Página Inicial
PORTAL MÍDIA KIT BOLETIM TV FATOR BRASIL PageRank
Busca: OK
CANAIS

26/01/2008 - 09:49

Próximos dez meses fundamentais para a paz no Oriente Médio

Davos, Suíça - A paz no Oriente Médio nunca esteve tão perto, afirma Shimon Peres, o presidente do Israel, durante a Reunião Anual 2008 do World Economic Forum.

“Hoje, existe mais interesse na solução deste conflito... a maioria realmente quer a paz”, comenta Peres. Sem estabelecer um prazo, o presidente de Israel destaca que os próximos dez meses que antecedem as eleições para presidente nos Estados Unidos serão muito importantes.

Notando a situação atual na faixa de Gaza, ex-primeiro ministro do Reino Unido, Tony Blair, que presidiu essa sessão sobre o Oriente Médio, perguntou se os eventos no local estão ligados às negociações atuais e se um acordo seria possível.

Salam Fayyad, primeiro-ministro da Autoridade Nacional da Palestina (ANP), ressalta que é importante focar no “aqui e agora”, continuar no caminho político e lidar com os assuntos de longo prazo.

“A segurança é uma necessidade para a Palestina e para Israel”, disse Fayyad. “Sabemos, melhor que ninguém, o que uma falta de segurança é capaz de fazer. Estamos fazendo o possível em condições muito difíceis.”

O ministro do Exterior do Israel, Tzipi Livni, disse aos participantes que desde a Conferência de Annapolis, nos EUA, os representantes de Israel e da Palestina iniciaram negociações bilaterais. “O sucesso depende da capacidade de cada parte em fazer concessões”, comenta ela. “Não suportar o fracasso, precisamos de sucesso… [e precisamos] terminar o conflito com a criação de um Estado palestino como a resposta para as aspirações do povo palestino.”

O Irã, entretanto, está minando os esforços para resolver o conflito e atingir a paz, ela destaca. No entanto, muitos dos desafios podem ser solucionados trabalhando em conjunto com os moderadores. “A nossa estratégia engloba dois caminhos”, ela explica.” Para trabalhar com a liderança pragmática e anular a legitimidade dos extremistas.”

Apesar do clima de penumbra, o primeiro-ministro Fayyad notou que a economia da Palestina está crescendo, graças a uma pequena comunidade de projetos de desenvolvimento. Ele indicou a possibilidade dos projetos crescerem se houverem mais reduções nas restrições de mobilidade [nos territórios palestinos].

Blair reforçou este sentimento: “Acredito que temos motivos para otimismo, mesmo com os desafios.”

[Informações completas da Reunião Anual 2008 no site: http://www.weforum.org/annualmeeting]

O World Economic Forum é uma organização internacional independente compromissada em melhorar as condições do mundo, envolvendo lideranças para estruturar agendas locais, regionais e globais.

Incorporada como uma fundação em 1971, e sediada em Genebra na Suíça, o World Economic Forum é imparcial, não tem fins lucrativos e não está ligado a interesses políticos, partidários ou nacionais. | Site: www.weforum.org

Enviar Imprimir


© Copyright 2006 - 2021 Fator Brasil. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Tribeira