabricante de componentes para suspensão, transmissão, freios e motor, lança, agora, amortecedores para motocicletas das marcas Honda - modelos CG 150 Titan, KS, ES, EDS e Job (2004 a 2014), CG 125 Titan, KS, ES, FAN (2000 a 2014), CBX 200 Strada (1993 a 2002), CBX 150 Aero (1988 a 1994) e BIZ 100, 125 (1998 a 2014) - Yamaha YBR 125 (2000 a 2014), RDZ 125 e RDZ 135 (1982 a 1999) e Kasinski GF 125 (1997 a 2005).

"Os novos itens cobrirão uma grande parte da frota, pois são indicados para vários modelos de baixa cilindrada, que compõem grande parte das motocicletas que circulam no País. A frota brasileira do segmento duas rodas já ultrapassa os 13 milhões de unidades, segundo último estudo da frota circulante do Sindipeças", afirma o gerente de produtos da Nakata, Jeferson Credidio. Esse mercado vem crescendo nos últimos anos porque a frota dobrou de tamanho desde 2006.

Ele explica que a maioria dos modelos de baixa cilindrada são equipados com amortecedores duplos (dois amortecedores na traseira da moto). Já as motocicletas de maior cilindrada ou com utilização mista (asfalto e terra) utilizam apenas um amortecedor na traseira. "A função é a mesma - manter uma condução segura e confortável independente das condições das vias onde a moto será utilizada", esclarece.

Sinais de desgaste - A substituição dos amortecedores deve ser feita de acordo com a recomendação do fabricante. "É aconselhável fazer uma avaliação a cada 4 mil km e ficar atento a vazamento de óleo e ou falta de estabilidade na condução da motocicleta, sinais que podem indicar necessidade de troca dos componentes", adverte o gerente de qualidade e serviços da Nakata, Jair Silva. Para evitar desgaste prematuro, é indicado não exceder o peso permitido, que varia de acordo com cada modelo de motocicleta. Terrenos irregulares e ruas esburacadas podem encurtar a vida útil dos amortecedores.

A fabricante investe constantemente no desenvolvimento de novos produtos em sua fábrica localizada em Diadema, Grande São Paulo, com o objetivo de oferecer variedade de itens que possibilitem garantir ampla cobertura para atender a diversificação de modelos e versões de veículos que circulam pelo País.

Os amortecedores da Nakata são produzidos desde janeiro deste ano com a certificação do Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial, para linha leve e veículos pesados. Desta forma, a qualidade do produto está comprovada, garantindo ao consumidor a procedência da peça.

O catálogo eletrônico de produtos, que possui os lançamentos da marca e aplicações, está disponível no site [www.affinia1.com.br]. A central de atendimento 0800-707-8022 também oferece suporte técnico aos clientes.

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira